09/09/2016

RESENHA: Belgravia - Julian Fellowes

Belgravia
Autor: Julian Fellowes
Editora: Intrínseca
Páginas: 432
Edição: 1
Ano: 2016
Ambientada nos anos 1840, quando os altos escalões da sociedade londrina começam a conviver com a classe industrial emergente, e com um riquíssimo rol de personagens, a saga de Belgravia tem início na véspera da Batalha de Waterloo, em junho de 1815, no lendário baile oferecido em Bruxelas pela duquesa de Richmond em homenagem ao duque de Wellington.
Pouco antes de uma da manhã, os convidados são surpreendidos pela notícia de que Napoleão invadiu o país. O duque de Wellington precisa partir imediatamente com suas tropas. Muitos morrerão no campo de batalha ainda vestidos com os uniformes de gala.
No baile estão James e Anne Trenchard, um casal que fez fortuna com o comércio. Sua bela filha, Sophia, encanta os olhos de Edmund Bellasis, o herdeiro de uma das famílias mais proeminentes da Bretanha. Um único acontecimento nessa noite afetará drasticamente a vida de todos os envolvidos. Passados vinte e cinco anos, quando as duas famílias estão instaladas no recente bairro de Belgravia, as consequências daquele terrível episódio ainda são marcantes, e ficarão cada vez mais enredadas na intrincada teia de fofocas e intrigas que fervilham no interior das mansões da Belgrave Square.
Uma grata surpresa!
Belgravia é um romance de época, cheio de surpresas. 
Em 1815 começa a história e é pelo que acontece nesse ano que o restante da trama irá se desenrolar. É nele que conhecemos e temos a primeira impressão dos personagens. Conhecemos a Sophia Trenchard que é uma jovem, destemida, bela e apaixonada... mas que é filha de um comerciante, que naquela época nunca se casaria com alguém de títulos. Mas quem disse que a sociedade pode determinar a quem e como amar? Ela se envolve com o Lorde Bellasis. Nunca a família Trenchand foram convidados a ir em um baile, mas graças a Sophia isso acontece. O Edmund Bellasis consegue o convite para os três, para o baile oferecido por sua tia. Eis um grande acontecimento e não foi o baile, mas no mesmo dia, um pouco mais tarde do início do evento... Napoleão e suas tropas invade o país e a maioria dos convidados, dentre eles o Edmund, irão ter que lutar. Depois disso, tudo muda. Se você imaginava que a trama iria se desenrolar na relação "impossível" entre o Lorde e a filha do comerciante, desconsidere isso. Totalmente. Antes do baile, Sophia casou escondida com o Edmund, e descobriu no dia do baile que era um amigo dele que haviam efetivado o casamento, de imediato ela juntou as peças e teve certeza que tudo não passou de uma farsa dele, pra poder tê-la.  

O Lorde Belassis faleceu na batalha... e a Sophia pouco tempo depois do falecimento do Edmund descobrira que estava grávida e veio a falecer no momento no parto. Os pais da Sophia, Anna e James Trenchard, resolvem levá-la para longe, pra poder ter o filho e assim não manchar a imagem dela. Após o nascimento (e morte de Sophia) já haviam acordado dar a criança para um casal conhecido dos Trenchard. 

Em 1840, anos se passaram desde do falecimento do casal (Sophia e Edmund). A Sra Trenchard, Anna, encontrou a mãe do Lorde Bellasis e por ela sentiu uma empatia, visto que a mulher tinha perdido seu único filho. E resolve contar o segredo de anos. A história como um todo gira em torno desse segredo, que antes era só dos Trenchards, depois também vira dos Bellasis. E deixa a dúvida em toda sociedade daquela época pelo interesse dessas famílias.

Esse é o maior segredo das famílias, mas também a chave mestre pra por fim em todas aflições, dores, desentendimentos e mal entendidos. Esse é o prato principal da trama, mas o autor foi muito feliz em toda a construção da trama... então caro leitor, não é apenas isso que encontramos em Belgravia. Tem um pouco de tudo, tem ódio, drama, suspense, outros segredo, escândalos e romance.

Devo admitir que sempre que leio um romance de época fico ansiando por um romance arrebatador entre dois mocinhos, uma trama clichê? sim, eu gosto. Mas esse livro foi bem mais que isso, tem romance proibido sim, mas não é o foco... O autor te apresenta tanta coisa que você mal percebe a falta de romance no livro e quando enfim acontece, você fica suspirando. E antes que perguntem, o romance é entre o Charles Pope e Maria Grey, uma jovem audaciosa e que não abaixa a cabeça por que é mais conveniente pra sociedade ela casar por status e não por amor. É do tipo de personagem que você gosta de cara, inteligente e determinada. 

Belgravia é um livro ótimo de ser lido e apreciado, tem personagens ótimos, bem construído e reais. Você consegue visualizar defeitos, mas você vai gostar deles do mesmo jeito, afinal são humanos. A ambientação também está impecável, o que é um ponto importantíssimo, já que se trata de um livro de época. A narrativa como um todo é viciante. 

Sobre os detalhes: A capa é linda, com detalhes mais lindos ainda. O livro tem 432 páginas, divididos em 11 capítulos - que inclusive a Intrínseca publicou os capítulos separados em e-book. Geralmente capítulos extensos me deixam um pouco cansada e isso não aconteceu com Belgravia. O espaçamento interno está ótimo, e não encontrei nenhum erro de digitação ou gramática. 

Comentário final: Indico a todos. Se você gosta de romance de época, vai amar, mas se não curte muito vai gostar também, porque a trama está bem recheada e vai conseguir te fisgar.

UPDATE: Mudei algumas coisas, porque reclamaram de algumas informações, mesmo elas não sendo spoilers. 


24 comentários

  1. Oie!
    Não sou muito fã dos romances de época, mas esse livro me chamou muito atenção por conta das tragédias e do amor proibido, vou procurar saber mais sobre e vou coloca-lo na lista de futuras leituras.
    Beijos, Lari.
    segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Kamilla,
    Estou super ansiosa para ler esse livro! Eu adoro histórias de época e gostei muito da premissa dele. Já está na minha lista de leitura.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!

    http://www.booksimpressions.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, estava bem curiosa para ler uma resenha desse livro, pois amo romances de época. Esse me parece um pouco diferente dos últimos que tenho lido, por ter uma pegada mais histórica. Pela sua resenha, certamente é uma leitura da qual eu iria gostar, pois tem um pano de fundo interessante e personagens que já chamaram a minha atenção só pelo que li na resenha.

    ResponderExcluir
  4. Oii Kamilla, tudo bem?
    Eu nunca li nenhum romance de época por eles não me interessarem muito, mas eu me animei para ler Belgravia porque eu achei a capa LINDA e a historia falou "Opa querido, vem me ler" heheeh. Alguns amigos meus receberam e leram e simplesmente amaram!

    Adorei sua resenha!
    Beijos!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Capítulos grandes demais também me deixam muito cansada, por isso que nas histórias que estou escrevendo prefiro manter uma média menor. Esse é um livro que tenho visto bastante resenha, e todas as opiniões são muito positivas. Muito legal saber que livro não se foca no romance e que a gente mal sente falta dele, gosto de livros com tramas tão envolventes que a gente acaba se esquecendo de algumas coisas. A capa é realmente linda e bem diferente.
    Um abraço!

    https://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Kamilla! Tudo bem!
    Amo romances de época e esse está na minha lista! Amei sua resenha e não vejo a hora de começar a ler! Esse autor é novidade para mim, então estou super curiosa quanto a escrita e narrativa dele! Dica anotada, já faz tempo! rsrsrs
    Bj

    ResponderExcluir
  7. Eu li esse livro fazem poucos dias e estou encantada com todo o enredo. Achei tudo muito bem feito e a edição está lindíssima. Só acho que na sua resenha tem muito spoiler, eu que já li não me incomodei de ver a sua resenha, mas se ainda não tivesse lido e começasse a ler eu ficaria bem chateada, por exemplo por descobrir que Sophia estava grávida, ou que morreu pouco tempo depois da batalha, acho que detalhes como esses devem ser desvendados durante a leitura para que se aproveite melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beatriz!
      Não é spoiler porque é no começo do livro e se faz necessário para entendimento da trama. Não faria sentido dizer que o livro começa focando no casal, depois o foco muda pro Charles. Já assim se subtende a ligação entre as famílias. E se você procurar, vai ver muitas resenhas do mesmo jeito. Mas, de qualquer forma, obrigada pelo toque. Vou tentar mudar algumas palavras!
      Abçs

      Excluir
  8. Olá Kamilla,
    Já li esse livro e me encantei com tudo. entretanto, acho que descobrir que o Charles é filho dos dois é algo que pode estragar a vontade de ler. Claro que isso nos é revelado no começo da trama, mas é uma revelação que faz nosso coração ficar na boca.
    Adorei todos os personagens, eles me cativaram muito, mas tive uma relação de ódio com o John Bellasis, você sentiu isso? Achei ele beeem machista.
    No mais, fiquei bem contente por você ter curtido a leitura, mesmo esperando algo diferente.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Oii Kamilla, tudo bem? Esse livro é tão maravilhoso <3 Foi uma leitura que me fisgou desde a primeira página, e eu quase não conseguia parar de ler. Vou ficar muito feliz se o autor fizer uma serie do livro! haha. Fiquei feliz em saber que gostou tanto também! *-----*
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Não tem como ignorar sua resenha, flor. Está bastante completa e consegue expressão não apenas a premissa do enredo, mas também suas opiniões positivas sobre a leitura. Eu não sou fã de literatura de época, mas gostei bastante da ousadia e do talento do autor ao apresentar cenários e contextos tão coerentes com o período histórico descrito.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi, Kamila!!
    Adoro romances de época!! E estou muito curiosa em relação a esse livro. Primeiro a capa é maravilhosa, segundo é um romance de época, terceiro a sinopse chamou minha atenção e quarto sua resenha despertou ainda mais minha vontade de ler esse livro!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  12. Oi, Kamilla, tudo bem ?
    Livros de época fazem meu estilo, com certeza! E com todas essas qualidades que você citou sobre Belgravia, fica muito fácil querer lê-lo o quanto antes, rs.
    A capa é maravilhosa mesmo, admito que capas assim, ganham o meu coração.
    E Maria Grey, estou naquela "nem conheço e já considero", haha.
    Sua resenha está maravilhosa e claro, preciso muito desse livro!

    Beijos,
    Késsia Oliveira
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Parabéns pela resenha. A história é super intensa e romances de época sempre me encantaram. Quero ler esse livro. Obrigada pela dica!
    Uma vida literária

    ResponderExcluir
  14. Olá!! :)

    Eu já ouvi falar imenso deste livro e fiquei muitíssimo curioso ainda que não seja grande fa do género... :)

    Mas ianda bem que gostaste! Que a narrativae viciante e que o mundo e as personagens são bem construídas!! :) Ameia tua resenha, mesmo!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  15. Olá! A cada vez que vejo uma resenha desse livro em um blog fico mais curiosa. A princípio não seria uma história que costumo ler, mas parece bem interessante. Bom saber que superou suas expectativas dos clichês. ;) Parabéns pela resenha!

    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olha confesso que não sou grande fã de romances de época, mas sinceramente sua resenha me deixou imensamente atraída por esse livro, e fiquei ainda mais feliz por saber que o livro aborda ainda mais temas do que o romance, é bom saber que do.livro não fica girando unicamente em torno de um romance, fazendo a historia ficar cansativa... Vou adicionar na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  17. Oi Kamilla,
    Já li algumas resenhas sobre esse livro e fiquei bem curiosa para ler. Mas confesso que como agora sei o segredo das famílias isso me tirou um pouco a vontade de ler, porque estava bem curiosa para descobrir o que era. Mas ainda quero saber o que aconteceu com o filho deles, então, acho que vale a leitura.
    beijos

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Oi. Bem, não sou muito chegado a livros de romance de época mas quando falam de "Amores Proibidos" já desperta uma curiosidade em mim, gostei muito.

    ResponderExcluir
  20. Eu estou entrando agora no mundo dos romances de época, então tem alguns que me chamam mais a atenção do que outros. No caso de Belgravia, não fiquei muito empolgada ao ler sua sinopse - o que mostra que muitas vezes a gente precisa ir um pouco além dela antes de decidir.
    Sua resenha me deixou curiosa. Gosto quando os personagens mostram defeitos e mesmo assim são apaixonantes - isso torna eles mais humanos e perto do real, coisa que gosto muito. A ambientação também é algo importante e é bom ver que ela está boa nesse livro.
    Eu não sou daquelas que me incomodam com capitulos grandes, mas entendo o que você quer dizer e, quando o texto está bem escrito e a gente não nota isso, é sinal de que a história merece muito ser lida.
    Não estava, mas agora entrou na minha lista...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  21. Não curto muito romances, mas se eu leio algum livro do gênero, a maioria envolve romances de época, são muito bons e eu gosto da ambientação. É muito bom saber que os personagens são mais reais e fáceis de nos identificarmos com ele, pois a maioria dos romances de época acabam exagerando na "perfeição" dos casais, deixando o romance muito irreal. Fiquei curiosa com esse livro :)

    ResponderExcluir
  22. Quase não li romances de época e estou querendo mudar isso. Bem trágica essa historia, chato isso de não ter posses não consegue um pretendente de porte, esse parece ser bem diferente com esse casamento falso e uma gravidez logo no começo.

    ResponderExcluir
  23. Nunca li nenhum romance de época, e estou querendo muito ler. Pensei em começar com a série Bridgertons, já que todos gostam dela. Não conhecia esse livro e achei bem interessante, principalmente porque não foca nesse romance proibido e nem tem clichês. A capa realmente é muito bonita.

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO