19/08/2016

RESENHA: Minha Metade Silenciosa - Andrew Smith

Minha metade silenciosa
Autor: Andrew Smith
Editora: Gutenberg
Páginas: 304
Edição: 1
Ano: 2014
Stark McClellan tem 13 anos. Por ser muito alto e magro, tem o apelido de Palito, mas sofre bullying mesmo porque é “deformado”, já que nasceu apenas com uma orelha. Seu irmão mais velho, Bosten, o defende em qualquer situação, porém ambos não conseguem se proteger de seus pais abusivos, que os castigam violentamente quase todos os dias. Ao enfrentar as dificuldades da adolescência estando em um lar hostil e sem afeto – com o agravante de se achar uma aberração –, o garoto tem na amizade e no apoio do irmão sua referência de amor, e é com ela que ambos sobrevivem.
Um dia, porém, um episódio faz azedar terrivelmente a relação entre Bosten e o pai. Para fugir de sua ira, o rapaz se vê obrigado a ir embora de casa, e desaparece no mundo. Palito precisa encontrá-lo, ou nunca se sentirá completo novamente. A busca se transforma em um ritual de passagem rumo ao amadurecimento, no qual ele conhece gente má, mas também pessoas boas. Com um texto emocionante, personagens tocantes e situações realistas, não há como não se identificar e se envolver com este poético livro.
Devo admitir que tinha expectativas em relação a esse livro e sinceramente, me surpreendi! 

O livro conta a história do Stark McClellan, um garoto alto (+1,80), mas que só tem 13 anos. Ele nasceu com Anotia, ou seja, nasceu sem uma das orelhas (a orelha esquerda) e por conta disso ele sofre bullying. O livro fala sobre Bullying? fala, mas é bem mais que isso. O Stark, ou Palito - como chamam, tem um irmão mais velho, o Bosten. Se tem uma coisa que posso dizer de antemão que eu amei nessa história foi a relação deles dois. A frase união entre irmãos nunca foi tão forte como apresentado nessa obra. 

Os irmãos McClellan sofrem MUITO não por serem muito altos, mas sim por terem uma família de MERDA. Sim, não adianta nosso protagonista sofrer bullying, ao invés dos pais ajudarem e auxiliarem fazem justamente o contrário. Certa vez o Bosten foi defender o Stark e bateu em um daqueles "fortões" e quando chegou em casa, o que aconteceu? Apanhou e não foi pouco não. Eram assim que os pais "resolviam" as coisas, eram assim que (des)tratavam os filhos. Sempre. Obrigavam aos filhos a seguirem protocolos ridículos, tais como assistir o irmão ser espancado, além do que apanhou ir pra um quartinho ficar "de castigo". É horrível.

Stark também tem uma amiga, Emily, com que ele sabe que pode confiar e que aos poucos vai descobrindo que ele pode nutrir algo há mais que amizade. O nosso protagonista também está na fase da puberdade, o que acarreta em algumas cenas que chegam a ser cômicas com os pensamentos e o corpo reagindo.

Esse livro foi uma surpresa enorme pra mim, comprei ano passado e não esperava me encantar tanto pela história como aconteceu. É uma história profunda, com vários pontos que emocionam e revoltam o leitor. Mas não se torna uma coisa pesada, por que o livro é narrado pelo Stark e ele só tem 13 anos. Contudo, devo adiantar também que há sim cenas (in)tensas, que fod* muito! Uma das grandes ápices da história é quando o Bosten some, após o pai deles fazerem uma merda por que o Bosten é quem ele é (não vou falar o que é, mas a visão do Stark sobre o irmão é sensacional), como eles são muito apegados afinal eles só tem um ao outro, o Palito vai em busca do irmão e nessa trajetória ocorre muitas coisas, muitos desafios e muitos conhecimentos. Acompanhar tudo foi incrível. E ok, devo admitir que chorei um pouco... O amor fraterno é muito singular e lindo.

Uma das personagens que não citei anteriormente é a Tia Dahlia, que aparece num momento da história e encanta todos. Conquista os nossos meninos e a nós, leitores. Impossível não gostar dela. Outros personagens que aparecem também é um casal de gêmeos, que de cara, viram amigos do irmãos McClellan.

Sobre os detalhes: Se vocês leram a resenha direitinho, sabem que o Stark não tem a orelha esquerda. E adivinhem o que a editora fez? Tirou a orelha esquerda do livro. E o que eu achei? Maravilhoso. O espaçamento está ótimo, o tamanho da fonte mais ainda. As folhas são amareladas. E a capa, tem a ver com a trama, antes de ler não me agradava tanto. Hoje a acho linda.

Comentário final: Eu sei que não consegui colocar tudo que senti na resenha, o livro é maravilhoso e eu simplesmente adorei. E vocês devem saber o quão difícil é externar quando a gente gosta muito né? :) Super indico, leiam e leiam esse livro! É ótimo. 

QUOTES: 

“– Viu? Eu falei pra você.
– O quê?
– Que você é o que é, Palito. Nada nem ninguém vão fazer você mudar.
Meu irmão sabia as verdades a respeito de tudo.”
“Acho que, às vezes, coisas que parecem muito importantes tomam outro aspecto quando a gente se vira e olha de novo alguns quilômetros adiante.”
“Bosten e eu nunca deixaríamos o mar nos separar e nos afogar. Nós dois sempre fomos tudo o que nós tivemos na vida.”


29 comentários

  1. Oi Kamilla, que resenha linda. Tem um tempinho que anseio ler este livro, mas sem motivo acabo adiando e adiando. E hoje você me lembrou deste livro lindo, obrigada. Beijos

    http://dicasdaisacereser.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá
    nossa, essa é a primeira resenha que eu leio desse livro e fiquei muito surpresa pela premissa. Achei ótimo o que a editora fez com relação a orelha esquerda do livro, é mesmo muito conveniente. Fiquei bem curiosa sobre o desenvolvimento do protagonista e que bom que tem apoio por parte do irmão.
    beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Eu já tinha visto esse livro antes, e sempre tive curiosidade de lê-lo (confesso que principalmente pela capa...hehe'). Eu adoro livros que ferram com o nosso emocional, sabe? kkkk' eu não sei por que gosto tanto de livros assim, onde os personagens sofrem tanto... Acho que o motivo é que eles sempre conseguem mexer comigo, sabe? Conseguem fazer com que eu sinta várias coisas ao longo da história, e eu gosto disso.
    Enfim, é um livro que eu sou doida para ler! Fico feliz que você tenha gostado dele :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi Kamilla!
    É a primeira resenha que leio desse livro e confesso que fui surpreendida. Não fazia ideia do que se tratava a trama. Mas aborda tantos assuntos importantes e delicados e pela sua resenha parece uma obra incrível. Parece que Andrew criou personagens fantásticos e complexos, além de retratar com maestria o abuso sofrido pelos meninos. Sem dúvidas é o tipo de livro que nos emociona do início ao fim.
    Já adicionei em meus desejados. :D

    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Que resenha incrivel.
    Eu lembro que quando o livro lançou eu vi bastante resenhas positivas a respeito, porém eu não lembrava muito sobre o que a história falava, adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  6. Olá Kamilla,
    Tenho muita vontade de ler esse livro, mas ainda não tive a experiência de fazer isso. Ter uma família de merda que não ajuda o próximo é terrível, ainda bem que não passei por isso, sempre tive o maior apoio, mas conheço quem não teve a mesma sorte que eu. A história me pareceu profunda só por sua resenha, ler o livro deve ser extraordinário.
    Achei muito legal a editora ter tirado a orelha esquerda do livro.
    Anotei a dica.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Não conhecia esse livro. Sua resenha está muito linda, bem explicada, sincera e você descreveu perfeitamente seus sentimentos em relação a obra e a leitura que você realizou. Não é muito meu estilo de leitura, mas se tiver oportunidade, darei uma chance ao livro, pois parece bem reflexivo. Obrigada pela dica. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá Kamila, adorei sua resenha. Eu adoro livros que mexem com nosso emocional e já gostei dele quando comecei a ler a sinopse. Saber que ele te surpreendeu me deixa animada para lê-lo também.
    Helô

    ResponderExcluir
  9. Eu já tinha ouvido falar sobre esse livro mais nunca tinha lido uma resenha e adorei a sua :) A sinopse ja me deixa com muita vontade de ler o drama me convence eu sinto que preciso saber ou ler o futuro desses dois meninos ou não vou ter um fim literário feliz kkkkkkk.
    Espero ter esses livros em mãos o quanto antes.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Opa, não é bom ler resenhas positivas, ainda mais vindo de você! Já tenho uma lista enorme de livros que quero ler e você ainda vem com essas resenhas toda empolgada, quer me levar à falência?! Haha Fiquei muito curiosa mesmo pra ler esse livro, ainda não tinha parado pra ler a resenha dele e agora que li a sua minhas expectativas foram lá no alto! Adoro quando o autor sabe criar bem os personagens, então é muito provável que eu goste desse livro!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Já tinha visto o livro mas não tinha lido nenhuma resenha. Achei linda essa união entre os irmãos isso faz com que analisamos nossa relação com os nossos. E que família horrorosa eles tem coitados, mas nos ajuda a refletir sobre a nossa e se merecem dar mais valor, pelo visto o livro nos ensina e muito.

    ResponderExcluir
  12. A sua é a primeira resenha que leio desse livro, Mas eu fiquei super interessada, eu adorei a sinopse e o que você contou sobre o livro

    ResponderExcluir
  13. Tem um tempo já que quero ler este livro porque muitas pessoas o citam como uma das melhores leituras de suas vidas. Não sabia que era narrado por um personagem de treze anos e isso me deixou empolgada e mais curiosa ainda.
    Quero muito ler!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Vi esse livro na livraria e já o adicionei entre os que desejava conhecer, mesmo sem ter lido nada sobre ele. Sua resenha é a primeira que vejo sobre a história e, nossa, estou encantada! Não sabia da condição do personagem, muito menos dos temas pesados que são abordados com sensibilidade no enredo. Amei e quero ler o quanto antes! Ah, adorei a genialidade da editora em retirar a orelha esquerda do livro.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá!! :)

    Eu não conhecia este loivro mas gostei muito de o fazer... :) Adorei a historia e fiquei mutio curioso depois da tua resenha tao pessoal e positiva! :)

    Bem, eu compreendo que e bem difícil quando adoramos assim um livro, ate porque e muito difícil deitar tudo ca para fora e transmitir bem o que sentimos!! :) ahah

    Ah! E adorei a quote do meio! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  16. Eu já tinha visto em algum lugar essa fato da editora ter tirado a orelha esquerda do livro (que coisa sensacional !!!!!) Curti muito a história do Stark e do Bosten (amor entre irmãos <333333333333) e fiquei curiosa para ler. E eu me pergunto o que se passa na cabeça dos pais que maltratam os seus filhos como os pais desses irmãos. Sério, eu fico com muita raiva disso.

    ResponderExcluir
  17. Kamilla, sua linda, tudo bem? Eu mal li o livro e já fiquei meio mal por tudo o que esses irmãos passam. Sua resenha ficou incrível e só posso dizer que fiquei MALUCA para ler ele. E essa sacada da editora de tirar a orelha esquerda do livro foi sensacional. Minha Metade Silenciosa está no topo dos desejados!

    beijos <3
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Kamilla, tudo bem?
    Nossa, esse livro parece ser intenso e deve exigir uma alta carga dramática pelo seu conteúdo forte. Como assim, cara? Os dois irmãos sofrem bulliyng e ao invés dos pais ajudarem, apoiarem ou fazer alguma coisa, simplesmente pioram a situação! Isso é terrível e não consigo imaginar como seria ter pais assim. Fico imaginando como o protagonista e o irmão irão lidar com tudo isso.
    Ah, achei muito genial a ideia da editora retirar a orelha esquerda para combinar com o personagem, que criativo! Com certeza irei ler um dia.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Já vi alguns comentários positivos sobe esse livro mas nenhum que me induzisse a lê-lo. Só essa sinopse já me deixou sofrendo, e muito, pelos irmãos e querendo esganar essa família. Dica anotada com fervor na minha lista de leitura, pois parece ser sensacional.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Eu já havia visto a capa desse livro antes mas não sabia sobre nada sobre a sua premissa. Depois do que você contou, nossa, imagino quão complicada deve ser a vida do personagem sofrendo bullying contante tanto no seio familiar quanto no colégio e ainda por cima for fatores que ele não consegue controlar. Caso eu tenha oportunidade com certeza lerei e espero gostar também.
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  21. Deve ser um livro um tanto difícil de ler, tenho certeza de que vou chorar horrores se ler!
    Já fiquei com dó desses irmãos, os pais que deveriam ajudar não fazem isso.. É de cortar o coração.

    ResponderExcluir
  22. My God!
    Digamos que farei um download agora mesmo, mediante à sua empolgação relacionada ao livro.
    Irei ler. Se gostar, vou te abraçar bem apertado.

    ResponderExcluir
  23. Amo livros que retratam o tema Bullying, e principalmente livros que são realistas! Me comovi apenas com sua resenha, imagina o que acontecerá quando eu ler o livro?
    Provavelmente as lágrimas irão cair, pois além de ser chorona, tenho uma irmã especial, e sei como é difícil para pessoas com qualquer tipo de deficiência encarararem a vida.
    Gostei do toque que a autora deu ao tirar a orelha do livro, e achei essa capa linda, principalmente esse título.
    Me entristeci imensamente ao ver que a família dele não o apoia, e pelo fato dele ser tão novinho. Espero que o livro tenha um final feliz, pois o personagem realmente merece.

    Beijinhos...
    Desencaixados

    ResponderExcluir
  24. Se o tema bullying já é por si só pesado feito a tonelada, imagina botar nessa receita maus tratos familiares, a fuga do irmão que não suporta mais a família e o protagonista saindo atrás dele em uma jornada? Certamente um livro que merece ser profundamente apreciado, ainda mais quando o seu narrador é um menino tendo que amadurecer e descobrir o mundo sozinho.
    Com certeza amarei esse livro!

    ResponderExcluir
  25. Não sabia muito sobre Anotia, mas fico feliz em começar a saber, fiquei curiosa para saber mais. Eu adoro os livros que focam na família, como nesse caso mostrou a união dos irmãos e os conflitos familiares, achei ridícula a maneira como criam seus filhos, os humilhando na frente dos outros, com certeza isso me irritaria! Achei bacana a editora não colocar a orelha no outro lado do livro! Quero ler e me emocionar também

    ResponderExcluir
  26. Oi, tudo bem?
    Faz tempo que tenho curiosidade com esse livro, mas eu não sabia nada sobre ele. Achei interessante essa coisa de Anotia, porque até agora não conhecia isso é eu gosto de histórias que abordem o bullying. Mas além disso, eu fiquei muito animada ao ver que a união entre os irmãos é muito grande, deve ser lindo acompanhar. Enfim, parece ser um livro incrível mesmo e achei muito legal a editora tirar a orelha do livro.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Eu não conhecia o livro, mas os temas abordados na história são bem interessantes e devem mexer com o leitor. Eu como mãe acho absurdo como alguns pais tratam os filhos e isso se reflete muito no que eles vão ser como adultos. É por isso que vemos tanta gente intolerante e sem amor ao próximo.
    Adorei a sua resenha. Espero poder ler o livro em breve.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  28. Oi!
    Já tinha visto esse livro antes mas nunca parei para ver sobre o que era a historia e ela me surpreendeu, esse parece ser um livro bem pesado o que a resenha acabou me surpreendendo, dendo e com uma grande carga de sentimento e achei lindo essa relação dos irmãos, me deixando curiosa para poder ler !!

    ResponderExcluir
  29. Exatamente, me senti assim depois de terminar a leitura, fiquei fascinado pela escrita, pelos personagens, pela verdade que essa estória passa para o leitor, o autor entrou para a lista dos favoritos e já estou com os outros lançados por ele aqui no Brasil para ler, é uma leitura mais que recomendada, a sacada de fazer o livro sem a orelha foi genial, dá para perceber todo o cuidado com a edição.

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO