31/03/2017

RESENHA: A Garota do Calendário Abril - Audrey Carlan

A Garota do Calendário #4
Autora: Audrey Carlan
Editora: Verus
Páginas: 160
Edição: 1
Ano: 2016
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... O cliente de abril é o astro do beisebol Mason Murphy, de Boston, que precisa de Mia a seu lado para melhorar sua imagem com os patrocinadores. Mason não está acostumado a ouvir “não” de mulher alguma, e Mia vai representar o desafio supremo para ele.
SEM SPOILERS 

O livro mais fraco da série até agora.
A Garota do Calendário é uma série de doze livros, onde cada livro se passa em um mês. De forma geral, a série conta a história de Mia Sauders, uma mulher que precisa de uma quantia alta para poder pagar uma dívida do seu pai a um agiota e a única forma de conseguir tanto dinheiro em um ano é sendo acompanhante na agência de sua tia. Já fiz resenhas dos três primeiros livros, que correspondem a Janeiro, Fevereiro e Março. Em Abril a Mia está em Boston, por causa do seu cliente Mason. Um jogador de beisebol que estava com uma imagem suja, visto que curtia muito a vida, já que ia muito a baladas, festinhas, bebia demais. E isso estava prejudicando possíveis patrocinadores, por isso contrataram nossa protagonista para fingir ser a namorada e dar a entender ao mundo que o Mason se acalmou.
Mason inicialmente é um personagem detestável e só fui mudar a minha opinião em relação a ele lá pro final do livro. Rachel trabalha com o jogador e é apaixonada por ele, mas não tem coragem de se revelar, até porque ele sempre pareceu ser um mulherengo que não fica fixo com nenhuma mulher... Ele, por sua vez, também é apaixonado por ela... mas demora um pouco pra se dar conta. 

Esse livro tinha tudo pra ser um amorzinho, mas acabou sendo fraco demais. A construção da história de romance entre o Mason e a Rachel me pareceu morno demais, como se isso só tivesse ali para que a Mia resolvesse que deveria juntá-los. Colocando a protagonista como uma heroína fantástica, mas não ficou como o esperado e tudo isso tornou a história monótona. Um outro aspecto que ao meu ver deixou a desejar foi a Mia por qualquer coisa se sentir com desejos, com vontade de fazer sexo. Vejam bem, eu adoro livros do gênero, mas não pode passar duas semanas sem que fica subindo pelas paredes e acabar não respeitando a privacidade dos outros? Porque sim, a Mia invade com a justificativa "Não consigo não olhar, sair", me pareceu tão forçado que não conseguir engolir. 
“ — Agora eu trato os homens da mesma forma que eles tratam as mulheres. Como algo para se desfrutar enquanto estão lá. Nada mais, nada menos. Não há expectativas, apenas bons momentos e muito prazer.”
Vou deixar as coisas mais claras pra vocês: Já citei que o Mason adora uma festinha, correto? Pois bem... em uma delas, ele vai ao quarto com duas mulheres e transa com elas, a Mia não sabia e vai lá com a Rachel, esta se decepciona e sai chorando, a Mia para e fica olhando porque é muito sexy ver o cara penetrando uma enquanto chupa a outra, e demora para eles perceberem que estão sendo notados. Achei sem noção e isso me irritou.

Resumindo a ópera, não consegui visualizar a conexão da protagonista com os demais personagens, como aconteceu nos outros livros. Falando em outros livros, ela teve um revival com um dos seus ex-clientes e eu até que matei a saudade dele. E outro, que não irei citar quem é, teve uma atitude um tanto quanto idiota... 

Comentário final: O livro é bom, mas esses pontos que citei me incomodaram e irritaram um pouco. A autora poderia ter trabalhado melhor, pareceu-me que tinha uma história na cabeça e jogou um pouco crua demais. Os personagens são bons, mas não teve aprofundamento neles e nem nas suas respectivas histórias.


17 comentários

  1. Que pena que esse deixa a desejar, parece que ficou forçado. O romance parecia que seria fofo ja que os dois personagens se gostam, mas nem isso foi. Quando fizer a leiura já vou sem expectativa, sabendo que não se pode esperar muito.

    ResponderExcluir
  2. Oi Kamilla, essa série ainda não teve êxito em despertar meu interesse rsr. Essa história parece bem fraquinha mesmo e a presença de Mia descartável, se fosse um livro diferente e focado nos dois (Rachel e Mason, sem essa cena trágica claro kkkk) talvez até desse certo ou não já que não li o livro e tô só imaginando o que poderia render essa história. A cena com Mason é meio, sério?! Rachel se manda enquanto Mia fica kkkkkk...

    ResponderExcluir
  3. Pelo visto a autora tenta fazer uma coisa forçada muito sem explicações entre os personagens, Mia sempre confusa sem saber o que deve saber fica parada só observando o circo pegar fogo? esse Manson não pensa mesmo na própria aparência querendo melhorar a reputação e logo pega duas mulheres na festa, bem meio sem sentido a autora pecou um pouco colocando muita pimenta nos personagens não? Mia não pareceu tão importante a ponto de não conseguir unir o casal.
    Não sei o que esperar dos próximos livros depois desse rsrsrs.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Adorei a resenha, interessante que marcou pontos importante no final. Eu ainda não li nenhum livro ainda, porém estou bastante curiosa porque ultimamente ele parece ser queridinho da blogsfera. Mas então, você mencionou que os personagens não são bem aprofundado, você acha que isso é por conta do numero de paginas? Pois acho numero bem relativo. E na minha opinião a ideia do livro é incrível, essa coisa da protogonista busca outro meio para pagar a dividas do pai é interessante. Porém, acredito que autora poderia ter escrito mais, aprofundando nas emoções dos personagens sabe. Porque para mim, as resenhas me passaram uma historia, como você falou "jogada". Porém, ainda tenho bastante curiosidade sobre a obra.

    ResponderExcluir
  5. Eu já li todos e esse teve cenas um tanto doentias...
    Mas te digo de antemão que Mason e Rach vão ser muito importantes na jornada da Mia...até cruciais... Vc vai ver.

    ResponderExcluir
  6. Nunca li resenha positiva desse livro. E se prepara, porque até agora só vi críticas ao Agosto também.
    Eu só li o primeiro livro da série, não curti e abandonei. Até tinha comprado os primeiros quatro, mas resolvi fazer sorteios no blog. É uma leitura muito leve, dá pra ler tudo em algumas horinhas, mas pra mim não rolou.
    Tomara que a partir de Maio comece a melhorar (mas cuidado com Agosto :p)
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Pelo que descreveu já nem sei se vou conseguir ler sem querer jogar o livro na parede. Ai não...
    Livro assim já me deixa meio pé atrás e quando tem uns troços que acho absurdo ou sem noção é um nojo de ler. Essa cena da garota olhando o cara depois da outra menina sair magoada? Credo! Eu nem li o livro mas só pelo que falou já fiquei com uma careta aqui. Não acho isso legal. Nem um pouco =/
    Mas é arriscar pra ver. Tem umas coisas legais, tem outras que não. A série parece ser uma montanha russa de emoções. Ainda vou ler essa série porque consegui os dois primeiros livros e quando começo alguma coisa assim, livro de série, bate aquela pirraça pra ver onde vai dar e mesmo que uma coisa ou outra irrite eu acabo lendo. Mas fiquei com medo mesmo do que vou achar desse...

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li os livros da série, mas pela resenha esse parece ter ficado um pouco forçado, também adoro livros mais eróticos, mas sem ficar muito exagerado.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. A série A Garota do Calendario me parece conter muito hot, e entendo o porque de você se irritar sendo que lendo eu me irritei um pouco também. Não sei se leria a série porque eu não curti muito ela, mas pensarei.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Kamilla!!
    Até o momento não tive a minima curiosidade para ler essa série A Garota do Calendário. E não sei se vou ler algum dia!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  11. Não tenho vontade de ser nada da serie A garota do calendario, não me agrada nem um pouco. Não pretendo ler.

    ResponderExcluir
  12. Oi Kamilla,
    De todos os livros da série o que ouvi mais criticas positivas foi o de Janeiro, não sei se foi porque é o primeiro da série e não há nada no que se basear ou se porque a trama é, realmente, mais envolvente. Neste 4 livro livro a Mia vai descobrir mais sobre seus apetites sexuais, aparentemente, e parece que a trama irá fugir um pouco do que achei que seria a ideia dos livros. Espero que a autora consiga desenvolver melhor a história nos próximos volumes.

    ResponderExcluir
  13. Kamilla!
    O que posso notar na série é que tem livros muito bons e outros nem tanto, a autora não mantém uma constância nos enredos e prejudica um pouco o andamento da série.
    Não li nenhum ainda, mas já tenho até maio, logo terei todos e farrei as leituras.
    “Não há nada bom nem mau a não ser estas duas coisas: a sabedoria que é um bem e a ignorância que é um mal.” (Platão)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Acho que foi a primeira resenha que li desse livro, não me recordo bem, e mesmo tendo os pontos negativos eu fiquei curiosa com a serie inteira, pra mim era algo estilo 50 tons, mas pelo que vi não chega a ser como pensava, tem as cenas, mas não é só isso! Quero ler todos, vou esperar por mais resenhas aqui!

    ResponderExcluir
  15. Ouço diversos comentários da serie porém, não despertou em mim tamanho interesse em ler, ao menos por enquanto. Mas, em um futuro se minha pessoa animar de ler, já estarei ciente de que neste mês a expectativa não precisa estar em alta.

    ResponderExcluir
  16. Oiee Kamilla, como vai? Realmente foi um livro bem fraquinho, e peguei raiva dos personagens em diversos momentos. Essa cena em especial que você citou foi realmente MEGA sem noção, fiquei morrendo de vergonha alheia pela cara de pal da Mia e do Mason também. Eu li a série até Maio e não sei quando irei voltar a ler... Sua resenha ficou ótima <3
    beijoos

    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Eu nunca tive vontade(ou interesse) de ler A Garota do Calendário, mas eu gostei da resenha e se algum dia eu querer ler, eu não terei tanta expectativa assim ao ler a de Abril. Sobre a cena que você citou, eu nem li e fiquei constrangida, realmente é bem sem noção e eu também me irritaria.

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO