25/03/2016

RESENHA: Surpreendente! - Maurício Gomyde

Surpreendente!

Autor: Maurício Gomyde
Editora: Intrínseca
Página: 275
Edição: 1
Ano: 2015
Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma videolocadora na periferia, Pedro planeja seu próximo filme - a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração.
A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem, feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos.
Seria muito clichê se eu falasse que Surpreendente é surpreendente? E incrível!  

Pedro é uma cara bacana, que tem um sério problema de vista, do tipo que era pra ter ficado cego, mas por sorte (que nem a ciência conseguiu explicar) ele não ficou. Apesar de ter perdido boa parte da sua visão (incluindo a periférica). Pelo menos ele achava isso. Ele tem dois pais maravilhosos, mas que infelizmente estão em uma crise no casamento. Tem um amigo daqueles que você pode contar pra tudo, o Fit, que ele conheceu quando fazia Cinema. Sim, o nosso protagonista tem um problema de vista sério e o que mais se sente realizado é roteirizando possíveis filmes, assistindo-os também. Eles dois querem fazer uma super produção para assim conseguir o tão sonhado Cacau de Ouro (premiação nacional). Tudo estava indo bem, o Pedro teve algumas tonturas e a visão ficou embaçada algumas vezes, mas pra ele não era nada demais. Até que um dia a locadora em que ele trabalha foi assaltada e ele é brutalmente agredido. Ele vai pro hospital e fica por lá alguns dias, só depois vem saber o verdadeiro diagnóstico... Gostaria de frisar um detalhe que deixei passar, o Pedro usa desde pequeno um colar com o olho turco (o que está na capa), que sua avó deu dizendo que era para protegê-lo, além disso deixou um mistério no ar, o Pedro tirou o colar quando o assaltante estava na locadora. E eis que acontece algo, que vocês devem imaginar, que faz o nosso protagonista perder a vontade de tantas coisas. Mas como dizem por aí: Quem tem amigos, tem tudo. E o Fit como um bom amigo aparece e dá uma força, que o fez virar um dos meus personagens favoritos. Maurício, quero um livro do Fit. Grata :p 

Eu tinha certa expectativa em relação a esse livro por: A capa é linda, e sim isso me dá expectativas sobre o livro, mas falando a verdade o último livro do Gomyde que li foi A Máquina de Contar Histórias que é um dos meus livros favoritos da vida.... Foi um livro que me ganhou de uma forma, bom leiam a resenha, vocês entenderão melhor, então estava esperando muito e eis que essa obra me surpreendeu (sem trocadilhos rs). Foi muito mais que eu esperava... Uma coisa que me tocou bastante que até foi algo em comum com A Máquina de contar histórias, a relação da família e o foco não foi o romance. No livro anterior publicado pelo autor, o direcionamento foi apenas na reconstrução da relação familiar, nesse livro temos a relação entre amigos e mais, a relação do protagonista consigo mesmo. Achei tudo isso de uma sensibilidade que me cativou ao ponto de também entrar nos meus favoritos da vida. Sério.

Depois de umas semanas após o diagnóstico (que o Pedro fez questão de não contar a ninguém) o Fit aparece na casa dele e o convence de fazer o tal sonhado filme. Pedro registe, mas depois se deixa convencer a tentar... no entanto, ele tinha outros planos na cabeça. No dia em que vão viajar para o interior o Fit aparece, mas para a surpresa do nosso protagonista Mayla, uma personagem que considero pacas, e Cristal, a garota do cabelo de fogo que encantou o Pedro aparecem também e elas vão com eles nessa viagem. Uma viagem cheia de surpresas, reviravoltas, de romance, amizade, felicidade, medos...

Não irei me aprofundar na viagem, acho até que já falei demais. Esse livro é encantador e a minha resenha não está fazendo jus a ele, eu sei. Mas meu Deus, como é difícil falar de um livro que a gente gosta né? Quero falar tanta coisa, mas não posso... Mas enfim, a relação dos amigos para com o Pedro é algo crível, principalmente a do Fit... Quero um amigo assim, sério. Sobre a Mayla, é uma personagem engraçada, esperta, inteligente e se mostrou muito amiga também. Cristal é estudante de física nuclear, anda em uma scotter e não tem nada das mocinhas convencionais e eu amei isso nela e o Pedro também, há o romance, mas não é o foco do livro... Mas foi o suficiente para me deixar satisfeita, se querem saber. Sobre os pais do Pedro, falei anteriormente que também tem como fundo a relação familiar, não tanto como A máquina de contar histórias e de uma forma/visão/direcionamento diferente. Amor de pais, é amor de pais... e às vezes tentam nos proteger, mesmo que pra nós filhos isso não fique muito claro ou não tenha explicação para alguns tipos de cuidado. É amor.

Apenas uma coisa me incomodou na mãe dele, ela fazia alguns comentários preconceituosos sobre a periferia, algo do tipo "Esse não é o lugar pra você" e tals... no final a gente até releva por causa de algo que aconteceu, mas nem todo mundo é igual. O nosso protagonista tinha uma visão diferente disso e não mudou após a reviravolta que acontece, esse foi um dos motivos que fizeram o Pedro se tornar um dos meus personagens preferidos da vida.

Sobre os detalhes: A capa é simplesmente maravilhosa, espetacular. A diagramação interna é a coisa mais perfeita da vida. Espaçamento maravilhoso, cada parte do livro (são cinco no total) e cada uma delas cita uma frase diferente e que faz muito sentido as respectivas partes.

Comentário final: Esse livro é incrível e surpreendente, tem reviravoltas, tem romance, tem amizade, família, autoconhecimento, mas nada é jogado ao vento para o leitor... O Maurício tem uma narrativa que é despretensiosa, mas que te fisga nas primeiras páginas e te faz devorar o livro. É simples, porém cativante, sabe?! Leiam. 

QUOTES: 
“Sua vida seguia assim: um grande e misterioso talvez.”
“Nossa vida é feita de um monte de momentos esquecíveis, entremeados por pouquíssimos inesquecíveis. Por que não darmos a nós mesmos o presente de tentar viver um inesquecível?”
“–Não existe compromisso maior do que a amizade, Pedro.”
“–Porque somos seus amigos. E se uma pessoa passar toda a existência sem fazer algo realmente excepcional por um amigo, a vida não terá valido apena...”
 


26 comentários

  1. Ainda não li nada do autor, mas a curiosidade é enorme e este livro aqui, apesar de ter adorado a capa, eu ainda não sabia do enredo e adorei saber que envolve um pouco de cinema e os bastidores dessa arte incrível. A deficiência do protagonista também me chamou a atenção e espero poder conferir o livro em breve. Como ainda não li nada do autor, eu não tenho como comparar com outros livros, o que eu acredito que pode ser positivo. Vamos ver, quero ler e pronto.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os livros do Gomyde são ótimos! Leia sim, você não vai se arrepender.
      Beijos

      Excluir
  2. Já conheço a escrita do Maurício e por isso devo imaginar que esse também é ótimo. E é claro que esse título está na minha lista de desejados desde seu lançamento. Sem contar que achei o trabalho dessa capa simplesmente lindo. Bom, e sua resenha também me deixou ainda mais curiosa para ler.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  3. Oie. Eu tenho curiosidade sobre esse livro e o tenho aqui desde o lançamento, mas fui adiando e não li. Gosto dessa ideia do maurício retratar um personagem com falta de visão, sou cega total e raramente vejo personagens com o problema, e quando encontramos os autores passam em uma visão bem ou super protegida demais ou como se o cego fosse alguém muito diferente, e pelo jeito maurício não tratou o pedro de forma diferente, com a viagem e tudo mais. Outro fato que você apontou e gosto muito é que o autor deu um super destaque para as amizades do personagem, sempre acho isso mais que interessante nos livros e o maurício arrasa, eu também amei a máquina de contar histórias. E essa viagem... sinto que um momento desses entre amigos promete. Em fim, só posso dizer que sua resenha me aguçou a vontade de passar esse livro na frente dos que tenho para ler.
    Adorei os quots, em especial esse: “Nossa vida é feita de um monte de momentos esquecíveis, entremeados por pouquíssimos inesquecíveis. Por que não darmos a nós mesmos o presente de tentar viver um inesquecível?”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O protagonista fica receosa, acho que é até normal esse baque. Mas ele supera e ótimo acompanhar isso.
      Espero que você goste da leitura!
      Beijos

      Excluir
  4. Li alguns livros do Maurício que não me agradaram muito, mas estão falando tão bem desse livro em especial, que fiquei curiosa! É muito bom saber que o autor progrediu na escrita, e sua resenha ficou ótima :DD

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Se eu morrer antes de você", vem conferir!

    ResponderExcluir
  5. Surpreendente! é um daqueles livros q te dão orgulho da literatura nacional *---*


    www.literaturaliteral.wix.com/litblog

    ResponderExcluir
  6. Oi, ainda não li nada do autor mais achei a premissa desse livro bem interessante e o fato dele ter uma doença degenerativa e não se deixar abalar com isso e mesmo assim seguir adiante com o sonho é incrivel, e parece ser um livro que fala de tudo um pouco, amor, amizade, familia, superação e aceitação. Parece ser ótimo. Boa resenha.
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Kamilla,
    Também achei esse livro surpreendente (belo trocadilho, não?). Entretanto, apesar de ter achado isso, sinto que o Maurício não explorou todo seu potencial na trama. Veja, o livro é muito bem escrito, mas senti falta de algo. Infelizmente, não sei dizer o que é, apenas que não estava lá.
    O Pedro foi um personagem que, em alguns momentos, não me convenceu completamente. O fato de a mãe ser preconceituosa também me irritou, mas até achei justificável pelo final.
    Enfim, adorei sua resenha e fico feliz que você tenha gostado tanto assim.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ooi,
    Desde o lançamento esse livro já me chamava muita atenção pela capa, mas quando li a sinopse ficou na cara que é um livro que eu vou amar. Ainda não tive a oportunidade de ler, mas sua resenha me deixou morta de vontade, de novo, então espero ler logo. Parabéns pela resenha, ficou ótima!
    Vitória Zavattieri
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Consegui parceria com autor, e li e resenhei esse livro lá no blog. E assim como você achei a estória surpreendente, nunca tinha lido nada do autor, e gostei do modo como ele conseguiu me envolver e me tocar com a estória do Pedro. Gostei muito do final, mesmo que de início eu tivesse desejado que tivesse sido diferente, mas foi justamente pelo final que fiquei tão encantada com a estória. Um livro muito, muito bom!

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá, desde que eu vi o lançamento desse livro eu tenho vontade de ler ele, pena que não tive oportunidade ainda, e agora a sua resenha me deixou mais curiosa ainda, com tantos comentários positivos fica difícil não se interessar nele!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, e acho incrível os comentários positivos sobre essa trama. Não me recordo de ter lido alguma resenha negativa, e todas sempre exaltam a narrativa do autor. Preciso acrescentar na minhas lista de próximas leituras.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  12. Oii!
    Sempre tive bastante curiosidade com relação aos livros desse autor: são muito recomendados! E isso sempre despertou meu interesse. Mas no caso desse livro a história não me atraiu, mas por conta de todos os elogios e você dizer que é maravilhoso talvez algum dia eu dê uma chance :)

    Beijão!
    http://loucaspaginasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oii!
    Sempre tive bastante curiosidade com relação aos livros desse autor: são muito recomendados! E isso sempre despertou meu interesse. Mas no caso desse livro a história não me atraiu, mas por conta de todos os elogios e você dizer que é maravilhoso talvez algum dia eu dê uma chance :)

    Beijão!

    ResponderExcluir
  14. Poxa, ainda n li nada do Gomyde :'( Mas é muito legal qnf o livro abrange tantos temas assim! Fiquei curiosa pra conhecer o Fit e saber o que aconteceu com o Pedro, haha
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Bem, esse livro está em uma das minhas metas de leitura do ano. Eu acho que vou ficar bem feliz lendo essa obra e to bem ansiosa pra ler. O unico fator que me impede, é o tempo e alguns publi editoriais. Já me falaram sobre a mãe dele fazer comentários preconceituosos e eu fico meio de cara com isso, mas ainda assim quero ler a história que sim, deve ser muito surpreendente haha beijo!

    http://anneandcia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Esse foi o primeiro livro que li do autor e me apaixonei por tudo (ressalva para o preconceito da mãe), gostei demais da amizade dos 4 na viagem deles e a viagem em si. Eu já leria o livro pela capa e por ter um grande foco em cinema, mas o resto do livro me arrebatou de uma forma *-*

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Kammy
    Olha ao contrário de você eu curti mais não tanto a Máquina de Contar Histórias, acho que fui com muita cede ao pote e no final ele não correspondeu as minhas expectativas, então sendo assim fiquei sem muita vontade de ler Surpreendente, mas agora lendo a sua resenha isso mudou, curti a premissa da obra, adoro cinema e a intencidade que você me passou me fez querer muito fazer essa leitura, beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá... tudo bem??
    A sua empolgação transbordou em mim, sério... eu adorei demais a sua resenha... eu ganhei esse livro de presente e não vejo a hora de poder ler e pegar o meu autógrafo... com o autor que vira e mexe está em sampa, mas acho que só vou encontrá-lo mesmo é na bienal... haja malas para tantos livros... achei a sua resenha maravilhosa e sei como é resenhar um livro que nós amamos, nada do que falamos parece fazer jus a obra, mas tenha certeza de que seu recado foi dado, eu adorei tudo que li... Xero!!

    ResponderExcluir
  19. OIe Kamilla, tudo bom???

    Todo mundo fala muito bem do Gomyde, mas ainda não consegui ler nenhum livro, sempre acabo passando, esse livro em especial, é muito bem elogiado, foi lançado na bienal, ele estava lá falando sobre, e autografando! O que por sinal, ele é muito atencioso.
    Eu gostei muito da premissa do livro, vamos ver se enfim eu vou ler algo dele, e me encantar com o livro como você.

    =)

    ResponderExcluir
  20. Olá!! :)

    Bem, fiqeui mesmo curioso!! Pareceu-me uma daqueles livros que mostram que o simples por vezes é o melhor e mais cativante!! :) Se te prendeu e te fez devorar o livro!!

    E tem diversos temas!! Adorei a história e os temas que aborda! :) Parece-me ter bastante por onde desenvolver...

    Ah! Adorei a última quote... <3 Muito verdade!! ahah

    Caramba, favoritos?!?! Vou mesmo ter de o procurar!!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  21. Olá!!

    Tenho muita curiosidade nesse livro. Só li O Mundo de Vidro do autor, logo no começo da carreira, gostei muito, bem leve e singelo. Como eu sou fã de romances, fico receosa quanto a esse pelo fato do foco estar em outro lugar, mas acredito que, pela sua resenha, o auto descobrimento do personagem me satisfaria!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  22. Olá

    Acho que essa é a primeira resenha que leio desse livro, adorei a premissa pela sua resenha o autor soube mesclar os elementos que constitui a história muito bem, uma coisa que gostei foi o fato do romance não ser o foco, nesse caso ao meu ver se tivesse sido talvez o resultado não fosse tão bom,já que você gostou muito do livro, já tinha vontade de ler e conhecer a escrita do autor e agora fiquei com mais vontade ainda.

    Bjss

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO