13/01/2017

RESENHA: O Presente - Cecelia Ahern

O Presente
Autor(a): Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Páginas: 320
Edição: 1
Ano: 2013
Todos os dias, Lou Suffern luta contra o tempo. Ele tem sempre dois lugares para ir, tem sempre duas coisas a fazer. Quando dorme, sonha com os planos do dia seguinte, e, quando está em casa, com a esposa e os filhos, sua mente está, invariavelmente, em outro lugar.
Numa manhã de inverno, Lou encontra Gabe, um morador de rua, sentado no chão, sob o frio e a neve, do lado de fora do imenso edifício onde Suffern trabalha.
Os dois começam a conversar, e Lou fica muito intrigado com as informações que recebe de Gabe; informações de alguém que tem observado uniões improváveis entre os colegas de trabalho de Lou, como os encontros da moça de sapatos Loubotin com o rapaz de sapatos pretos...
Ansioso por saber de tudo e por manter o controle sobre tudo, Lou entende que seria bom ter Gabe por perto — para ajudá-lo a desmascarar associações que se formam fora de suas vistas — e lhe oferece um emprego.
Mas logo o executivo arrepende-se de ajudar Gabe: sua presença o perturba. O ex-mendigo parece estar em dois lugares ao mesmo tempo, e, além disso, Gabe lhe fala umas coisas muito incomuns, como se soubesse do que não deveria saber...
Quando começa a entender quem é realmente Gabe, e o que ele faz em sua vida, o executivo percebe que passará pela mais dura das provações. 
Foi livro maravilhoso e surpreendente!
Na noite de natal um garoto joga o peru de natal na casa de um homem, que posteriormente vamos descobrir que é o seu pai. Para tentar conversar com o garoto o policial Ralph conta uma história... 

O Presente conta a história do Lou Suffern, um homem que vive praticamente para o trabalho, controlador e que quer ganhar - custe o que custar - uma promoção, ele quer estar em todos os lugares ao mesmo tempo sempre a trabalho, mas nunca em casa com seus filhos e sua família. Em um dia chuvoso ele encontra o Gabe, um morador de rua, que com toda a sua peculiaridade chama a atenção do tão atarefado Lou. Em poucos minutos de conversas, Gabe intrigou bastante o Sr. Suffern, ao ponto dele contratá-lo para trabalhar como entregador na mesma empresa.
Não irei falar muito sobre o desenrolar da trama, porque eu acho que o melhor é ir descobrindo aos poucos junto com a trama e os personagens. O Lou a principio fica bem perturbado com o Gabe e chega a se arrepender de ter contratado-o, porque é estranho, aparece do nada e sai do nada dos ambientes. Demora-se pra se entender o quem é o Gabe e porque ele fala algumas coisas e faz, mas quando você descobre, compreende e apoia. 

Eu achei esse livro tão singelo e bonito de ser lido. Não sei bem o que esperava dele, mas superou, sabe? Foi uma história de autorreconhecimento, saber que o que importa de verdade não é quanto a gente pode ganhar, emprego e dinheiro, claro que isso são fatores que um ser humano precisa pra viver, mas não é a mais importante. Já a família... é a base de tudo. 
“– Você é feliz lá? – perguntou seu pai casualmente, ainda olhando pela janela, a festa atrás deles visível no reflexo. – Não há razão para trabalhar tanto em algo se você não estiver feliz, porque, no fim das contas, é somente isso que importa, não é?” 
Eu comecei a ler esse livro na época do natal propositalmente porque o livro é nessa época e foi ótimo, não consegui terminar de ler a tempo, mas o livro e a sua mensagem é para todas as horas. É do tipo que acalenta e ao mesmo tempo te faz chorar, porque o final foi bem triste pra mim.

Vi resenhas do livro que detestou o protagonista, a principio ele foi bem detestável pra mim também, mas ele amadureceu no decorrer do livro e foi a prova viva de que nunca é tarde pra mudar e consertar o que está errado nas nossas vidas. Eu sei que está parecendo um livro de autoajuda, mas não é, ok?! Só gostei muito da mensagem que ele me trouxe e aposto que vocês irão curtir também. 
“Os caminhos ficam muito mais claros quando as pessoas param de dar atenção ao que os outros estão fazendo e concentram-se em si mesmas.”
Precisamos falar do meu primeiro contato com a Cecelia Ahern, eu tinha um certo receio porque todo mundo falava muito dela e eu fiquei "hm, será que é bom mesmo?" e caramba, li o livro e me viciei na forma que a mulher escreve. É uma narrativa fluída e prazerosa! 

Sobre os detalhes: A Novo Conceito arrasou bastante nos detalhamentos internos, achei um amor. Não encontrei erros e tem uma diagramação ótima. Sobre a capa, ela é linda, mas a fonte poderia ser melhor. 

Comentário final: Eu super indico esse livro pra você que gosta de refletir e de ler boas histórias. Super vale a pena pela história ser boa e pela narrativa ser agradável. Leiam e depois me contem o que acham.


34 comentários

  1. Oi Kamilla, também ouço elogios a escrita da Cecília, mas ainda não li e tô só na vontade por enquanto, espero poder ler algum livro dela esse ano. Sobre esse livro, a capa, a sinopse e a resenha me fazem pensar naqueles filmes natalinos, de onde sempre tiramos alguma lição e achei bem interessante, já até criei algumas teorias sobre quem seria Gabe haha vou anotar a dica e se tiver a oportunidade lerei sim ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem nesse clima mesmo, Lili! Agora o final não foi muito de filme, mas gostei também.
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Kamilla, apesar de eu estar bem chateada com a editora por ter sido sorteada e não me mandarem meu livro dessa autora, eu pretendo sim conhecer um de seus livros e eu já li muito a respeito desse que você resenhou achei muito diferente e gosto de livros assim, muito gostoso de ler petinho do natal e já entrar no clima.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oxe Mari! Reclama nas redes sociais, manda e-mail e faz barulho. Ganhou, tem direito. Mas a autora não tem culpa, o livro é muito bom e vale a pena.
      Beijos

      Excluir
  3. Oi, Kamilla!!
    Nunca li nada sobre sobre essa autora. Mas fiquei interessada em ler esse livro!! Achei a história bem instigante!! Já li outras resenhas que falam super bem da Cecelia Ahern. Espero conhecer mais sobre as outras obras dela!! Amei a indicação!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  4. Ver os personagens amadurecem é maravilhoso. Não li nd da autora por me parecerem dramáticos demais o que me faz travar na leitura. O filho dele deve ter amado a mudança no Lou

    ResponderExcluir
  5. Gostei da história, fiquei com vontade de ler para descobrir o que/quem é esse tal de Gabe hahaha

    Blog aboutbooksandmore.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Achei a capa bem fofa, adoro bonecos de neve, fiquei super curiosa para saber sobre Gabe, achei ele bem misterioso e parece ser muito esperto, deve passar uma grande lição ao leitor sobre a correria do dia a dia e por mais coisas que temos a fazer devemos dar mais atenção a família e as pessoas que estão por perto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabe é um ótimo personagem!
      Sobre a história, de fato trás uma grande lição.
      Beijos

      Excluir
  7. de todos os livros da autora esse é o mais marcante para mim! não dá para não ficar impressionada com a sagacidade de Cecelia
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Kamilla!
    Pude ler esse livro logo que foi lançado e amei!
    Adoro enredos com crianças, ainda mais quando elas vem para transformar a vida de todos com sua doçura e carinho.
    É um livro fabuloso!
    “O saber se aprende com os mestres. A sabedoria, só com o corriqueiro da vida.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  9. Ja ouvi muitas criticas positivas sobre essa obra e sobre a autora mas nunca nenhuma obra dela me prende. Eu vou tentar dar uma chance a esse livro.

    ResponderExcluir
  10. Já vi vários comentários positivos sobre esse livro, não sei se leria, confesso que não me atraiu muito e que prefiro livros de outros gêneros e com uma trama um pouco diferente, mas se tiver a oportunidade de ler vou tentar.

    ResponderExcluir
  11. É, esse personagem da história é um horror no começo. Mas o legal é ver como ele percebe isso, como vai mudando. E que tristeza esse final! Achei triste, mas bonito também. É uma história que você lê e começa a repensar nos próprios atos, nas suas atitudes e no que isso acarreta na sua vida e na das outras pessoas. A autora tem um jeito maravilhoso de escrever e consegue emocionar. Adoro os livros dela por isso. Deu até vontade de pegar os que estou doida pra ler dela agora, só estou adiando e nem sei porque! xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então vai ler mulher, para de adiar! kkk
      Beijos

      Excluir
  12. Já li resenhas elogiando a escrita da autora mas, não tive a oportunidade de ler seus livros ainda. Este que resenhou me chamou atenção, quero descobrir quem é Lou Suffern e o porque de Gabe tê lo intrigado tanto.

    ResponderExcluir
  13. Oii Kamilla! Que bom que gostou do livro <3 Fiquei torcendo! Esse é um dos meus dramas favoritos, simplesmente amo. E meu segundo favorito da autora (o primeiro é Como Se Apaixonar). Espero que leia mais obras dela e continue se encantando com sua escrita <3 Adorei a resenha!
    beijoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou procurar por esse livro! Adoro drama e a Cecelia arrasou. Irei continuar me encantando viu?! kkk
      Obrigada pela indicação <3
      Beijos

      Excluir
  14. Primeiro, que capa mais bonita <3 sou dessas que compra o livro pela capa, tenho dois aqui que comprei assim, inclusive são nessas cores, acho linda essa combinação. Gostei da sinopse, parece uma história bonita, que nos trazem reflexões e eu gosto disso. Não conheço a escrita da autora, nunca li seus livros, vou tentar ler esse :)
    Bjos

    ResponderExcluir
  15. eu amo essa capa, faz algum tempo que quero ler esse livro e a sua resenha me deixou com mais vontade ainda, eu amo livro que nos passam alguma mensagem ou que nos façam refletir, esse livro parece ser ótimo e o jeito que você fala dele me deixa mais curiosa ainda, estou super curiosa pra saber o que Gabe é, e coonhecer totalmente a história.

    ResponderExcluir
  16. Oi!!

    Eu ainda não tive nenhum contato com a Cecilia e nem tinha vontade hahaha
    Saber que é um livro singelo me faz ter vontade de ler, pq eu gosto desses livros delicados que trazem grandes questões e que fazem a gente pensar, sabe?

    Obrigada pela recomendação.

    bjbj

    ResponderExcluir

  17. Gosto de livros que nos deixa uma lição, e isso parece ser uma característica de livros de Natal.
    Porém não sei se vou ler, sua resenha estava me ganhando até a parte "...porque o final foi bem triste pra mim". Eu gosto de finais felizes! Pra mim, pode acontecer todo tipo de desgraça, mais no final, tem que estar todo mundo bem e feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O final foi triste, mas de aprendizado. Faz parte, a vida não é cor de rosas, afinal. kkk
      Beijos

      Excluir
  18. Como não amar a escrita da Cecelia Ahern, sou apaixonada por suas obras. Ainda não li este livro, mas já está na minha lista de desejados. É muito legal poder acompanhar o crescimento de um personagem e a autora faz muito disso em suas obras. E sobre o final triste, eu sempre choro no final dos livros dessa mulher, sejam eles alegres ou tristes...rs... Amei sua resenha e dica.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabia que era característica dela, a evolução do personagem. Curtir saber, adoro acompanhar isso.
      Beijos

      Excluir
  19. Oi!
    Ainda não li nenhum livro da Cecelia Ahern e sempre vejo muitos comentários positivos sobre seus livros, fiquei bem curiosa sobre esse livro, a capa dele logo nos chama atenção e lendo a resenha deu para ver que é uma historia linda e que acaba nos conquistando, com certeza essa cada nos lembra o natal, mas quero ver se leio esse livro antes, parece ser uma ótima leitura com uma historia leve mas que ainda noa passa uma mensagem e um ótimo jeito de se conhecer a escrita da autora !!

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO