16/12/2016

RESENHA: Perdão, Leonard Peacock - Matthew Quick

Perdão, Leonard Peacock
Autor: Matthew Qick
Editora: Intrínseca
Páginas: 224
Edição: 1
Ano: 2013
Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto.

Livro arrebatador, mas que... 

Perdão, Leonard Peacock conta a história do Leonard que está completando seus 18 anos. Ele mora praticamente sozinho, visto que sua mãe fica em NY pra promover sua vida de estilista - e pra ficar com o boy francês que arrumou por lá. O nosso protagonista tem uma arma nazista - P38 que fora do seu avô e com ela decide matar seu ex-amigo, Asher, e depois se suicidar. Porquê disso tudo? só lendo pra saber. O Leonard é muito só, não tem amigos e só tem uma pessoa que ele mais se sente confortável, Herr Silverman, professor de Holocausto. 

O livro inteiro se passa em um dia, há momentos que o Leonard volta no tempo através de pensamentos ou pra explicar certos motivos de ações, mas a maior parte é ele falando e explicando o porquê de querer matar seu ex-amigo e de se suicidar. Ele também antes de tudo, embrulha alguns presentes pra algumas pessoas que ele considera próximos. 

Mas falemos mais sobre o personagem em si, que é encantador! Eu queria entrar na história e dá um abração em Leonard, porque ele é do tipo de pessoa que merecia. O pai dele foi embora e nunca mais voltou, já a mãe é ausente e pouco se importa com o filho, só no próprio umbigo - uma verdadeira idiota! Sim, tenho ódio dessa personagem. Leonard passou por muitas coisas e precisou em muitos momentos de apoio, amor, compreensão e conversas, mas ele nunca teve isso. O nosso protagonista tem uma certa amizade com o vizinho, Walt, um idoso que adora filmes do Bogart e com ele passou muitos dias e até faltou aula pra assistir um filme, não falam muito, mas é crível a amizade dos dois. Já citei o Herr Silverman pra vocês, mas é bom mencioná-lo novamente, ele tem um papel super importante na história e me cativou de um jeito... mas nem posso falar muito sobre os seus feitos porque seria spoiler, contudo vale a pena conhecê-lo, um dos melhores personagens.

Vocês devem estar se perguntando o que leva o Leonard a querer matar seu ex-amigo, não irei falar o quê, mas vai surpreender você! E ao mesmo tempo que você vai querer meter a mão na cara do Asher, vai querer que as coisas fossem diferentes pra ele - porque ele passou por um momento difícil e os pais deles, assim como os de Leonard, são ausentes e pouco se importam com ele.

Agora deixo a perguntar pra vocês: Será que o nosso protagonista cumpre o que quer desde o início? devo admitir que o final foi surpreendente pra mim e apesar de saber que a vida nem sempre termina como a gente quer, foi um pouco angustiante e que me deixou querendo mais. Esse sem dúvidas é um livro que vai te fazer pensar e refletir sobre amizade, família, negligência familiar, abuso, morte.

Sobre os detalhes: A capa é linda, e o título é maravilhoso! A diagramação e espaçamento estão ótimas. Não encontrei erros.

Comentário final: Indico esse livro pra todos! É um livro pra refletir e pensar sobre muitas questões. Perdão, Leonard Peacock vai te cativar e querer entrar na história e mudar algumas coisas ou só ajudar. No mais, vale super a pena lê-lo!

QUOTES:
“... E foi quando percebi que, na maioria das vezes, a verdade não importa, e quando as pessoas fazem uma ideia terrível de você, é assim que você será visto, não importa o que faça.”
“– Como você sabe que vai ganhar?
– Porque eu continuo lutando.”


17 comentários

  1. Oi, Kamilla! Quero ler esse livro há um tempão! A temática me interessa e esses livros mais reflexivos costumam me agradar bastante.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  2. Oi Kamilla, que livro intrigante e importante, temas como abuso, um possível assassinato e um suicídio devem render uma história bem marcante e que fará o leitor refletir. O livro é relativamente curto (224 pág) e tô bem curiosa pra saber como o autor concluiu a história (desejo um fim feliz, mas temo que não seja isso) :/

    ResponderExcluir
  3. Que livro intenso, e que provoca o leitor desde a sinopse, a essa resenha, até chegar a leitura (risos). Com certeza já to super curiosa para saber o que aconteceu que levou a esse jovem a tomar essa decisão. Podemos ver que falta um apoio familiar, um suporte, que o ajude enfrentar essa situação, sem familiares, ele acaba buscando outras pessoas. Gosto de livros surpreendentes como esse, que te faz refletir, e repensar. Esse já vai para a lista de desejados.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Kamilla!
    Gostei muito da premissa do livro!! É um livro muito interessante com um tema profundo e angustiante. Fiquei muito curiosa para descobrir o desenrolar da história!! Agora só lendo para saber o que vai acontecer nessa história.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  5. Faz um tempo já que esse livro está na minha lista para ser comprado, recebi indicações desse livro muitas vezes, é um livro que eu acredito que vou amar, pois trata um tema bem forte e complexo e esse tipo de livro me atrai! Parabéns pelo sei blog Kamilla.

    estanteclassica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu não conhecia este livro, mas lendo a sinopse e sua resenha fiquei super curiosa para saber por qual motivo Leonard quer matar seu ex amigo, e também fiquei curiosa para saber o final do livro, sem dúvidas pretendo ler este livro, adicionei em minha lista de leituras e na primeira oportunidade de lê-lo, irei ler.

    ResponderExcluir
  7. Kamilla!
    Leonard me parece ser bem carente além de solitário, imagino porque todas essas ideias passam pela cabeça dele, sem contar com a influência do tal Herr Silverman deve ter grande influência sobre a decisão do protagonista.
    Tomara que o final não seja trágico...
    “Natal não são as luzes lá fora, mas a Luz que brilha em seu coração... Feliz Aniversário, Senhor!” (Daniela Raffo)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  8. Oii Kamilla! Eu quero MUUUITO ler esse livro!! O Lado Bom da Vida, do mesmo autor, é um dos meus livros favoritos, e essa premissa de Perdão, Leonard Peacock é tão interessante!!! Sinto que irei amar essa leitura. Sua resenha ficou maravilhosa, e só me deixou mais curiosa sobre essa trama.
    Beijoos

    ResponderExcluir
  9. Comprei esse livro mais ainda não li, que bom saber que vale a pena, deve ser bem emocionante, fiquei curiosa por ele querer matar o ex-amigo, que motivo levaria alguém a fazer isso e depois dar cabo da própria me deixou cheia de perguntas, vou ter que ler e logo pra saber rs. Na vida real tem muitos pais assim como os dos personagens que não ligam em deixar os filhos sozinhos, mal sabem eles que fazem muita falta esse contato entre pai e filho, que pode acarretar consequências graves esse tipo de abandono.

    ResponderExcluir
  10. Eu li esse livro, achei surpreendente a parte do porque dele querer matar o ex amigo pq eu nunca imaginei que fosse AQUILO, sabe, mas eu achei o final muito ruim! Fiquei super decepcionada com aquele final. Poderia ser melhor construído, sei lá. Fiquei decepcionada. Quero ler mais livros do autor mesmo assim, principalmente Quase uma Rock Star!

    ResponderExcluir
  11. adorei sua resenha, fiquei bastante interessada no livro, parece ser otimo, é um livro que aborda temas muito importante, a ausencia dos pais e etc, já quero muito e me deixou bem curiosa pra saber o porque ele quer se matar e matar o mlhr amg, adorei os quotes !

    ResponderExcluir
  12. Pelo jeito esse autor não gosta de histórias muito normais, mas enfim, pela sua resenha fiquei interessa no livro, não vou julgar nenhum personagem pois não tenho argumentos para falar sobre eles, mas já quero ler só para descobrir o porquê ele quer matar o melhor amigo, afinal, por pouca coisa não pode ser.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Já li esse livro e amei <3 Resolvi ler por ser do mesmo autor de O Lado Bom da Vida e achei esse livro melhor que O Lado Bom da Vida, que é mais famoso. Fiquei totalmente apaixonada e encantada por Leonard(além de triste também!). O livro te faz refletir tanto(e também dá aquela vontade enorme de abraçar o protagonista <3) e te surpreende também. Nossa, ele é realmente maravilhoso <3

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Não conhecia o livro, amei a premissa, o Leonard deve ser um personagem incrível, fiquei bem curiosa em saber o que se passa em sua cabeça e saber da sua história também.
    Muito boa sua resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. PARAAAAAA!! O que você fez comigo ?!
    Eu já tinha visto esse liro por ai mas nunca abri pra ler a sinopse ou li alguma resenha porque nunca me interessou. Mas ai agora estou lendo a sua resenha e estou tipo: porque eu só vi agora ?!
    Estou mega hiper curiosa para saber o que acontece para o Leonard querer matar o seu melhor amigo e o que ele fez pra isso !
    Preciso desse livro urgente!

    ResponderExcluir
  16. Nossa, Kamilla, já tinha visto inúmeras resenhas sobre esse livro, mas nenhuma me fez questionar se ele chega a cumprir tudo o que pretende ou não...
    Acho o tema bem delicado, e tenho muito receio com esse livro por já ter lido O Lado Bom da Vida e ODIADO o livro, sério, quase que abandono, e desde então tenho fugido de outros livros do autor.

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Li esse livro a algum tempo é uma historia bem denso, angustiante e com uma carga bem grande de emoções, ele me fez refletir muito durante e depois da leitura, e achei bem interessante os temas que o autor aborda durante a leitura, uma historia muito interessante e que nos faz pensar !!

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO