16/09/2016

RESENHA: Esposa 22 - Melanie Gideon

Esposa 22
Autor: Melanie Gideon
Editora: Intrínseca
Páginas: 396
Edição: 1
Ano:2012
Alice e William Buckle se casaram apaixonados. Mas, dois filhos e quase vinte anos depois, Alice está entediada. Por isso, quando recebe um convite por e-mail para participar de uma pesquisa on-line sobre casamentos, ela aceita num impulso. Respondendo às perguntas enviadas por um pesquisador anônimo e carismático (Pesquisador 101), Alice (Esposa 22) tem a oportunidade de reexaminar a história do próprio relacionamento.

                                 Um bom livro sobre uma mulher com o relacionamento desgastado.

Em Setembro Alice estará em seu ano crítico, pois fara 45 anos, tendo a mesma idade que sua mãe tinha quando morreu. William era seu chefe, mas entre olhares e beijos, os dois se casaram e tiveram dois filhos: Zoe e Peter, e a mulher percebe que seu casamento não esta bom, falta comunicação e atitude de ambos para voltar a ser como era antes.

Olhando em seu e-mail, Alice é avisada que foi convidada para participar de uma pesquisa sobre casamentos, e logo esta usando o pseudônimo Esposa 22 para se comunicar com o Pesquisador 101, respondendo algumas perguntas por vez, mas essas conversas se tornam uma maneira da protagonista se expressar, e os dois ficam íntimos

Como plano de fundo temos o casal lidando com seus filhos, Alice acha que Peter é gay, o que parece mais é com o desejo da mãe não querer dividir seu filho com outra mulher. Zoe parece ter transtorno alimentar.

Iremos acompanhar essa família em busca da felicidade de anos atrás. Não só William e Alice estão desgastados, mas toda sua família está com uma falta de comunicação e falta de atitude para voltar a ser como era antes, percebemos de imediato que a intimidade da família esta péssima em diversas situações.

Temos vários personagens secundários, como as amigas de Alice, inclusive um casal de amigas homossexuais, e também o Jude, que supostamente traiu Zoe. A protagonista mantem um grande contato com as amigas e pede conselhos a elas.

Com o tempo William é demitido após falar o que não devia em uma reunião, e a situação fica difícil. Alice conversa com o Pesquisador 101 e logo estão trocando informações e as perguntas do teste ficam mais pessoais, os dois acabam criando um envolvimento, Alice terá que fazer algo para reconstruir seu casamento.

Temos dois pontos negativos que atrapalharam um pouco a leitura: Primeiro são as expectativas, eu achava que seria um livro engraçado, mas me vi diante de uma história que se explorarmos a fundo percebemos que é triste. E também o casal não se preocupa com os outros setores do casamento e colocam o sexo como a base de seu relacionamento, o que fez algumas cenas serem bobinhas. Não, esse livro não é explicito.

Mas além disso a leitura flui e a autora soube me envolver com os personagens, suas vontades e seus medos, alem de me fazer refletir sobre a família e sobre o casamento que muitos acham que é perfeito, mas sempre tem alguns empecilhos.

Alice consegue te conquistar e te deixar com raiva em vários momentos, pela maneira como se envolveu com um Pesquisador. O Pesquisador 101 é um mistério, mas no meio do livro a autora deixou uma brecha, e como prestei bastante atenção não tive muita surpresa no final. William é o que mais se esforça para seu casamento dar certo, mas também não se mostra muito coerente, Peter e Zoe foram pouco explorados

Comentário Final: Uma leitura simples, uma história que precisava ser mais complexa, mas é gostosa de acompanhar e as páginas rolam com facilidade, não leia com tantas expectativas nem esperando um livro engraçado.


4 comentários

  1. Oi Maria! :D
    Já li algumas resenhas desse livro e a grande maioria são positivas, mas ao ler sua resenha percebi que alguns pontos sobre essa história irão me incomodar durante a leitura, principalmente a parte dela se envolver com um Pesquisador, outro ponto é o de não explorarem os filhos do casal.

    Beijos e até logo! ;)

    ResponderExcluir
  2. Oi, Maria !!
    Achei interessante o livro!! Gostei da resenha mais infelizmente não sei se pintou a vontade de ler!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  3. Sempre tive uma vontade de comprar esse livro, achei que seria muito engraçado e daria muitas risadas, mas pelo visto não é bem isso. Realmente a comunicação e a atitude são muito importantes em um relacionamento, acho que aprendemos algumas coisas com esse livro.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, sempre vejo esse livro quando vou comprar livros! Nunca tive a coragem de comprar, mas sempre me interessou. Também pensei que era engraçado, pelo menos não terei expectativas tão altas com relação a ele. Pelo menos ele fala bastante de relacionamentos familiares, o que é interessante.

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO