21/10/2016

RESENHA: A Teoria de Tudo - Jane Hawking

A Teoria de Tudo
Autor(a): Jane Hawking
Editora: Única
Páginas: 447
Edição: 1
Ano: 2014
A história de Stephen Hawking é contada pela luz da genialidade e do amor que não vê obstáculos. Quando Jane conhece Stephen, percebe que está entrando para uma família que é pelo menos diferente. Com grande sede de conhecimento, os Hawking possuíam o hábito de levar material de leitura para o jantar, ir a óperas e concertos e estimular o brilhantismo em seus filhos entre eles aquele que seria conhecido como um dos maiores gênios da humanidade, Stephen.
Descubra a história por trás de Stephen Hawking, cientista e autor de sucessos como Uma breve história do tempo, que já vendeu mais de 25 milhões de exemplares. Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos, enquanto conhecia a jovem tímida Jane, Hawking superou todas as expectativas dos médicos sobre suas chances de sobrevivência a partir da perseverança de sua mulher. Mesmo ao descobrir que a condição de Stephen apenas pioraria, Jane seguiu firme na decisão de compartilhar a vida com aquele que havia lhe encantado. Ao contar uma trajetória de 25 anos de casamento e três filhos, ela mostra uma história universal e tocante, narrada sob um ponto de vista único.
Stephen Hawking chega o mais próximo que alguém já conseguiu de explicar o sentido da vida, enquanto Jane nos mostra que já o conhecia desde sempre: ele está na nossa capacidade de amar e de superar limites em nome daqueles que escolhemos para compartilhar a vida. O livro que inspirou o emocionante filme A Teoria de Tudo.
É bom, mas poderia ser bem melhor... 

Stephen Hawking (como o wikipédia pode descrever: é é um físico teórico e cosmólogo britânico e um dos mais consagrados cientistas da atualidade), você pode não conhecê-lo, mas certamente já ouviu falar dele. O físico é portador de esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma doença degenerativa que paralisa os músculos, mas não atinge o celebro e não tem cura. Essa é uma breve explicação de quem é o Hawking e da sua doença, mas não achem que o livro é só sobre isso.

O livro inteiro é narrado pela ex-mulher do físico, a Jane... ela conta todos os momentos, desde o conhecer até a separação dos dois, passando pelas superações, dificuldades, filhos, medos e aflições que ela se deparou no meio do caminho. A Teoria de tudo é versão resumida de um livro de memórias da própria Jane e isso ela deixa claro no final, creio que seja por isso que o livro não me convenceu tanto.

A história do Hawking é incrível, passar por tudo isso e ainda ter força e determinação para se tornar um dos cientistas mais renomados do mundo, não é pra qualquer um. Tem gente que por menos desiste no meio do caminho. Mas pra mim a Jane não conseguiu me cativar com suas palavras, pelo contrário, me deixou com sono... Ela divagava em muitas partes, se estendia em outras e tudo isso se tornava muito cansativo. O livro tem quase 500 páginas, imagine como fiquei? Claro que o livro não foi de todo ruim, há cenas apaixonantes e encantadoras. Outras que você fica com o coração na mão por eles terem passado por certos momentos.

Outra coisa que me incomodou foi que tudo que diz respeito a este livro e ao filme, diz que é a história dos dois, mas a Jane ela foca muito em si. No começo do livro o Stephen mal aparecia, era só a Jane contanto que viajou pra isso e aquilo, tanto que comentei no instagram se isso mudava, porque olha... fiquei com raivinha. rs Em algumas partes ela remete que ele é frio e distante, não estive presente com eles, mas desde o começo da relação ela meio que remete à isso, culpa a física e isso e aquilo. Isso me irritou. Em uma cena ela descreve que ele a pediu em casamento e isso não teve nenhum destaque, foi como se uma informação fosse jogada pra você. Ele me pediu em casamento. Ponto. 

Vejam bem, não estou diminuindo a Jane e nem a história, mas a forma que ela escreveu (ou que traduziram? rs) não conseguiu me fisgar, contudo não posso de forma alguma diminuir a história deles dois e mais que isso, tudo que a Jane fez e quão incrível ela foi com ele. Abdicou de muita coisa pra cuidar dele e estar presente. Eles tiveram três filhos, Robert, Lucy e Tim... que segundo ela, são inteligentíssimos (mas é mãe é mãe, fica ai a dúvida rs). Há várias outras pessoas que passaram e tiveram destaque na vida dos Hawking e outros que estiveram presentes, mas era melhor nem estarem - já fiquei com uma antipatia pelos pais do Stephen, são egoístas sabem? não pensaram verdadeiramente no filho. Já os pais da Jane foram incríveis, ajudaram muito em todos os momentos. 

É um livro de memórias da Jane, que ela conta as memórias dela e da vida que ela partilhou por anos ao lado do Stephen. Os dois já se separaram e ela conta como foi, adianto que foi algo que me deixou chateada com Jane... Sei que ela é humana e tinha direito de viver pra si, mas havia outras maneiras de fazer as coisas. O Stephen tem uma doença degenerativa que atinge os músculos e não o cérebro, podia ter sido um pouco mais madura e conversado. Mas somos humanos e falhos, o que mais se encanta em biografias/memórias é que os personagens são reais, erram, caem, aprendem e nos fazem aprender também. 

Sobre os detalhes: Achei a fonte boa, mas poderia ser um pouco maior, afinal o livro já é extenso com fonte pequena... A capa é linda, o espaçamento está ótimo e não encontrei erros de digitação e nem ortografia.

Comentário final: O livro tem uma história incrível e apesar dos pesares vale a pena ser lido. É sem dúvidas alguma uma história inspiradora. 


27 comentários

  1. Oi, Kamilla!
    Acho a história do Stephen interessantíssima, mas achei o filme entediante! Minhas esperanças eram que o livro fosse melhor :/ Pelo que eu entendi, pareceu realmente mais um desabafo da Jane de como foi viver com ele e tudo mais, mostrando o lado dela da história, que não necessariamente representa a história como um todo. Não achei o relato dela muito confiável (percebeu que os pais dela parecem ótimos e os pais do Stephen horríveis?), então por essas coisas, não leria mais o livro não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciana, não tinha levado pra esse lado... mas você falando realmente faz sentido. De fato o relato não é muito confiável, apesar de ter ajudado o Stephen, ela pensa muito em si e só.
      Abraços

      Excluir
  2. Olá,Kamilla!
    Gostei muito da sua resenha, do seu ponto de vista do livro.
    Vi o filme e adoreiiiii. O filme mostra o quanto os dois foram muito fortes em relação a doença. Sofri com a separação deles. Pensei em ler o livro por causa do filme, mas depois de ler sua resenha, me desanimei um pouco. Estou com o livro emprestado aqui, é da minha filha, talvez eu leia.
    Abrçs

    ✿Blog: Autora Marcia Pimentel✿ ✿Instagram✿ ✿Twitter✿

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Adorei poder conferir sua resenha. Eu também já fiz essa leitura e gostei, apesar de não ser tudo que eu esperava, talvez tivesse muitas expectativas. Sobre a fonte, poderia ser maior mesmo, eu demorei mais do que o normal para finalizar. A Jane foca mesmo muito nela, e é verdade, é bom, mas poderia ser melhor. Eu vi o filme e prefiro ele, por conta das explorações de outros aspectos.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  4. Olá. quando eu ouvi falar desse livro pela primeira vez em um blog literário eu fiquei doida prs te-lo. Eu precisava! Mas com o tempo fui lendo críticas bem parecidas com a que você apresentou aui. É bom, mas poderia sef melhor. Hoje eu não sei se eu leria, afinal sempre um melhor entra na frente dele na fila, mas quem sabe um dia?

    ResponderExcluir
  5. Kamilla!
    Já vi muitos comentários detonando a Jane, mas acredito que o livro seja uma ótima oportunidade para entendermos o lado dela e tudo o que passou ao lado do gênio, concorda?
    “Com a sabedoria aprendemos a ser tolerantes.” (Henry David Thoreau)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  6. Quem leu o livro lá no blog foi um dos colunistas e conversando com ele sobre o livro, ele disse que parece que o livro veio para mostrar uma Jane mais compreensiva do que é, mesmo sendo humana, ele ficou com a sensação de que era tudo colocado de forma para ela não parecer tão culpada ou errada pelo que fez. Eu acho que deve ser uma situação super difícil de se lidar - e eu não sei se teria forças para isso - mas uma coisa que precisa ser levada em consideração é o que você comenta, o problema dele é físico e o que não evita uma conversa e tal. Enfim, não sei... É meio como você disse, ela se apresenta distante no começo e depois reclama que ele é. Acho que a história deveria ser contada por uma outra pessoa, levando os dois lados em consideração. Acho que isso deixaria tudo mais real e sem pender para lado nenhum...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    tenho muita vontade de ler o livro, já que assisti ao filme e gostei muito!
    bela resenha!
    bjs
    lendocomela.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Acho a história de vida do Hawking incrível, mas tenho um pezinho de receio com este livro, porque ele foi escrito pela ex e acredito que não seja imparcial.
    Preciso conferir o filme, porque até hoje não vi.
    Parabéns pela parceria, que os dois lados ganhem muito com isso e que o blog fique recheado de divulgações maravilhosas e resenhas instigantes!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Não sou muito chegada em livros biográficos, acho que eu sou uma pessoa que prefere fugir da realidade. Mas uma pena que o livro não é tão ótimo assim. De qualquer maneira, acho que seria bem interessante conhecer um pouco mais da história desse físico pelos olhos de outra pessoa. Adorei a resenha.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    A premissa do livro é bem interessante e me chama mais ainda atenção pelo fato de já ter convivido no meio científico. Sou formada em Química e quero muito ler a obra.
    Sei que as vezes tal assunto seja meio difícil de cativar, mas acredito ser uma excelente leitura. Ver quanto Jane abdicou de sua vida em prol de seu marido e para o sucesso dele me faz pensar em quantas Janes por ai existiram e que fizeram o mesmo, afinal o cenário nunca foi muito propício à mulher nesse ramo.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi tudo bem? Eu tenho o filme em casa me ainda não assisti. Tbm não li o livro ainda mais acho que todo mundo conhece um pouco da história dele é admiro muito.
    Não sabia que o livro era escrito pela visão da ex esposa e acho que or ser mais a visão dela talvez eu tenha difícil também em me convrncer sobre algumas coisas e por enquanto vou assisitir só o filme o mesmo.

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Já vi o filme e achei ele muito bonito. Tenho o livro, mas não tenho vontade de lê-lo, acho que por ser uma história dele contada na visão dela, a figura dela é ainda mais visível, claro que sim, ele deveria aparecer mais. Mas como tem toda a narrativa dela, já era visível pesar mais a visão dela num todo.
    Beijos, Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi.
    Me emocionei logo com a sinopse.
    Mas me desanimou um pouco saber que é o relato somente do ponto de vista dela. Realmente imagino que ela tenha tentado justificar suas escolhas, é uma coisa da natureza humana.
    Um dia eu vou ler, mas tenho que me preparar psicologicamente. Pois sabemos que é um estória triste e real ainda por cima. Definitivamente tenho que estar inspirada.

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Eu fiquei muito animada quando vi esse livro, porque acho o. Stephen uma pessoa admirável e queria saber um pouco sobre a vida dele, mas a leitura foi muito cansativa, a narrativa é tediosa e o livro extenso. No entanto, ainda vale a pena ler, dá para conhecer um pouco sobre a vida do casal e é interessante também acompanhar a doença.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  15. Tenho vontade de ler esse livro, mas agora fiquei um pouco desanimada não gosto de leituras cansativas e ele tem muitas páginas. Embora algumas partes devem ser interessante, sobre a doença e muito outros assuntos que devem ser abordados e parece nos passar alguns aprendizados.

    ResponderExcluir
  16. Tá, chocada aqui, a versão resumida de um livro de memórias da própria Jane?? E isso porque o livro é bem grande... Não tenho vontade de ler. Não curto muito esse tipo de livro que conta a vida de alguém, e acho a ELA uma das doenças mais cruéis, não sei se teria forças pra ler sobre isso. Fora que a forma como a história foi contada não ter te fisgado me desanima mais ainda, apesar de você ter achado a história do livro incrível e inspiradora.

    ResponderExcluir
  17. Ao ler o livro e ver o filme, fiquei com uma vontade louca de mudar essa história, queria que fosse ficção e que Stephen ficasse com Jane, acho que ela merecia. O livro é lindo mesmo, a capa o que falar <3
    Realmente biografias servem para aprendermos ainda mais sobre os humanos e seus erros.

    ResponderExcluir
  18. Olá Kamila,
    Que bom que, apesar dos pesares, a leitura vale a pena. Estou com o livro em casa para ler e confesso que tenho certa fascinação pelo Stephen Hawking e por tudo o que ele representa e a força que tem. É uma pena que a Jane fique divagando em muitas partes e que o começo do livro foque apenas nela. Acho que a leitura será bem cansativa, quando o fizer.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Ler biografias é algo bem legal. ainda mais de uma pessoa tão especial como Stephen Hawking. Mesmo com todas as barreiras ele é ou foi (não sei se ainda está vivo) um dos homens mais inteligentes do mundo e saber como é a sua trajetória deve ser fascinante. Pena o casamento não ter dado certo, mas prefiro não opinar sobre isso por que só eles sabem como tudo aconteceu.
    A capa do livro é bem legal, pois é referente ao filme.
    Sua resenha está muito boa.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  20. Oi, Kamilla!!
    Nunca li esse livro e também não assisti o filme. O motivo e que história não me cativou!! Gostei muito da sua resenha e da sinceridade que suas palavras transpareceram. Eu sem dúvida não estou ainda disposta a ler esse livro.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  21. Oie Kamilla!! Adorei a resenha. Que pena que o livro não te fisgou, e que a narrativa da Jane não conseguiu te cativar tanto. Às vezes a tradução pode ter algo a ver também. Livros de não-ficção são sempre difíceis de se resenhar, não acha? Eu adoro lê-los, mas tem que ter paciência para as divagações, e para as repetições etc. São coisas que me irritam também. Não sei se lerei esse livro, pois acho que teria os mesmos problemas que teve, mas quero ler o livro do Hawking, o Minha Breve História <3

    Beijoos

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Gosto de livros baseados em histórias reais, ainda mais quando são de pessoas de grande nome internacionalmente. O fator da convivência com uma doença degenerativa em um relacionamento deve ser extremamente delicada, então suas escolhas, mesmo difíceis de engolir, devem ser compreensíveis. Eu ainda não vi o filme e não conhecia essa obra. Sua resenha me convenceu que é um bom livro, por isso dica super anotada! Abraços

    ResponderExcluir
  24. Adoro biografias, mas nunca li uma escrita que não seja pela pessoa que realmente viveu aquilo, acho que seria uma experiência curiosa ler algo diferente, já assisti o filme e gostei muito e me emocionei em várias partes, fiquei em dúvida se o livro iria me proporcionar a mesma coisa, mas irei adcionar a lista de leituras de qualquer jeito

    ResponderExcluir
  25. Oi, tudo bem?
    Eu conheço o livro de capa, mas acho que essa é a primeira resenha da obra que leio, e imagino que a obra tenha seus encantos, mas não é o tipo de livro que eu leria, na verdade são poucos os livros inspirados em fatos reais que me encantam e esse não é um desses, da pra percebe que se trata de uma história mais lenta e com bastantes detalhes mesmo sendo uma história de superação. Acho uma pena você não ter gostado tanto assim da obra, ainda mais por ela ter tantas páginas, eu provavelmente teria desistido.

    ResponderExcluir
  26. Eu sou meio contra esse tipo de coisa, pq parece que a pessoa está usando o ex parceiro pra se vender ou, no caso, vender suas memorias, entende? Eu sei que ela passou por muita coisa com ele e que a vida dela deve ter sido complicada...MAS...EU sinceramente não leria.

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO