11/09/2015

RESENHA: O Vampiro Imperador - Leonardo Barros

O Vampiro Imperador Skoob

Autor: Leonardo Barros
Editora: Novo Século
Páginas: 399
Edição: 1
Ano: 2015
Onde comprar: Amazon || Saraiva || Livraria Cultura
Drucila é uma linda jovem romana, casada com o médico do imperador Nero. Diante da ausência do filho, ela entrega-se a um culto proibido de fertilidade, ato que inicia sua ruína e tem relação com sua transformação em vampira. Ciente de seu poder, ela resolve dominar Roma e não mede esforços para consegui-lo. As intenções de Drucila só poderiam ser ameaçadas por Dotan, um ser imortal como ela. Em noites de lua cheia, esse general de confiança de Nero prende a si mesmo a fim de evitar que o lobisomem, criatura que se tornou há milhares de anos, domine-o. No entanto, quando Dotan se vê diante de uma Roma guiada por energias maléficas, ele engendra sua força para tentar salvar o povo da perseguição e da tirania. O derramamento de sangue se torna um pesadelo constante. A cidade caminha, a passos rápidos, para um longo período de escuridão. Traições, jogos de poder e lutas épicas enredam essa engenhosa aventura que põe em conflito a busca pelo bem e o desejo, às vezes incontrolável, pelo poder e pela luxúria.
Você gosta de livros com vampiros, lobos e muita ação? então leia O Vampiro Imperador.  

Dotan é um homem-lobo que foi transformado há muitos e muitos anos, antes de Cristo, inclusive. Ele tem um filho, Lucius, que aparentemente é um menino normal. Ele trabalha para o imperador, Nero. A Drucila é uma jovem que fora casada com Emilianus, médico do imperador. Porém, uma dia ela bebeu um pouco demais e cedeu às tentações mundanas e traiu o marido, depois disso passou por muitas coisas, uma delas foi se tornar uma prostituta drogada. E quando pensou que não podia mais piorar, piorou. Ela foi largada ao relento pela 'cafetina', afinal ela só queria se drogar. E um dia numa tentativa de se alimentar ela roubou um pão e o padeiro cansado dos roubos desses 'mendigos' deu uma esfaqueada nela... ela morreu? deveria, mas antes disso ela entregou sua fé, seu amor, suas forças a um Deus, o Plutão (Deus do mundo dos mortos, que corresponde ao deus grego Hades). E antes que me perguntem, sim o livro tem muito sobre a mitologia romana, afinal o livro se passa justamente em Roma no ano de 63 D.C. (depois de Cristo). Maaas... o Plutão do livro ele transforma a Drucila em vampira. 

Eu esperava completamente outra história desse livro gente... a sinopse faz a gente pensar outra coisa, até a própria capa nos faz achar outra coisa. Vamos lá... O cara que aparece na capa não é o imperador, aliás pra ser sincera com vocês o título poderia ser outro. Tem muito pouco sobre o tal 'vampiro imperador', mas ali atrás tudo pegando fogo tem a ver sim. E o cara, que creio eu seja o Dotan, é bem parecido com o personagem (só essas pernas finas e desproporcionais que não, sim pessoas eu reparei nisso hahaha).

A Drucila com todo o seu corpo escultural, jogo de cintura e poder que agora tinha (porque agora é uma vampira) conseguiu chegar no imperador, Nero, e conseguiu aliená-lo fazendo-o acreditar que ela era a reencarnação da deusa Vênus (Afrodite na mitologia grega) e conseguiu viver no palácio com ele e até virar a própria conselheira do imperador. O único que conseguia visualizar o que ela realmente era, foi o Dotan, e isso começou a atrapalhar os planos da vampira-deusa-demônio... 

O livro foi surpreendente, o autor misturou fantasia com realidade, mitologia romana, religião cristã, vampiros, homem-lobos (ou lobisomem, ele cita como a reencarnação do Anúbis que seguindo a mitologia egípcia era um homem com a cabeça de um chacal, não achei sobre a mitologia romana) e não ficou aquela coisa chata, maçante e que não conseguisse fisgar o leitor por causa disso. Foi justamente ao contrário! No livro tem Nero, que vocês já ouviram falar, certo? se não, ele foi o imperador romano e que segundo alguns tocou fogo em roma e depois culpou os cristãos. O autor colocou dessa mesma forma, porém em cima de todo o mundo que ele criou, com todos os personagens e toda ação que conquista e aflige o leitor. Deu pra ver que o autor pesquisou muito pra construir a história sólida e que conseguisse mexer com a cabeça do leitor. 

Além de toda a parte histórica do livro ele também conta com muita ação, sangues (tem vampiro, né? rs), lutas e até aquela velha politicagem safada, mas tudo vale muito a pena! A única coisa que me incomodou um pouco foi o Dotan que vivia se lembrando de uma ex, a Vered, e isso o deixava mais vulnerável pra ser atacado pela vampira, sabe? Já passou da hora dele superar e esquecer. rs Só não curti muito o final, queria saber mais do Dotan, Lucius e da própria Drucila, principalmente após o epílogo. 

Sobre os personagens: Dotan: Só esse detalhe dele que me incomodou, mas de resto, ele é ótimo. Forte, determinado, humano, pensa nos outros sabe? curti muito ele.
Drucila: No começo da história, de cara gostei dela. Aí ela virou a vilã!
Lucius: É o filho de Dotan, nem mencionei ele antes pra não quebrar o encanto de conhecê-lo, mas foi o personagem que mais gostei. É uma criança e como vocês podem imaginar tem toda a ingenuidade e pureza, ele sempre quis ser que nem o pai (quem aí vê o pai como um herói? ou pãe? ou os dois?)... mas aí ele vai compreendendo, aprendendo e percebendo que cada um é único, inclusive ele. Acho que deu pra perceber que gostei dele né? ♥

Sobre a diagramação: A capa está linda, só não curti o título mesmo, queria que o destaque fosse dado ao Dotan. Mas de resto, ela tá linda e tem muito a ver com a trama. A diagramação interna está ótima, o espaçamento é ideal, as fontes são em tamanhos ótimos e os inícios de capítulos tem seu charme. Não encontrei nenhum erro. 

Comentário final: Quem gosta de livros repleto de histórias, mitologia, ação, fantasia, leiam esse livro!

QUOTES:
“Somos responsáveis pelo nossos próprios devaneios, minha senhora. É a isso que damos o nome de livre-arbítrio.”
“O legionário não tem medo da morte. Seu único temor é não morrer lutando!”


4 comentários

  1. Minha nossa, como é que eu não conhecia esse livro antes? Achei a premissa simplesmente fantástica. Valeu pela dica. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro e com certeza vou ler. Adoro livros de fantasia, com lobisomens e vampiros e o autor ainda usa a mitologia romana em sua história, o que é muito interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem interessante mesmo... dá uma conferida, que você vai adorar.
      Beijos

      Excluir

PAGINAÇÃO