15/04/2016

RESENHA: Como eu era antes de você - Jojo Moyes

Como eu era antes de você

Autor(a): Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Edição:
Ano: 2013
Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.
Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.
Chorei e amei o livro... mas poderia ter chorado mais se não tivesse pegado spoilers :(

Em como eu era antes de você conhecemos a Louisa ou Lou, que tem 26 anos namora o Patrick - namoro que por sinal é bem água com açúcar, daquele tipo de namoro por acomodação e ela nem percebe muito isso. A Lou é a principal fonte de renda da casa dela, onde mora com seus pais, avô, irmã e sobrinho. Ela vivia sua vida rotineiramente, bem ZzZzz, trabalhava em um café... porém este teve que fechar. E ela, como era renda da casa, não podia ficar sem emprego. Tentou várias coisas até que surgiu a oportunidade de trabalhar como cuidadora na casa dos Traynors.  Eis que tudo muda. 

Ela teria que cuidar do Will Traynor, 35 anos, e que por conta de um acidente (atropelamento) ficou tetraplégico. Nós vamos conhecendo esse personagem junto com a Lou e entendo pouco a pouco o que se passa na cabeça do personagem. Ele perdeu a vontade de viver, visto que o que ele tem hoje não é viver pra ele. Will odeia ter que depender das pessoas, ter uma saúde falha, porque ora ou outra, adoece. Inicialmente o achamos bem chatinho, parece aquelas crianças mimadas sabe? Mas por tudo que eu disse, nós passamos a entendê-lo melhor. 

A Louisa começa a entendê-lo, mas mais que isso, ele faz com que ela consiga se entender. Consiga ver que ela é bem mais que aparenta ser. Coisa que ela não conseguia enxergar. Muita gente nas resenhas a fora coloca muito o foco em Will, não é pra menos, é impossível não gostar dele e se apaixonar. Mas a Lou é uma personagem tão carismática, que tem desafios reais com ela mesma e que passou por um momento bem difícil também. Outro foco que também merece ser retratado nesta humilde resenha é que a autora também deixou em evidência as relações familiares, nem tudo é perfeito, mas isso não quer dizer que não tenha amor. 

Demorei alguns dias (quase uma semana) pra resenhar esse livro, porque será? haha Sério, poucos livros ultimamente estão me fisgando ao ponto de querer ler o tempo inteiro. E Como eu era antes de você foi um desses. Não vou me prolongar muito nessa resenha e sei que ela não está nas melhores que já escrevi, é porque ainda me faltam palavras. Foi um livro que mexeu muito comigo, abordou não sou o fato do Will ser cadeirante e não quer conviver com isso, mas tudo a volta dele. O livro é narrado em primeira pessoa pela Lou, mas temos um capítulo escrito pela mãe, pai, enfermeiro do Will, o Nathan, e pela irmã da Louisa.

O final foi trágico. Chorei e chorei muito. Estou escrevendo essa resenha dias (muitos dias) depois e só de lembrar dá vontade de chorar. E cá entre nós, adoro finais que me fazem chorar, só fiquei desanimada porque já sabia o que ia acontecer. Mas me apeguei tanto que chorei de todo jeito. rs

Sobre os detalhes: A capa é maravilhosa, mas poderia ter tido algo que remetesse algo há mais a história. Como por exemplo uma abelha. rs A diagramação está perfeita e não encontrei nenhum erro de gramática.

Comentário final: Sei que falam muito desse livro, mas leiam sem tantas pretensões. E aproveitem todos os personagens e toda a história. Tenho certeza que irão curtir bastante, como eu o fiz. Se já o fizeram e não gostaram, leiam de novo que tá errado! (brincadeira hahah). 

 


9 comentários

  1. esse livro pqp!
    foi um que mais me chocou! eu chorei, mais eu chorei, mais eu chorei! aquele choro de escorrer coriza do nariz e tudo, de soluçar mesmo!
    Jojo criou o enredo de forma a mexer com as minhas emoções de tal forma que eu rezei por um milagre o livro todo! eu queria o final feliz, eu precisava dele pra continuar acreditando que Lou e Will seriam felizes, só que eu não consegui enxergar que a felicidade também é uma escolha e que o que é bom para uns não é para outros
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu queria muito esse final também. Chorei muito, mas como disse na resenha se eu não soubesse o que iria acontecer (e como) eu teria chorado bem mais.
      Beijos

      Excluir
  2. Olá,
    Putz eu peguei spoilers também, porque fui inventar de ler resenha do segundo livro HAHA curiosa que sou, me ferrei.
    Prevejo que deve acontecer que nem com A Culpa é das Estrelas quando li, um nózinho básico e o desmoronamento no filme HAHAHA eu chorei com filme, mas com o livro não.

    Ótima resenha. Ta na minha meta e mesmo sabendo, lerei.

    tenha um ótimo final de semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nana!
      Acho que o filme vai ser destruidor mesmo, tenho até medo! rs
      E leia o livro, mesmo sabendo o final, vai te emocionar. Pelo menos foi assim comigo.
      Beijos

      Excluir
  3. Olá Kamylla,

    Realmente foi um livro que mexeu muito comigo também, e eu achei o tema abordado pela Jojo Moyes muito interessante e ela tratou com muita delicadeza. Tiramos várias lições desse livro, relacionamento de família, escolhas de vida e aceitação.

    Parabéns pela resenha! =)

    http://www.booksimpressions.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Minha amiga me falou muito desse livro, disse que era muito bom, com a sua resenha me deu mais vontade de ler.
    Adorei ela e vou seguir sua dica, ler sem pretensões assim a gente aproveita mais a leitura.
    Beijos
    neversaynever-believe.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Tá vamos combinar que o filme não deixou NADA a desejar??? Serio, o que foi a interpretação da Louisi???? Gente que menina mais simples, inocente, com carisma. Ela me emocionou com tamanha humildade com que lidava com a situação. Sempre tao disposta a cada dia... AMEI! Inclusive o Depois de você achei maravilhoso,por mostrar uma nova Louisi,mais madura e endurecida pelo passado.Este por sinal foi odiado na maioria eu adorei.

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO