24/10/2017

RESENHA: Uma História De Verão - Pam Gonçalves

Uma História De Verão
Autora: Pam Gonçalves
Editora: Galera Record
Páginas: 304
Edição: 1
Ano: 2017
É o último verão de Analu perto de casa antes da faculdade. Entre a dificuldade de se entender com seus pais, que queriam que ela cursasse Direito e não Cinema, e as persistentes comparações com seu gêmeo, André Luiz, o grande exemplo de filho que faz tudo para agradar, a garota está cansada de tanta hipocrisia e da cobrança de todos e só quer aproveitar suas férias com os amigos. O lugar é lindo, o clima está ideal e não faltam lembranças em cada cantinho da praia. Pena que nem todas são boas: a primeira decepção amorosa e grande paixão de Ana Luísa, Murilo, está de volta depois de dois anos com o sorriso cafajeste de sempre e novas promessas. De um lado, o futuro em uma nova e incrível cidade, São Paulo; do outro, os amigos, a família e um amor traiçoeiro que ao mesmo tempo machuca e envolve.

Oi Apreciadores, tudo bem com vocês?

Vocês se lembram que semana passada eu estava procurando uma leitura leve e acabei não encontrando na escolha que fiz né? Pois bem, essa semana eu consegui uma das leituras mais gostosas dos últimos tempos! Novamente a Pam ganhou meu coração. Para quem não conhece a autora, ela é brasileira, começou sua carreira sendo booktuber (quem quiser conhecer o canal dela, super recomendo!) e foi lá que ela me encantou com seu jeito de ser e suas dicas incríveis de leitura, portanto depois que ela começou a lançar livros eu não consegui deixar de comprar e a cada livro lançado é um orgulho enorme ver o quanto a escrita dela tem crescido e tem cativado não só à mim como à tantos outros leitores por aí! E o mais legal, na Bienal de SP 2016 eu tive a oportunidade de conhecer esse serzinho incrível e sim ela é tudo o que ela transmite no canal dela! <3 br="">
Vamos à história né? Analu está terminando o ensino médio e, como todo jovem nessa idade, passa por dúvidas imensuráveis em relação às próximas aventuras do seu futuro tão incerto. A sua única certeza é de que esse será o último verão em Tubarão e, mais importante, com seus melhores amigos, Gisele e Yuri. Além disso, existe a tensão e a incerteza sobre o futuro que ela escolheu para si e que não fará os seus pais nada felizes: fazer cinema em uma faculdade em São Paulo. Eles mal sabem que a filha deles, ao invés de prestar para a faculdade de direito, o grande sonho deles, decidiu seguir os seus próprios sonhos.

Analu possui um irmão gêmeo, André Luis, que, para sua tristeza, se tornou tudo aquilo que seus pais queriam, o famoso "filho perfeito", aquele que iria seguir o caminho que o pai decidiu para ele e que estava se tornando alguém irreconhecível na busca pelos seus objetivos. Para completar toda essa história, a sua família é uma verdadeira farsa, já que a mãe é sempre complacente com as traições do marido e está sempre fingindo ter a famosa "família perfeita".

Sendo assim, tudo que Analu quer antes de ter a chance de um novo começo, de poder se livrar de todos esses problemas que não a deixam ser quem ela realmente gostaria, é um verão tranquilo e de despedida dos seus amigos. Então eles decidem passar as férias na Praia do Rosa, o que ela não contava era com a presença inusitada do garoto que partiu seu coração e que, por causa dele, ela nunca mais confiou em se relacionar com mais ninguém: Murilo. Mas lá estava ele e ela já não sabia mais o que pensar, como agir e nem como lidar com aquela situação. Como pode um cara te machucar tanto e ainda assim você sentir por ele tudo aquilo como se fosse a primeira vez?

Uma História de Verão é um livro leve, extremamente gostoso de ler e que me lembrou tão profundamente o quanto é difícil e conturbado esse momento de sair de casa, ir morar em uma cidade completamente diferente e se despedir de todos aqueles que você mais ama e foi lindo sentir tudo isso de novo, porque é uma época que marca muito tudo o que faremos dali por diante. O livro é relativamente pequeno e a fonte é um pouco maior, então a leitura é rápida e extremamente fluida, li ele em pouco tempo e enquanto não terminei não sosseguei.

Além disso, achei a capa a coisa mais fofa com essa ilustração feita em tons pastéis e mostrando a essência da história e com o título nessa fonte mais amorzinho! A mesma fonte do título é utilizada também nas divisões de capítulos e, assim como em Boa Noite, no começo de cada capítulo a primeira palavra é em letras garrafais, o que achei bem legal pois marca o estilo dos livros do autor. O livro trouxe alguns errinhos de revisão, mas nada que fosse muito grave. Por ser uma autora que ainda está começando a entrar no mundo literário eu acho a escrita da Pam muito boa, acredito que ela tem muito a melhorar, mas é bem gostoso ver que a cada livro publicado a escrita dela está se modificando para melhor.

A história é bem gostosa de ler e traz muito das vivências de adolescentes, as paixões, as decepções, as aventuras, as descobertas sobre nós mesmos, sobre os outros, sobre nossa família. Querendo ou não, na nossa cabeça essa é uma época muito definitiva na nossa vida, diz muito sobre o que faremos a seguir, sobre quem queremos ser no mundo. E é também uma época muito gostosa de viver, de sentir que temos liberdade, de que finalmente podemos tomar as decisões por nossa conta e risco e o frio na barriga de pensar que tudo vai mudar dali por diante.
Eu me preparei para fazer a escolha mais perigosa, afinal.
Mas virar adulto?
Isso quer dizer que muito mais responsabilidades vão recair sobre mim - mais expectativas. Expectativa de conseguir ser bem-sucedida. Expectativa de me casar. Expectativa de ter filhos. Expectativas dos outros, mas cujo peso vou carregar - principalmente se não alcançá-las. 
Aproveitando a deixa, sei que esse período de transição é uma época bem difícil para todos nós, então se alguém aí estiver dúvidas ou precisar de qualquer ajuda sobre o Enem ou sobre como é a vida na faculdade, sair de casa, morar fora, podem me chamar que estou disponível para ajudar no que eu puder! Por fim, fica a dica desse livrinho cheio de amor e que me encantou demais, acho que a Pam fez uma pegada menos social, que foi o que vimos em Boa Noite, e focou mais no romance e ficou lindo! Ah! E uma coisa muito legal é que ela fez uma playlist do livro, são músicas que ela ouviu enquanto estava escrevendo ou buscando inspiração para a escrita, vale muito a pena ouvir quando vocês forem ler! Quem tiver interesse, clica logo aqui e corre pra leitura! Um xêro e até semana que vem!


14 comentários

  1. Oi Hemely, que bom que você acertou na leitura leve que você queria dessa vez :) A capa desse livro é mesmo fofa e apesar da história ser juvenil, o fato dela ser leve e ter uma história fluida é super positivo. Ainda não tive a oportunidade de conhecer a escrita da Pam e já acompanhei o blog dela por um tempo e fico feliz que ela esteja despontando nesse mercado, que é competitivo mas é sempre bom ter novidades e opções :) Curti a resenha e a dica de leitura ;)

    ResponderExcluir
  2. Ola, Eu não conhecia a autora, mas já estou interessada em ler esse livro, porque gosto muito de livros que falam sobre esse período de transição entre a fase juvenil para a fase adulta, onde temos todos os tipos de dúvidas em relação as nossas escolhas, a capa é realmente muito fofa e se o livro é leve e a leitura fluída com certeza vou ler, gostei muito da dica!!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Hemely!
    Ainda não tive a oportunidade de conhecer o trabalho da Pam, mas gostei muito de saber um pouquinho mais.
    É um tema muito bacana, essa transição realmente é complicada e pode ser bom pra muitas jovens ler sobre isso.
    Analu parece uma personagem ótima, e que lindo ver que ela decide correr atrás dos sonhos.
    A capa realmente é muito bonita.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nada da autora, acho essa capa uma graça. O livro aborda muitas coisas que já passamos ou vamos passar, é um dilema grande essa fase de ir para a faculdade e qual profissão seguir, conheço uma turminha que esta nessa fase. Acontece muito na realidade os pais quererem escolher pelos filhos como querem escolher pela personagem, aqui em casa digo a eles que cada um decido o seu caminho, meu marido meio que da uma influenciada rs.

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia a autora, mas gosto bastante de ver autores nacionais crescendo junto com a nossa literatura.
    Gosta quando a história tem irmãos gêmeos, e toda essa transição adolescente.
    Não é meu estilo de leitura, mas parece ser uma ótima dica.

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Hemely!
    Bom ver que o livro apesar de trazer os conflitos e as dúvidas que os adolescentes passam nessa fase, principalmente pela imposição familiar, etc... é um livro leve e gostoso de ser lido.
    Acho bem importante esses temas serem abordados e poderem de alguma forma, ajudar os adolescentes.
    “Todo o nosso saber se reduz a isto: renunciar à nossa existência para podermos existir.” (Johann Goethe)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE OUTUBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  7. Parece um livro bem leve, do tipo que você ler num dia. E muito bom que ele fale sobre dramas adolescente, a pressão da familia sobre os filhos e como eles tentam impor sua vontade sobre a deles. Não é meu tipo de livro mais vou tentar lê-lo.

    ResponderExcluir
  8. Ola..gostei da resenha e já quero ler esse livro..
    Saber como é viver fora de casa, estudar fora..já que não tive essa oportunidade de crescer e não por escolha minha.
    Achei uma gracinha a capa, bem leve mesmo..

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nem um livro da autora Pam Gonçalves; Inicialmente a capa deste livro me chamou a atenção, achei bem bonita, gosto de ler livros de autores brasileiros, e pela sua resenha a história deste livro parece ser muito boa.
    Adicionei Uma História De Verão em minha lista de leituras, espero conseguir ler este livro em breve.

    ResponderExcluir
  10. Curto demais quando os autores fazem playlist... E sobre o livro, ainda não tive contato algum com a autora, mas a resenha em questão me chama um pouquinho de atenção, em saber como ela irá lidar com o que está sentindo e todas essas incertezas que com certeza todos já passamos ou iremos passar. Leitura leve, ideal para abstrair, vou deixar a indicação anotada.

    ResponderExcluir
  11. Olá Hemely!
    Eu gostei do livro, tem aquela pegada de historia juvenil. A trama é bem envolvente, eu não tinha conhecimento dessa autora e esse livro dela me encantou pela historia que será contada, a premissa é muito boa. Estou bem curiosa com esse livro!

    Meu Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  12. Oi Hemely :)
    Que legal que a Pam tem evoluído na escrita. Ainda não li nada dela, mas acompanho o canal há uns anos.
    Achei a história da Analu bem legal de ser abordada. Reflete a imagem que eu tinha quando estava no ensino médio e passando pelos mesmo dilemas que ela.
    Que legal que ela criou uma playlist *---*
    Ansiosa para escutar!
    @sentencaliteraria

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bem?
    Esse livro parece ser muito amorzinho mesmo, e Tubarão é a cidade do Luba <3 haha
    Essa transição não é fácil pra ninguém, com 18 eu sai da cidade pequena e fui pra São Paulo, é um choque e tanto tudo isso, as mudanças, os estilo de vida, mas ainda bem que voltei pra minha cidade que tanto amo e com meus pais comigo.
    Eu vou fazer o Enem esse ano (domingo né? haha) e estou bem nervosa, já fiz antes mas também é algo que preocupa muito.
    Eu nunca li nada da Pam, mas sempre vejo comentários positivos dos livros dela, e por ser nacional é melhor ainda, ver os leitores reconhecendo nossas histórias e tudo mais.
    Parabéns pela resenha, vou querer ler com certeza. Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi Hemely,
    Acompanho a Pam através do canal dela há algum tempo e por gostar tanto dos diálogos e indicações literárias é que estou tão curiosa para ler suas obras. A veracidade na criação de Analu é o que faz a leitura valer tanto a pena. Para quem já passou pela fase pós ensino médio ou está passando por ela agora vai conseguir se identificar com os questionamentos e desejos da personagem. Mas não é só isso que faz esta premissa me chamar tanta atenção, pois os dramas familiares tem seus papéis bem definidos e, com certeza, agregam em muito a história. Já tenho um livro da autora em mãos e espero ser cativada por sua escrita quando for realizar a leitura e, também, poder adquirir suas outras obras.

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO