27/01/2016

TOP 4: Livros que estou com saudades



Hello... It's me ♪ Ok, parei de brincar de Adele... Olá leitores, tudo bem com vocês? Hoje o tema do top 4 é saudades. Aí vocês me perguntam, "porquê, Kamilla?" e eu vos respondo: Sábado, dia 30, é o dia saudade. Sabiam disso? Não? pois é... Não se sabe ao certo o porquê do dia 30 de janeiro ser a data destinada para saudade, porém há quem diga que foi por causa dos portugueses... Naqueles tempos eles sentiam muita falta de Portugal e dos familiares/amigos que lá ficaram. 

No latim saudade significa solidão e obviamente nós adaptamos pra sentir falta de algo ou alguém. Em algum momento da vida você já deve ter ouvido a expressão “Saudades não tem tradução” e isso é verdade, nem todas as línguas/idiomas conseguem traduzir a palavra saudade, porque não conseguem explicar esse sentimento de ausência, carência, melancolia, nostalgia. Em alguns idiomas a saudade é demonstrada com outros termos, por exemplos no inglês traduze da seguinte forma “Eu sinto sua falta” (I miss you) e no espanhol “Recordação” (Recuerdo).

Bastante interessante né? Mas enfim, vamos ao top propriamente dito: Irei falar dos livros que estou com saudades. 


Em quarto lugar ficou um livro que li ano passado, mas já considero pakas. Memórias de um amigo imaginário... que tem uma história maravilhosa e personagens mais maravilhosos ainda. Tem um pouco de fantasia, porque afinal tem um amigo imaginário, mas ao mesmo tempo tudo parece tão real e crível. 
Max é um garoto diferente dos outros, que vive no mundinho particular dele, não gosta de abraços e beijos, de interagir com outras crianças e nem nada do tipo. O livro não nos diz de fato o que o Max tem, mas pelos comportamentos nos dá a entender que ele é um menino autista. E como ele não brinca com outras crianças e sempre fica em dúvida, por exemplo nunca sabe o que escolher as coisas, pra ajudar ele nisso, ele criou um amigo imaginário, o Budo. No entanto pra ele, obviamente, o Budo é real (e pra mim também ❤). Tudo acontecia normalmente na vida do Max (e Budo), exceto que ele estava conversando muito com a Sr. Patterson, que é uma professora da escola deles. E não contava ao Budo o quê. Até que um dia, numa sexta-feira o Max some. E só o Budo sabe quem sequestrou o Max, ninguém mais. - Continue a ler a resenha aqui.

Por esses dias eu li O Despertar do Príncipe, livro da Colleen Houck e me bateu uma saudade dos príncipes indianos, aliás, de tudo da saga do tigre. A leitura é rápida, gostosa, os príncipes então... nem se fala :p Mas o que mais curti mesmo foi adentrar nos costumes e culturas indianas. É incrível conhecer mais sobre... super indico. 
Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço.Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.

Acho que a maioria sabe que eu amo extraordinário, certo? Corretíssimo. O Auggie é um menino sensacional que me apeguei de um jeito ♥ O livro é simples, com uma leitura mais simples ainda, mas que trás questionamentos ótimos e reflexões maravilhosas. Se tiverem oportunidade de ler, o façam o mais breve possível. 
O livro conta a história de Auggie, um menino que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial. Em um manifesto em favor da gentileza, ele enfrenta uma missão nada fácil quando começa a frequentar a escola pela primeira vez: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Se tem um livro que eu amo nesse mundo é Perdida, pense num livro que me fisgou, me colocou em um misto de emoções. Chorei, ri, me emocionei, fiquei com raiva... enfim, amei demais. Não vou começar a falar sobre a trama porque se não vou ficar aqui pra sempre (e a postagem vai acabar nem indo haha). Só lhes digo que já li e reli esse livro, e olha que são poucos livros que reli na vida. .
Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa – ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo – e lindo – Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...

~~~
Então é isso, pessoal!
Me contem, qual é o livro que vocês estão com saudades? :)

Beijos,
Kamilla


8 comentários

  1. Essa saga do Tigre muito tem me chamado atenção. Acredito que estará em minha wishlist de aniversário. O Extraordinário é outro título que tem me interessado muito, ouvi falar muito bem da história e acho que vale a leitura.

    beijos
    http://jurodemindinho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saga do tigre é amor <3 Mas extraordinário é extraordinário, leia assim que possível. rs
      Beijos

      Excluir
  2. Olá :)
    Extraordinário deixa saudades mesmo, quando a saga do Tigre te confesso que abandonei no livro 1, mas ainda pretendo retomar a leitura, adorei o post!

    Beijos,
    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adoro os seus Top 4!!! Ainda não li nenhum desses, mas quero muito ler Extraordinário. E me interessei por Memórias de um Amigo Imaginário.

    Beijos,
    www.notavelleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Extraordinário é ótimo! Memórias de um amigo imaginário também ♥
      Beijos

      Excluir
  4. Das obras, li apenas Extraordinário e é realmente uma obra que nos deixa com uma saudade imensa.
    Adorei a postagem!

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de janeiro. Serão dois vencedores!

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO