17/02/2017

RESENHA: Por lugares incríveis - Jennifer Niven

Por Lugares Incríveis
Autor(a): Jennifer Niven
Editora: Seguinte
Páginas: 336
Edição: 1
Ano: 2015
Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.
Uma das melhores leituras do ano!

Por lugares incríveis conta a história de Finch e Violet. O Finch é um garoto fechado, na dele, que sofreu muito bullying na escola... que ele já não liga mais. Violet sempre fez parte do grupinho de populares na escola, mas tudo mudou quando sua irmã faleceu em um acidente de carro. Como Finch e Violet se encontram? Ambos estavam no alto da torre da escola, com o mesmo pensamento, mas sem vontade real de fazer algo fatal. Eles nunca tinham conversado, mas depois do ocorrido na torre tudo muda. Na aula de geografia o professor passa um projeto pra conhecer locais turísticos e históricos do estado de Indiana (estado onde ocorre a história). Finch pede que sua par seja a Violet. E eis que começa a viagem dos dois por lugares incríveis...

Eu poderia me adentrar mais na história, mas como eu não sabia quase nada da história e foi tão encantador saber mais do decorrer, farei essa resenha sem falar muito mais, pra que vocês consigam se sentirem tão encantados com o desenvolvimento da amizade e amor que surge entre Violet e Finch.
“–Não organizamos. Quando andamos por aí, precisamos estar presentes de verdade, não enxergando através de lentes.”
Mas preciso dizer que o desenvolvimento das coisas é tão maravilhoso e amável. A relação deles dois é improvável, são muito diferentes. Contudo é justamente essa diferença que faz com que eles se completem tanto... só que nem tudo são flores, nem tudo é fácil de se lidar. O Finch em específico sofreu a vida inteira com um problema, que não irei revelar, que cortou meu coração de um jeito... e ele arrumou um jeito de lidar com isso, fazendo vários Finch(s): O Finch fodão, Finch anos 80, Finch largado, mas ele é só o Theodore Finch. Ele já não liga mais pros rótulos que colocam nele, mas isso não quer dizer que não atinge quando as pessoas são cruéis. 
“Um ponto positivo da vida é que podemos ser alguém diferente pra cada pessoa.”
O livro intercala a narrativa entre o Finch e a Violet, dando mais dinamismo na leitura e fazendo com que conheçamos o lado de cada um, o que eles sentem e os problemas que guardam pra si. Porque é mais fácil guardar do que se abrir para as pessoas que não tem o mínimo de empatia.

Queria falar sobre os lugares que eles viajaram, aparentemente não tem nada de espetacular, mas só pelo fato de estarem eles dois fizeram os lugares serem incríveis. Pelos detalhes, pela companhia, pela história dos dois.

Eu já li alguns livros que continha o tema de depressão e ansiedade, mas nunca da forma que foi abordada em Por Lugares Incríveis. Sempre vi abordarem de forma adolescente demais, mas nunca discorrem muito sobre o que isso pode ocasionar a um adolescente, falaram um pouco superficial demais... nesse livro eu senti a dor, sabe?! Foi difícil, mas devo admitir que foi um livro bem reflexivo também. O final foi de cortar o coração, mas não posso dizer e nem julgar o que aconteceu. A gente não sabe o que o outro passa, não é verdade?!

Um detalhe sobre o livro é que no final tem nota da autora, sobre os lugares que Finch e Violet visitaram. Tem até o mapa de Indiana. Achei esse detalhe bem bacana!

Sobre os detalhes: A capa está linda! A diagramação está ótima também, as fontes estão em tamanho agradáveis de ler... em alguns capítulos tem até ilustração.

Comentário final: Leiam esse livro, vocês não irão se arrepender!

QUOTES
“–Aprendi que existem coisas boas no mundo, se você procurar por elas.”
“Aprendi que nem todo mundo é uma decepção, incluindo eu mesmo, e que um salto a 383 metros de altura pode parecer mais alto que uma torre do sino se você estiver ao lado da pessoa certa.”
“Você tem que viver sem arrependimentos. É mais fácil fazer a coisa certa desde o início pra que não tenha que pedir desculpas depois.”
“O que percebo agora é que o que importa não é o que a gente leva, mas o que a gente deixa.”


14 comentários

  1. Oi Kamilla, todas as resenhas que li desse livro até agora são muito interessantes e o livro é bem indicado, o que me deixa curiosa pra conhecer a história. O livro trata de temas importantes como depressão e saber que a autora tem uma abordagem própria e que isso te agradou a ponto de ser destacado é um ponto positivo. A capa é singela e bonita e espero ter a oportunidade de ler essa história também em algum momento ;)

    ResponderExcluir
  2. Oi, Kamilla. Eu comprei o livro recentemente e minha irmã está lendo, mas sempre adiei a leitura em ebook porque tenho medo do que vou encontrar. Sei que a história mexe com a gente, mas não estou preparada para este 'final' que você citou e já imagino qual seja. Mesmo assim, vou tentar ler!
    Beijo, Leitora Encantada
    Participe do sorteio do blog e concorra a três livros

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus, essa história! É tão maravilhosa e horrível ao mesmo tempo. Amei esses dois personagens logo de cara. A vida deles não é nada legal, são tantos sentimentos complicados... mas os dois juntos são a mistura perfeita, como se se completassem mesmo. E por serem tão diferentes, mas ao mesmo tempo terem tanto em comum. Um precisa do outro e é interessante ver a diferença que cada um faz na vida do outro.
    Gostei muito daquelas viagens deles também. E o legal é justamente que não são lugares tão incríveis assim, mas eles conseguem fazer o lugar ter um tom especial pela companhia um do outro, pela história e pela simplicidade de estar ali um com o outro e compartilhar essas experiências.
    Mas nossa, nem gosto de lembrar do fim. O que chorei com esse livro não é brincadeira.
    Terminei destruída, completamente fula da vida com o garoto e ao mesmo tempo muito triste. É uma situação complicada, mas caramba...só de imaginar pessoas passando por aquilo...a ideia me deixou tão arrasada! Como se tivesse acontecido com um conhecido.
    É um livro que faz a gente sentir muitas emoções.
    E aquelas notas da autora sobre os lugares dão vontade de visitar, não é? Depois de ler esse livro até pesquisei mais sobre aqueles locais.
    Vale muito a pena essa leitura.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    AH, Jennifer Niven campeã em me fazer sofrer!
    Esse livro me destruiu de 19 mil formas diferentes (se é que é possível), leitura agradável, envolvente, instigante. Você se envolve com os personagens, com as histórias de vida. Vale a pena ler!
    bela resenha.
    abraços!

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ler é bem elogiado. Deve ser uma historia comovente e nos fazer ver as coisas de uma outra forma. O legal é os dois serem diferentes como dizem os opostos se atraem rs. Nossa você me deixou curiosa com o problema do Finch e preocupada com esse final de cortar o coração, fiquei pensando o que poderia ser, se isso vai afetar eu gostar do livro ou não.

    ResponderExcluir
  6. Já era doida pra ler esse livro com a sinopse e agora depois da resenha fiquei ainda mais curiosa sobre ele, você fez questão de criar esse expectativa na gente... Mas assim que é bom, ir descobrindo sozinhas, está entre as minhas próximas compras!!!

    ResponderExcluir
  7. Kamilla!
    O livro aborda temas bem carregados como: bullying, depressão, ansiedade e suicídio, principalmente entre adolescente, onde a fase é bem complicada e tudo fica muito extremado.
    Fico feliz em ver que duas pessoas que aparentemente seria improvável uma amizade, consigam 'livrar' um ao outro de um ato vil e passem a conhecer novos lugares e a si mesmos.
    Quero ler!
    “O saber é saber que nada se sabe. Este é a definição do verdadeiro conhecimento.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  8. Não li uma resenha sequer que não falasse o tanto que este livro é interessante e lindo. A vontade e a curiosidade de apreciar a leitura só aumentaram. A história trata de algo delicado, forte e ter em mente que a autora soube escrever tão bem é ótimo. Quero ter a oportunidade o quanto antes de ler :)

    ResponderExcluir
  9. Ahh, eu amo temas da Psiquiatria, envolve o ser humano em corpo e alma (mais alma!). Quero muito ler essa história, certeza de que vou apaixonar-me, mas não sei se vou conseguir ler devagar, não sei lidar com personagens em crise de culpa e de atentado contra a vida, fico pensando neles, como se quisesse ajudar (rs). Faz-me pensar em quantas pessoas ao nosso redor vivem com dificuldades dentro da família e sorriem ao mesmo tempo, realmente "sendo uma pessoa diferente para cada pessoa".

    ResponderExcluir
  10. Que incrivel esse livro! Preciso ler ele, ele é exatamente da forma que eu gosto, gosto muito de livros que tratam depressão e coisas do genero, amo livros que retratam coisas do cotidiano onde a sociedade não fala muito. Vou ler com toda certeza esse livro!

    ResponderExcluir
  11. Que fofo!! Amo romances e esse parece fofíssimo. Eu me encantei pela capa. Gosto quando o livro intercala os personagens *_* parece que passa mais rápido além de termos outra visão da história

    ResponderExcluir
  12. Violet passou grandes obstáculos na sua vida, acho que não deveria sentir culpado pela morte da irmã. Mas é algo que quando você observa parece ser simples, mas quando vive não é. Achei lindo da parte do autor colocar duas pessoas frente a frente, com historias totalmente diferentes e personalidades, indo fazer a mesma coisa. Porém acabam superando juntos tudo aquilo, e nem sempre suicido é a saída. Afinal, os problemas vão continuar lá, a diferença que você não estará lá mais pra resolver-los

    ResponderExcluir
  13. Já li este livro, eu gostei muito, mas não amei tanto quanto você. Realmente dá muita pena de tudo que Finch passou. Embora não seja uma coisa tão alegre em alguns momentos eu achei engraçado suas personalidades Finch. Violet e Finch são realmente um casal improvável. Também gostei do mapinha no fim do livro e a capa está realmente linda. Ótima resenha.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  14. Voltei só pra dizer que: eu tinha comentando aí em cima que estava nas minhas p'roximas compras, pois bem, fui na livraria hoje e trouxe esse. Foi o meu escolhido. Já estou lendo!!! Beijos e obrigada pela indicação

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO