19/09/2017

Resenha: Teardrop: Lágrima - Lauren Kate


Teardrop: Lágrima #1
Autora: Lauren Kate
Editora: Galera Record
Páginas: 336
Edição: 1
Ano: 2013
Depois de perder a mãe em um acidente no mar, Eureka acha que nunca mais voltará a sorrir. E a promessa que fez à mãe – a de nunca mais chorar – se torna quase impossível, até conhecer Ander. Louro, alto e de pele muito branca, o rapaz parece estar em todos os lugares e saber coisas que não deveria sobre Eureka. Inclusive um estranho segredo relacionado às suas lágrimas e aos três artefatos que herdou da mãe: uma carta, uma pedra e um misterioso livro que conta a história de uma menina com o coração partido. Ela chorou tanto que deixou debaixo d´água um continente inteiro. Logo Eureka vai descobrir que a antiga lenda é mais que uma história, que Ander pode estar dizendo a verdade e que sua vida pode ter um curso mais sombrio do que ela imaginou.
Oi Apreciadores, tudo bem com vocês?

Tenho que confessar pra vocês que esse foi o meu primeiro contato com a escrita da Lauren e eu não sei ao certo dizer se gostei de verdade, acho que precisarei ler o próximo livro dessa duologia para afirmar com certeza se vou vir a ler outros exemplares dela futuramente (apesar de estar interessada em ler a série Fallen há uns bons anos).
Lágrima começa com o dia em que Diana, a mãe de Eureka, morre. Ou melhor, é assassinada. Os semeadores, como eles se denominam, são um grupo que veio com a missão de salvar o mundo e, para salvá-lo, Eureka precisava morrer. Então, enquanto Eureka e sua mãe, Diana, voltavam de uma de suas muitas viagens, ao atravessar a ponte uma onda enorme atinge atinge as duas e Diana morre. Ander era um Semeador, sua missão desde que ele nasceu era garantir que Eureka jamais vivesse o suficiente para cumprir o seu papel no mundo e isso envolvia saber cada passo que ela dava, viver sua vida dedicada à vida dela. Porém o que a sua família não sabia era que Ander jamais conseguiria ver Eureka morta, porque ele estava apaixonado por ela, então ele simplesmente não consegue resistir ao impulso de salvá-la.

Algum tempo depois da morte de Diana, Eureka estava com a vida completamente bagunçada, sofrendo pela morte da mãe, tendo que aguentar Rodha, sua madrasta, todos os psicólogos e clínicas de reabilitação que ela colocou na vida de Eureka, e com um pai que é submisso à mulher, além de não sentir vontade de fazer aquilo que mais amava: as corridas de cross country. Aparentemente, as únicas coisas que continuam normais para ela é sua amizade com Cat e com Brooks, seus melhores amigos, porque para a escola inteira ela era a menina que tentou suicídio.
Sim. Amor. É o que torna a vida digna de ser vivida. O que chega para nos levar aonde precisamos ir.
Para completar, Diana deixou em seu testamento três coisas que não faziam o menor sentido para Eureka: um livro de capa dura em uma linguagem na qual Eureka nunca havia visto, um aerólito e um medalhão, itens que Eureka não fazia ideia do significado. Na busca por mais respostas e procurando conhecer melhor a própria mãe, Eureka tenta achar alguém que possa fazer a tradução desse livro e é aí que conhece Madame Blavatsky, uma senhora que sabia traduzir em muitos idiomas e que traduz O Livro do Amor para Eureka. O que Eureka não sabia era que a história contida nele era muito mais real do que ela poderia imaginar e que isso traria consequências não só para a sua vida, mas para a vida da sua família, dos seus melhores amigos, de todos aqueles que ela amava e também de Ander.

Primeiramente, a capa desse livro é incrível. Continuo com o problema de pessoas na capa, mas ela diz exatamente o que vamos encontrar no livro e a ideia de uma garota com um vestido de "água" e ao fundo uma cidade destruída é sensacional. Fora que o mix de tons de azul e roxo me deixaram simplesmente APAIXONADA. As folhas são meio amareladas, com espessura média e a diagramação e tamanho da fonte são bons. Outra coisa que sempre me influencia nas leituras é a divisão dos capítulos e eu simplesmente amo livros que tem um tamanho nem muito curto e nem muito longo de páginas por capítulo e a Lauren faz isso com maestria, quando o capítulo começa a ficar massante, ela finaliza ele. A única coisa que me incomodou e muito foram os erros presentes na edição, muitos deles sendo erros de tradução, algumas frases que ficaram meio desconexas e algumas palavras escritas incorretamente e, de certa forma, foi algo recorrente no livro, o suficiente para me incomodar.
Ela sentou Eureka na antiga cama do baldaquino e a segurou rudemente pelos ombros. Uma intensidade selvagem enchia seus olhos. Eureka fungou.
- Estou com medo.
Diana olhou a filha como se não soubesse quem ela era. Depois a palma da sua mão voou para trás e ela bateu em Eureka, com força. Eureka paralisou no meio do gemido, pasma demais para se mexer ou respirar. Toda a casa parecia reverberar, ecoando o tapa. Diana se curvou para mais perto. Seus olhos se cravaram nos da filha. Ela falou no tom mais grave que Eureka ouviu na vida:
- Nunca, jamais volte a chorar.
Eu particularmente gostei muito de alguns aspectos da escrita da Lauren, a forma como ela é detalhista com todas as cenas, descrevendo tudo incrivelmente bem, porém isso é uma qualidade e um defeito, já que ela acaba demorando muito pra chegar no real objetivo do livro. Sinceramente, durante boa parte do livro você fica sem entender qual é o ponto central, o que esperar para os próximos capítulos e às vezes até mesmo como reagir aos acontecimentos, já que até mais da metade do livro parece que nada acontece de fato. O ponto bom desses detalhes é que é possível compreender a história da protagonista, a relação dela com Diana é extremamente bem explicada, é possível conhecer os sentimentos de Eureka, se apaixonar pelos seus melhores amigos e pelos seus irmãos gêmeos, além de entender o dia-a-dia dela. Porém, às vezes parecia que o livro era mais um diário da sua vida pós perda da mãe do que uma história em que aconteceria algo surreal que mudaria tudo, que é o que o começo do livro nos deixa ansiando até as últimas 100 páginas. E, pasmem, quando a coisa fica realmente MUITO boa (graças a Deus ela fica), o livro acaba. Eu quis matar a Lauren e me matar junto porque preciso do segundo livro, eu necessito descobrir o que acontece na sequência!

Falando um pouco mais sobre os personagens, as únicas pessoas que não me descem são o pai dela, que em momento algum eu senti empatia por ele e Ander. A Rodha já deixa bem claro que ela é uma chata que impõe todas as próprias vontades pro pai da Eureka e até aí ok, mas a impressão que o livro deixa é o caso clássico de um pai que se casa com outra pessoa e "esquece" que a própria filha mais velha necessita de um carinho e atenção que não vai vir de ninguém se não for dele e é incrível como até nos momentos mais cruciais ele consegue ser o pai mais sem sal do mundo! Quanto à Ander, eu acho fofo os dois juntos, mas eu tenho dois pés atrás com ele desde o começo do livro. Sei que é aquilo que ele nasceu pra fazer, mas me diz, como que alguém que sabe tudo da sua vida aparece e te conta que ele é algo parecido com um perseguidor e você se apaixona por ele? Tipo, Eureka, helloooo! Além disso, Ander sabe de tudo, absolutamente TUDO que Eureka precisa saber pra sobreviver, mas ao invés de contar tudo de uma vez, mesmo depois que ela já se tocou de quem ela realmente é, ele fica segurando a história até ela descobrir tudo por conta própria. Isso foi revoltante demais! Porque quando ela descobre tudo as coisas já estão num patamar bem tenso.
Talvez fosse o turquesa de seus olhos. Talvez fosse o empenho absurdo com que evitou o desastre com o esquilo. Talvez fosse o modo como a olhava, como se fosse algo que ela nem sabia se desejava ver em si mesma. Num instante, esse garoto a conhecia. Ele a fazia se sentir excessiva.
Enfim, eu quero muito ler a continuação pra saber o que de fato vai acontecer. Achei que a ideia de misturar um mito com um romance foi muito legal, eu particularmente adoro esse estilo de história, mas poderia ter sido menos cansativo. Se a Lauren falasse menos no começo e contasse mais do final eu teria sido bem mais feliz! E espero de verdade que no segundo livro eu consiga me apaixonar de verdade por Ander e pelo pai da Reka assim como me deliciei com os gêmeos irmãos dela. Assim que eu conseguir ler o segundo trago a resenha pra vocês! Um xêro e até terça que vem!


24 comentários

  1. Oi Hemely!

    A capa é chamativa, mas a modelo estraga, prefiro idealizar o personagem. A sinopse é bem chamativa e me ganharia fácil. Adorei a resenha!

    Grande abraço!
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Sim, eu também prefiro idealizar, a sorte é que não me apeguei à capa porque a Reka pra mim não tem muito a ver com essa menina não! hahaha Acredito que você iria curtir a história sim!
      Abraços!

      Excluir
  2. Faz um tempo que esse livro esta na minha lista de compras, acho essa capa muito bonita. Que pena o começo ser enrolado, assim fica difícil a leitura engrenar, mas gostei de saber que depois melhora e fiquei muito curiosa com esse final. E que situação da personagem se interessar logo por quem rs. Mas quero conhecer esse casal que parece nos conquistar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria! É preciso ter um pouquinho a mais de persistência que o normal, mas juro que vale a pena pelo final!!

      Excluir
  3. Oi Hemely,
    Sempre que uma livro de fantasia começa a partir de um luto já sei que revelações irão surgir e a partir daí a história vai sendo contada. É um enredo que funciona, mas que já vi sendo usado tantas outras vezes que acaba não me instigando tanto em fazer esta leitura. Eureka vai entrar as cegas em uma história que parece impossível ser real e vai ter que saber em quem confiar e como lidar com as descobertas. As relações familiares, o amor e os sentimentos referentes ao luto são elementos que contribuem para envolver o leitor no livro e isso conta a favor da narrativa. Como já conheço a escrita da Lauren Kate, através da série Fallen (que adorei), sei que sua narrativa é boa e mesmo achando a ideia de Lágrimas bem interessante não sei se vou ingressar nesta trama.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Então, eu sei bem como é quanto o livro começa a partir do luto e tenho um pouquinho de birra, porque mostra sempre o quanto as pessoas são idiotas e escondem mais segredos que o necessário, mas ainda assim adoro esse tipo de história! Se você gosta da escrita da lauren, acredito que talvez goste!

      Excluir
  4. Oi, Hemely. Estou bem e você?
    Poxa, cortou minha onda; já estava aqui me apaixonando pelo Ander só por ele salvar Eureka mesmo tendo que matá-la, ele está arriscando a vida e missão dele por ela... isso é tão romântico! Mas ok, você tem razão. Ele poderia ter facilitado, e o fato de perseguir a vida inteira é meio muito maníaco obsessivo.
    Bom, nunca li nada da Lauren, já pensei em ler Fallen mas desisti. Não é muito o gênero que curto.
    Mas a sinopse é muito instigante. Os presentes que Diana deixou e o mistério que envolve tudo isso... fiquei curiosa pra saber mais sobre essas questões.
    Porém, é provável que eu não leia nem tão cedo, quem sabe... vou esperar a resenha da sequência.
    A capa é bonita; também não gosto de pessoas. E gosto de capítulos na medida certa, nem tão curto nem tão longo. Esse já é um ponto positivo.
    Gostei da resenha, Hemely.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!!
      Então, o Ander é fofo e eu me apaixonei muito por ele no começo, só que ele enrola tanto pra contar toda a verdade que fui pegando uma leve birra dele. Acho que você curtiria o livro! Beijos

      Excluir
  5. Eu tenho o marcador desse livro e pretendo lê-lo ainda esse ano. Acho a capa tão linda e a sinopse muito interessante.
    Sem contar q quem o escreveu foi a rainha 😍😍😍 ja li os outros livros da Lauren e amo a escrita dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Halana, leia logo então, mas só leia se tiver condições de comprar Dilúvio pra ontem, porque se não você vai sofrer como eu estou sofrendo!!

      Excluir
  6. Oi Hemely, tudo bem? Eu li os dois primeiros livros de Fallen e não aguentei e desisti, mas o começo da trama é muito bom, gosto da escrita da autora, mas achei que nessa série ela se perde por isso parei. No entanto, como esse é só uma duologia, já até em animo a ler!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi! Então, ainda quero começar a ler Fallen, dizem que apesar dela estragar em alguns momentos a série vale a pena. Estou curiosa pra ler Dilúvio pra confirmar minhas impressões sobre a Lauren!

      Excluir
  7. Hemely!
    Quanto ao livro... Mistério!!
    Gosto de livros de fantasia onde temos um mistério para desvendar no decorrer da leitura.
    O que será que está por trás dos objetos herdados por Eureka pela mãe? Huuuuummm! Fiquei bem curiosa.
    Gostaria muito de ler esse livro e os outros da série, ainda mais porque amo os detalhes...
    Desejo uma semana de muito amor no coração!
    “Inteligência não é não cometer erros, mas saber resolvê-los rapidamente.” (Bertolt Brecht)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy! Mistério mesmo, é bom ir descobrindo o que cada coisa significa!

      Excluir
  8. Oi, Hemely!
    Menina, eu li da Lauren aquela série Fallen e nossa.. momentos que quis jogar o livro pro ar. Realmente ela tem problemas com descrições.
    Essa capa é linda demais mesmo e eu sou dessas que sou atraída por capas haahhaha
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio de aniversário do Balaio de Babados e O que tem na nossa estante
    Participe do sorteio de aniversário do Pausa Para Pitacos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza!
      Então, vivi esses momentos também nesse livro, mas a gente supera né!

      Excluir
  9. Olá Hemely!
    Olha, eu li esse livro bem no comecinho desse ano e amei bastante a historia, a escrita da autora e muito maravilhoso, porém alguns pontos são bastante chato, como o pai dela que não dava carinho a ela, esquecia que existia e fazia as vontades da nova mulher, achei super errado isso e também o garoto misterioso, eu gosto bastante dele mas sei que por trás disso tudo há uma historia. Eu estou ansiosa para comprar meu segundo livro e começa a leitura..No momento leio Fallen e estou gostando bastante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lily!
      Estamos na mesma com relação à Dilúvio então, quero esse livro pra ontem menina! <3

      Excluir
  10. Esse é um livro que estou enrolando a anos para ler, li os livros de Fallen e adorei a escrita da autora, desde então quero muito ler os outros livros dela, mas sempre passo outras leituras na frente, achei uma pena o livro só ter começado a ficar legal no fim, até porque quando um livro só fica bom no fim, normalmente não descubro porque já larguei ele e quanto a Eureka achar de boa tudo o que o Ander sabe é no mínimo estranho, então já espero que aconteça alguma coisa com os dois no segundo livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Giu! Eu estou MUITO curiosa pra ler o segundo livro. Acho que na Black Friday devo aproveitar pra comprá-lo. Apesar de tudo se desenrolar mais no fim, juro que vale a pena persistir na leitura! haha Beijos!

      Excluir
  11. Oi! Adoro Lauren e amo de coração Fallen! Estou louca pra este livro, mas confesso que estou enrolando pra lê-lo. Gostei muito da premissa do livro e espero lê-lo o mais breve possível. Gostei da resenha, está ótima.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Franci! Leia logo sim e corre pra me contar o que achou! Obrigada!! Beijos

      Excluir
  12. Eu adoro Fallen, apesar de ter demorado a pegar gosto pela escrita dela.
    A capa é realmente linda e acho que super combinou com a trama.
    Tive problema com a história demorar muito para desenrolar, pois como você disse realmente parece um diário de como ela ta sofrendo.
    Porém, quando chegou a parte boa quase no fim depois de querer largar a leitura duas vezes, a coisa ficou realmente BOA mesmo haha

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nicole! Exatamente isso que senti! Quando fica bom fica bom de verdade!! Estou beeeem curiosa pro segundo livro! Beijos

      Excluir

PAGINAÇÃO