18/11/2016

RESENHA: A Garota do Calendário Fevereiro - Audrey Carlan

A Garota do Calendário #2
Autor(a): Audrey Carlan
Editora: Verus
Páginas: 135
Edição: 1
Ano: 2016
Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street Journal
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.
A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil.
Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...
Em fevereiro, Mia vai passar o mês em Seattle com Alec Dubois, um excêntrico artista francês. No papel de musa, ela vai embarcar em uma jornada de descobertas sexuais e lições sobre o amor e a vida que permanecerão com ela para sempre.
 Esse livro foi encantador... 

O primeiro livro da série A Garota do Calendário foi postado recentemente aqui no blog e eu curti tanto que corri pra ler o segundo livro. E gostei, não tanto quanto o primeiro, mas encantou também. Em fevereiro, segundo mês da Mia como acompanhante de luxo, ela vai para Seattle encontrar com o peculiar artista francês - Alec Dubois.

No começo do livro pensei que não ia curtir tanto porque ainda estou apaixonadinha pelo personagem do Wes, que foi o boy de janeiro, mas me surpreendi com o Alec e a forma dele ver o mundo. De início as coisas transcorreram muito rápido, até mais que no livro de janeiro e isso me incomodou um pouco. Contudo, depois de passar algumas páginas me vi suspirando pelo envolvimento dos dois. 

Alec é um artista que mistura serigrafia, pintura e fotografias e achei isso bem legal, fiquei imaginando como de fato ele conseguiu retratar. Uma das coisas mais interessantes foram os temas que ele fez de acordo com a sua musa - Mia. Lógico que ele já tinha em mente, mas ao decorrer do livro é perceptível que tudo vai se moldando por causa da afeição que ele sente por ela - e vice versa. 

A Garota do calendário - fevereiro não é um livro que você vai encontrar "ah, vou sentir saudades e vou ficar longe", não. Eles sabem que vai ter um fim, mas aproveitam e se amam, sim usam esse termo e a gente passa a compreender o porquê deste termo e porque faz tanto sentido na história do Alec e da Mia, mas não sou eu que vou explicar, só lendo pra saber. 😉

Senti que nesse livro a Mia está um pouco mais madura em relação a ela mesma, janeiro e fevereiro mostraram que ela está se conhecendo também e crescendo em relação a isso. E claro que está conseguindo visualizar que ela pode - e deve - viver mais por si mesma e não só pra agir com mãe pra irmã (já que a abandou quando eles eram pequenas) e ajudar o pai que está em coma por causa do seu vício em jogos. Ok, ela está de acompanhante por causa do pai, mas está servindo mais pra autoconhecimento e isso é bem legal. 

Sobre os detalhes: Eu adoro as capas da série, mas queria que os vestidos da Mia fossem mais de acordo com momentos especiais que acontecem nos livros. Não encontrei erros de digitação e nem de gramática, só encontrei algumas falhas de gráfica.

Comentário final: O livro, assim como o primeiro, tem cenas hots... mas pra mim não é nada demais, então, se você não gosta, não indico muito. No mais, o livro é encantador. O Alec é um excêntrico artista, que na maior parte das vezes você vai gostar. Mas só lendo pra saber não é mesmo? fica a dica!


17 comentários

  1. Nossa quero muito ler essa serie ,mas como nao gosto muito de ficar parando a leitura na espera da continuaçao,entao sou vor ler quando for lançados todos que graças ta sendo lançado rapido.
    espero que eu nao me decepcione no segundo e no restante porque geralmente esse tipo de leitura muito extensa cansa qualquer leitor

    ResponderExcluir
  2. Oi Kamilla, logo no início eu confesso que tinha um tantinho de preconceito com a premissa desta série, por não ser bem o gênero literário que eu gosto, mas depois de tantas resenhas positivas, estou pensando seriamente em me dar uma chance de lê-la. Dica anotada, ótima resenha! Abraço - Uma Nerd Literária.

    ResponderExcluir
  3. Já queria ler essa série e com mais e mais resenhas que venho vendo dela, minha vontade só aumenta, pela resenha dos meses de janeiro e fevereiro acho que me apegaria mais tanto no livro quanto no boy, enfim, espero que os livros sejam o que estou esperando e que não me decepcione.

    ResponderExcluir
  4. Eu estou amando essa série de livros!
    Gostei muito de Janeiro, mas de Fevereiro não gostei!
    Me apeguei muito ao Wes que acabei odiando o Alec!
    Mia e o Wes são melhores! Quero eles juntos!

    ResponderExcluir
  5. Estou muito ansiosa pra ler essa série.
    A divulgação dos livros está demais e cada vez mais mexendo com a minha cabeça rs
    A história parece ser super interessante.
    Gosto bastante desse gênero e espero poder conhecer as obras em breve <3
    Já estão na minha listinha de desejados. 12 livros, haja dimdim pra tudo isso né?
    Tenho os dois primeiros, mas não li ainda! Estou esperando completar a série pra ler tudo junto rs
    Gostei bastante da sua opinião e fiquei ainda mais curiosa pra conhecer a história da Mia.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Quero muito ler essa série, parece que só eu que ainda não li haha, já li muitos comentários e resenhas falando mal e bem do livro e não sei o que pensar, só lendo para saber mesmo haha, acho essa coisa de cada mês um cara diferente muito louca, mas vai que me surpreende. O que me chama muito a atenção dessa série são as capas, uma mais linda que a outra. Espero ler em breve, boa leitura pro próximo livro.
    Beijos Lendo Com Ela

    ResponderExcluir
  7. Oi, Kamilla!!
    Adorei a resenha!! Ainda não li nenhum livro desse série A garota do calendário. Mais estou adorando as capas que estão maravilhosas e os marcadores também!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  8. Ganhei em um sorteio janeiro e fevereiro, mas ainda não li. É difícil torcer por qual boy ela vai ficar, será tantos, mas vejo na maioria a torcida pelo Wes, preciso conhecê-lo kk. Muito bom saber que ela esta amadurecendo e pelo visto esta aprendendo muitas coisas e acho que nós leitores podemos aprender com ela também.

    ResponderExcluir
  9. Olá, esta série é uma das melhores do gênero,não tem como se cansar com os livros pois cada um te prende de uma maneira diferente. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oiee Kamilla! Gostei muito da resenha e saber que gostou do livro! Eu também estava bem apaixonada pelo Wes quando comecei Fevereiro. Eu gostei muito também, mas não foi tão bom quanto o primeiro. Acho que a parte mais legal é quando a Mia começa a se enxergar, a ver o quanto é bonita e importante. O Alec a ajudou muito nesse quesito. AH, ele aparece novamente em outro livro u.u

    Beijoos

    ResponderExcluir
  11. Kamilla!
    A série que tem Mia como protagonista está abalando o universo literário.
    Não tenho problemas também com livros hots, muito pelo contrário, até gosto muito, mas no momento, não ando interessada na leitura dessa série, quem sabe mais para frente?...
    “É melhor saber coisas inúteis do que não saber nada.” (Sêneca)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  12. Bem, o livro parece manter o padrão do primeiro e ainda traz o amadurecimento de Mia. Confesso que ainda não senti vontade de acompanhar a série. Gostei da resenha.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  13. Oi, Kamilla!
    Como já disse antes, ainda acho essas histórias bem rasas, mas não que eu tenha preconceito, só acho que é uma coisa a se ter consciência sobre o livro, e que acaba por não me despertar tanto interesse. Acho muito rápido como as coisas acontecem, um artista que em alguns dias realmente se apaixona (?) pela musa apesar de saber que é uma acompanhante e logo vai embora... Acho romantizado demais pra mim, sabe? E também não curto muito cenas sensuais, então menos algo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fato de se apaixonar vai a partir da definição dele, só lendo pra entender! haha Lu, nunca dica nunca! :p
      Beijos

      Excluir
  14. Oi Kamilla,
    Levando em conta suas trocas ouso dizer que você amou essa série, ainda não comecei lê-la, mas sua empolgação está me contagiando, aliás, o "amor" deles pelo pouco tempo que tem é bacana de certa forma, não tenho problema com cenas hots desde que tenha uma história (que me prenda) por trás de tudo. Já quero conhecer Mia e esse excêntrico artista francês, além do boy de janeiro. Só estou curiosa para saber se ela vai ficar com alguém ^^
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adorei mesmo! haha os boys valem a pena conhecer! :p
      Beijos

      Excluir
  15. Eu concordo com você, não ligo do livro ter cenas hots, mais não achei nada demais nas cenas. Só achei um ponto negativo, no primeiro ela tava tão apaixonada e nem esperou pra já dormi com outro, achei ela um tanto volátil e esse "romance" que vai ficar em aberto durante os 12 meses, então não senti firmeza na personagem por conta disso.

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO