04/06/2015

RESENHA: Filha da Floresta - Juliet Marillier

Filha da Floresta

Autor(a): Juliet Marillier
Editora: Butterfly
Páginas: 616
Edição: 1
Ano: 2012
Sevenwaters - Livro 01
O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e criaturas encantadas, além dos sábios druidas, que deslizam pelos bosques vestidos com seus longos mantos...
Passada no crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era lei e a magia uma força da natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos, vítimas de uma terrível maldição que somente Sorcha é capaz de quebrar. Em sua difícil tarefa, imposta pelos Seres da Floresta, a jovem se vê dividida entre o dever, que significa a quebra do encantamento que aprisiona seus irmãos, e um amor cada vez mais forte, e proibido, pelo guerreiro que lhe prometeu proteção.
Livro maravilhoso, viciante, emocionante e apaixonante. 

Oi gente... a resenha de hoje é desse livro que eu acabei de ler, mas já considero pacas. A Sorcha é uma adolescente (bem novinha mesmo) e é a sétima filha do Lorde Colum. O pai sempre fora muito frio com ela, porque após o nascimento a mãe morrera ao dar a Luz a ela. No entanto sempre foi mimada e amada por todos, principalmente pelos seus irmãos, seus seis irmãos mais velhos. 

Sevenwaters é um lugar diferente de todos os outros e é onde a família do Lorde Colum reside, lá é um lugar especial porque é protegida pelos seres da floresta. No entanto sempre tem alguém querendo invadir as terras, principalmente os bretões, que são inimigos assumidos deles. 

Um dia, em uma comemoração, chegam os soldados do Lorde Colum dizendo que tem um invasor, um bretão nas terras. Finbar é o irmão mais próximo da Sorcha, eles dois tem uma ligação muito forte, tão forte ao ponto de um conseguir ler a mente do outro. E ele resolve ajudar o tal bretão, porque não acha certo a maneira que o pai trata os inimigos (através de torturas) e como Sorcha é próxima a ele e é curandeira (conhece as ervas, flores e tudo isso e usá-las de formas medicinais para ajudar aos próximos), ela a chama e diz que precisa da ajuda dela para salvar o bretão. Ele foge, mas ele estava muito debilitado e ela acaba cuidando dele. Mas um dia ela é chamada às pressas porque seu pai voltara de uma viagem com uma notícia que abalaria a estrutura de toda a família: ele voltara com uma nova mulher, uma nova esposa. 

Essa mulher se chama Lady Oonagh e ela nada mais é que uma bruxa, e pense numa bruxa miserável. Ela queria tudo pra ela, e os filhos do Lorde Colum ali só atrapalharia. Enquanto os sete tentavam arrumar uma maneira de lidar com tudo isso, a Lady Oonagh já sabia o que fazer, ela transformou aos seis irmãos mais velhos da Sorcha em cisnes. E ela, Sorcha, para salvá-los desse feitiço deverá fazer seis camisas. Aparentemente fácil, não? Não, não é... ela tem que fazer com estrela d'água que é cheio de espinho e causam uma dor horrível. Ou seja, é muito, mais muito sofrimento para Sorcha, além de que ela não pode falar (não, nem uma palavra, nem gritar, nem nada).

Eu sei que me arrastei dando esse resumo do livro, mas entendam, são mais de 600 páginas... me sinto na obrigação de fazer vocês entenderem a trama. E que trama! Eu sei que são muitas páginas, mas você vai ler devagar, muito devagar, só pra poder continuar lendo a história... e se apaixonar e chorar com esse livro. A autora foi MUITO feliz na construção de cada detalhe, de cada personagem, de cada elemento. Pelo fato da personagem ficar calada passou pela minha mente, bem rapidamente, que poderia ficar um pouco monótono. Mas não, a trama fica mais atrativa e as vezes dá vontade de entrar na história e falar por ela, ajudá-la. 

Sorcha ainda sofre muito, não direi o tempo certo que ela passa costurando as camisas, mas são anos. E ela sofre e sofre, depois sofre mais um pouquinho. Eu chorei MUITO com esse livro, nossa senhora. Eu ansiava pelo momento que tudo se resolveria, quando tudo se encaixaria, e quando isso aconteceu. O que eu fiz? chorei de novo. Fazia tempo que um livro me prendia de tal forma, foi uma leitura maravilhosa. 

O foco do livro é a luta da Sorcha, sobre ela lutando contra a dor e costurando e costurando, no entanto tem outros elementos, bem mais... como o romance, que é muito lindo por sinal, ele é gradual sabe? E a gente vai amando o desenvolvimento de cada detalhe, há amizade, vida, fidelidade, amor, sem dúvidas é um livro que agrega várias coisas e nos trás até ensinamentos. 

Só uma coisa no início me incomodou, os capítulos eram muitos extensos. São apenas 16 e 600 páginas, mas quando você lê, nem liga, nem se dá conta na verdade. De tão instigante e gostosa que a leitura do livro é. 

Sobre os personagens: Sorcha é incrível, forte, determinada, apaixonada, e forte (já disse isso né? mas ela é... só vocês lendo pra saber os porquês, mas adianto que apesar dos pesares ela não é de ficar no canto se remoendo e chorando, ela chora, mas momentos depois ergue a cabeça e luta. Tem como não gostar/amar de uma personagem assim?). Simom é o bretão que Sorcha e Finbar salvaram e ele é muito importante e me ganhou, mas não mais que seu irmão Red, este por sua vez é um amor.
Sobre os irmãos de Sorcha não irei falar um por um (são muitos), mas todos eles de suas formas são ótimos. Finbar e Conor são os que mais me ganharam, eles são amigos, leais, sinceros e conseguem visualizar coisas que ninguém vê. 

E ah, o livro tem continuação, mas a história de Sorcha fica bem fechadinha nesse, tanto que o próximo livro será da filha dela (quem será o pai, ein? já mencionei ele aqui haha). Ficaram algumas coisas que eu queria saber, estou torcendo e esperando que os próximos livros me tragam tais respostas. 

Sobre os detalhes: No decorrer da leitura encontrei alguns errinhos de digitação, mas nada que incomode. Até porque a trama é tão maravilhosa, que isso passa despercebido (ok, quase). A capa é maravilhosa e os detalhes internos é um charme.

Comentário final: Eu sei que quando eu amo um livro não consigo expressar tudo que senti no decorrer da história, mas quero que saibam que esse livro é maravilhoso. É ótimo, viciante, apaixonante, instigante e algumas partes até revoltante. Ele te prende do começo ao fim e quando você chegar ao fim, vai querer mais. 

Leiam!


28 comentários

  1. Olá!

    Eu quero salvar a Sorcha, como faço?? 600 páginas é muito pra mim, não sei como a autora não enrolou tanto... mas gente, quanta maldade, costurar seis camisas usando estrelas d'água? Se fosse eu, costurava muito rápido, pelo menos o sofrimento rolava de uma só vez rs

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não teve enrolação e encheção de linguiça, juro! haha Ela tentou ser rápida, mas ficava feridas, sem mencionar que aconteceu várias coisas que as vezes impossibilitava ela.
      As 600 páginas passa que você nem sente!
      Beijos

      Excluir
  2. Vim correndo ler sua resenha. E pode apostar, compartilho do seu amor por Sorcha e todo o livro. Achei a ideia da autora genial e a escrita fácil e gostosa de ler. Não chorei lendo mas fiquei emocionada e indignada com tanto sofrimento e tantas provações. Sorcha, apesar dos chororôs é uma personagem maravilhosa, com certeza não me esquecerei dela. E aquele final? maravilhoso! Red <3
    Também quero muito ler o segundo! :D
    Beeeijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu chorei tanto, Gaby! hahah Sério, quando acontecia as coisas com a Sorcha, no final quando o Red reaparece.
      E sou mais uma que quer ler o segundo.
      Beijos

      Excluir
  3. Gostei da sua resenha, no começo me pareceu um pouco com a história da Cinderela ( o negócio da madrasta má querendo se livrar dos filhos), mas pelo que aprece não é. Eu gosto de histórias emocionantes que me façam chorar, mas odeio finais tristes e você me deixou com vontade de ler, depois de falar que tem a história da filha dela em outro livro o que quer dizer que a história não tem um final triste. Outra coisa que amo são mocinhas fortes lutando e correndo atrás, não gosto muito das que choram e se escondem atrás dos mocinhos. Já quero ler Filha da floresta!!!

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  4. Ahhh eu peguei esse livro da biblioteca da minha escola, mais pela capa mesmo e os detalhes dos livros que são lindos, mas quando comecei a ler me apaixonei pela história, chorei no final haha, achei super bem escrito amei demais a história.
    Sua resenha está muito boa.

    ResponderExcluir
  5. Você escreveu essa resenha demonstrando tanta empolgação que não dá nem para ficar sem vontade de lê-lo.
    É um livro bem grande, né? Mais de 600 páginas! Mas assim que é bom, rs
    Fiquei com vontade de ler, tomara que eu ganhe o sorteio *.*

    Abraços.
    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
  6. O livro parece ser realmente muito bom, e gostei bastante da sua resenha e acho que você conseguiu de uma maneira muito simples expressar tudo que você queria. Nunca tinha ouvido falar nesse livro antes mas depois dessa resenha encantadora não tem como não ficar com água na boca morrendo de curiosidades para saber sobre o livro.

    ResponderExcluir
  7. Hello!
    Essa trilogia eu quero mto ler, eu conheci com 3 livros, mas acho que a editora vai lançar agora mais 1.
    600 páginas e 16 capitulos realmente é de assustar qq um, mas pelo que vi a leitura é facil e a história mto envolvente.
    Lendo a resenha ja vi que vou gostar mto da protagonista Sorcha. Ainda mais depois de tantos elogios incríveis a ela como ser forte, determinada, apaixonada... gosto de personagens femininos assim, nada de mimi.
    Amei a dica e agora mais do que nunca que eu quero ler.
    Bjus

    ResponderExcluir
  8. já amei a mocinh e a bruxa tem q dar pau nela.......kkk

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha e já estou louca para ler o livro!

    ResponderExcluir
  10. Ja li os 3. Agora aguardo pelos outros 3
    o herdeiro de sevenwaters
    a chama de sevenwaters
    a vidente de Sevenwaters
    adorei todos

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Oi!!!
    E amei a trilogia muito boaaaa.
    E agora no neste mês (setembro de 2015) vai ser lançado O herdeiro de Sevenwaters, o que tudo indica será outra trilogia, e muito boa tb.
    o 2º A chama de Sevenwaters e 3º A vidente de Sevenwaters.
    Não vejo a hora de ler todos.
    bjos

    ResponderExcluir
  13. Não conheço a serie mas tenho vi esta resenha e fiquei empolgado pra ler esta serie e conhecer seus personagens e sua historia parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  14. Esse livro é mesmo muito bom. A história é muito involvente e sua resenha ficou muito boa!!

    ResponderExcluir
  15. A resenha Me deixou curioso sobre o proximo livro.... QUEM E O PAI? kkkk Porém Me deixou com muito vontade de ler esse romance/aventura/Magia ... ela chora ela ergue a cabeça, bruxa, maldição.... eu preciso ler o livro kkk. amo historias de aventuras magicas e acho que esse livro e ideal para mim :D

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. Olá,adorei a resenha ela fez eu querer correr e ir comprar o livro.
    O livro e um pouco grandinho mais eu amo livros grandes.
    Estou louca para conhecer os personagens.
    E como eu faço para matar essa vadia da madrasta dela?
    Pois e isso que eu quero fazer nesse momento.
    Fiquei com vontade de ler, tomara que eu ganhe o sorteio *.*

    ResponderExcluir
  18. Kamila!
    Adoro literatura fantástica, cheia de ação e com mistérios escondidos a serem desvendados.
    E pelo visto as 600 páginas passam que nem percebermos, mesmo com os pequenos errinhos, espero que não atrapalhem a leitura.
    Já estou é curiosa para ler após sua exímia resenha.
    “O pior dos problemas da gente é que ninguém tem nada com isso.”(Mario Quintana)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  19. Fiquei encantada com sua resenha. Foi uma das que mais gostei da história. Já sabia que a trama é tudo de bom mas não imaginava tanto assim. A história é bem envolvente e empolgante pelo que vi aqui. Isso é bom. Pois vou me amarrar ao ler. Espero que conseguir logo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Nossa....lindo, quero ler, amo livros com magia, mistério e romance e esse tem todos os ingredientes, já mai só em ler a resenha, parabéns.
    ronida_sindi@hotmail.com

    ResponderExcluir
  21. Olá. Não costumo ler livros de fantasia, penso que li apenas dois, contudo, vc comentou de forma tão apaixonada como esse livro é bom e descreveu sua história, que parece bem legal, que acabou me convencendo que vale a pena conhecer esta trama e seus personagens e ambientações que são bem diferentes do que costumo ler *-*

    ResponderExcluir
  22. Oii, já tinha lido algo sobre esse livro mas não me entusiasmei muito, agora você trouxe de uma forma diferente e estou com outra impressão e me deu até uma vontade de lê-lo.
    Parabéns pela ótima resenha.
    Bjss.

    ResponderExcluir
  23. Estou querendo muito ler. Já li algumas resenhas e todas elogiavam. Gosto muito de livros que tenham aventura, magia e ainda um romance, que me emocionam e que tenha personagens que me cativem. Com certeza vou ler.

    ResponderExcluir
  24. Eu já li muitas resenhas sobre esse livro e a cada resenha que leio eu me empolgo mais e mais e desejo muito ler o livro. Sua resenha está maravilhosa e só serviu par me fazer querer mais ainda o livro.

    ResponderExcluir
  25. Gosto muito de histórias que envolvem magia e a capa desse livro, em si, já é bem convidativa.
    Já li outros enredos empolgantes com sétimos filhos e vai ser legal ver tudo por uma ótica feminina agora.
    Só espero que ela tenha conseguido dar uma jeito nessa bruxa madrasta e tenha um final feliz.

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO