08/12/2017

RESENHA: Extraordinário - R. J. Palacio

Extraordinário
Autora: R. J. Palacio
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Edição: 1
Ano: 2013
August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela e uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações medicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... ate agora. Todo mundo sabe que e difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tao diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele e um menino igual a todos os outros.
R. J. Palacio criou uma historia edificante, repleta de amor e esperança, em que um grupo de pessoas luta para espalhar compaixão, aceitação e gentileza. Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade um impacto forte, comovente e, sem duvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo o tipo de leitor.
Resolvi reler esse livro e as emoções foram como da primeira vez!

Auggie é um menino que nasceu com várias deformações no rosto, por isso teve que passar por inúmeras cirurgias pra ter um rosto mais "comum", mas ainda assim o rosto do nosso protagonista se difere do que é considerado comum para as pessoas ao seu redor. Seus pais sempre foram muito protetores, a mãe do Auggie inclusive dava aulas em casa pra ele, porém os seus pais acham que está na hora dele entrar na escola, já que começará o quinto ano. Ao mesmo tempo que o Auggie fica receoso e com medo da nova escola -  e da forma que as pessoas irão tratá-lo, se sente animado também para essa nova etapa.
“Sabe o que eu acho? A única razão de eu não ser comum é que ninguém além de mim me enxerga dessa forma.”
Eu sempre menciono Extraordinário como um dos meus livros favoritos da vida, por isso resolvi fazer a releitura e adivinhem? ele continua sendo um dos melhores livros da vida. Pra muita gente sei que a obra é bem simples, mas é nessa simplicidade que faz Extraordinário ser uma grande obra.
Extraordinário nos mostra um garotinho, que pra si é só uma criança normal e comum, mas que é visto como diferente para as outras pessoas e por isso acaba passando por preconceito e - infelizmente - bullying em várias situações não só a agressão como remetem o bullying, mas ficarem cochichando, não se sentarem com ele no refeitório, não falar com ele e tantas ações pequenas que podem ser consideradas "normais", mas que são bullying sim! Nós sabemos que algumas crianças conseguem ser bem cruéis com suas sinceridades, as vezes nem por maldade, mas por repetir muito o que se vê em casa e nesse livro temos o Julian que é justamente aquele filhinho de papai que se acha superior e por isso fala e faz algumas coisas bem repudiáveis. (já fiz resenha de O Capítulo de Julian)
”– Sempre haverá idiotas no mundo, Auggie – falou, olhando para mim. – Mas seu pai e eu acreditamos, de verdade, que há mais pessoas boas que más na Terra, e que as pessoas boas olham uma pelas outras, cuidam umas das outras.”
O Auggie nos mostra que é difícil, que às vezes pensamos em desistir por ser mais fácil correr daquela realidade dura, mas que a melhor solução é enfrentar as coisas. É impossível você não ser conquistado por esse pequeno, ele é engraçado, irônico, amoroso e feliz, tem seus momentos complicados, mas que só o faz mais crível. A sensibilidade desse livro me cativa de tal maneira que nem sei descrever como, são coisas "comuns" que a gente nunca presta a devida atenção.

A obra não só tem a visão do Auggie, mas também da Via (sua irmã mais velha) com seus dilemas, seu amor pelo irmão e também mostra como os pais - mesmo que inconscientemente - a escantearam por causa das necessidades do irmão; temos a visão do Jack que foi um dos garotos que apresentou a escola para o nosso protagonista e veio se tornar um amigo; da Summer que é uma garotinha que quando viu o Auggie só na escola resolveu se juntar a ele e se tornou uma grande amiga; temos a visão do Justin que é namorado da Via; e da Miranda que sempre foi a melhor amiga da Via e sempre foi louca pelo Auggie, o enxerga como seu irmão mais novo também.
“Se cada pessoas nesse auditório tomar por regra que, onde quer que esteja, sempre que puder, será um pouco mais gentil que o necessário, o mundo realmente será um lugar melhor. E, se fizerem isso, se forem apenas um pouco mais gentis que o necessário, alguém, em algum lugar, algum dia, poderá reconhecer em vocês, em cada um de vocês, a face de Deus.”
Cada um que aparece na história tem uma importância na vida do Auggie e mais, como o nosso protagonista influencia na vida deles, cada um tem seus problemas e conseguimos se sentir cativados e apaixonados por todos que aparecem. Sem dúvidas Extraordinário é uma obra que te faz adentrar completamente na história, vai te fazer sorrir, vai te fazer revoltar, pensar, refletir e te emocionar. Falando em emocionar, eu sou uma pessoa completamente chorona (não vou negar) e me vi chorando várias e várias vezes durante a leitura (e já assisti o filme, chorei também rs).

Já mencionei que o livro tem várias visões diferente, em destaque o do próprio Auggie. E nessas partes há uma ilustração dos personagens e uma frase que representa o que vai ser contado naquela parte ou sobre o próprio personagem. Esse cuidado foi bem bacana! A diagramação está ótima, e não encontrei erros.

Comentário final: Extraordinário é um livro... extraordinário. E merece ser lido por todos, ser adotado nas escolas e tudo mais. É incrível! Vale super a pena.
“Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil.”


16 comentários

  1. Possuo este livro já faz algum tempo, mas sempre passando outras obras na frente, mas neste próximo ano pretendo sim dar uma chance a obra. Gostei muito do livro que uma narração com várias perspectiva da visão dos personagens, principalmente do garoto, que vem trazer uma lição de vida para os leitores, no emocionando, e nos fazendo refletir, sobre as coisas importantes das quais não damos atenção. Bom, sua resenha esta incrível, e fiquei muito encantada com esta obra.

    ResponderExcluir
  2. Terminei Extraordinário essa semana, e achei uma boa leitura.
    Auggie é um ser admirável; bacana ver que ele se aceita e ainda faz piada sobre sua aparência, mas isso não impede que ele se magoe com os comentários.
    E o modo como as pessoas tratam e sentem nojo dele é abominável.
    Mas fiquei feliz de ver que há pessoas boas ao redor e que o ajudam, e enfrentam o mundo com ele.
    Gostei também de ver como a Via se sente.
    É uma leitura super válida

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. A simplicidade dessa história é que faz ela ter graça mesmo. É Algo que a gente pode ver por aí e que surpreende pelos sentimentos, por como as pessoas veem esse garoto, como é a vida dele, os amigos dele e o que eles passam e essas coisas. O bullying que ele sofre é algo que a gente sabe que acontece, e criança consegue ser bem malvada mesmo e nem precisa ser algo delas, pode ser reflexo do que veem em casa ou o modo como são criadas e coisas assim. Ver isso no livro é bem legal.
    A forma como o garoto lida com tudo isso dá uma coisa na gente, aquele aperto no peito e esperança de que tudo dê certo com ele, que ele seja feliz, porque ê garotinho fofo! Meu Deus, quando li eu queria tirar o menino do livro e abraçar até todos os problemas sumirem da vida dele. Ele tem um jeitinho admirável e impossível de não amar. Dá vontade de reler também, viu. Essa história é muito linda.

    ResponderExcluir
  4. Esse livro sem dúvidas tem uma história emocionante e envolvente. O tema é delicado, porém é bacana o modo como Auggie lida com sua deformação, tendo ajuda das pessoas que o amam para que possa superar. É claro que o bullying é algo que inevitavelmente ele teria que passar na escola, acho que muitos passam por isso, essa fase pode ser um tanto dolorosa mas que felizmente passa. O filme desse livro acaba de estrear no cinema e quero muito assistir!!

    ResponderExcluir
  5. Olá, esse livro é realmente tudo isso! A trama aparentemente simples de Palacio consegue abordar muitas questões que devem ser discutidas, em especial o bullying. É ótimo quando relemos um livro e ele é tão que parece a primeira vez, né? Espero que tenham feito uma adaptação digna para essa belíssima obra. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eu ainda não li Extraordinário, mas pretendo ler em breve pois só ouço elogios e sua resenha foi extraordinariamente comovente. Acredito que todos devem ler a obra pois Palácio nos transmite ensinamentos memoráveis em reação ao bullying, amizade e família. Fico feliz que o filme poderá disseminar melhor esses ensinamentos e espero que tenha uma adaptação fidedigna. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ainda não tive a oportunidade de ler Extraordinário, mas a cada resenha que leio, só vejo elogios, esse livro me parece ser muito emocionante, o bullying entre crianças nas escolas acontece frequentemente, sempre tem aqueles que se acham mais que os outros, e esse livro me parece ser uma lição de vida, Adorei a Resenha e quero muito ler o livro e assistir ao filme!!

    ResponderExcluir
  8. Olá! Olha, eu sinto até vergonha de dizer isso mas ainda não li Extraordinário. Ainda mais agora com o filme parece que só se fala dessa história e eu me sinto um peixe fora d'água sem poder opinar. Mas o certo é que até hoje eu só ouvi elogios e comentários como o seu, do quão esse livro é lindo e fundamental de ser lido. Pretendo ainda ler sim e ver a adaptação.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Confesso que semprei achei que essa era somente mais uma história para crianças (por causa da capa) e bobinha. Mas, vejo que é uma história profunda, tocante e emocionante. Quero muito ler antes de assistir o filme!

    ResponderExcluir
  10. Kamilla!
    Eis aí um livro que deveria ser obrigatório nas escolas, além de ajudar a lidar e conviver com as diferenças, ajudaria a diminuir o bullying e aumentaria a inclusão. Sou apaixonada por esta história, que é emocionante e muito linda!
    Não li ainda nenhum dos livros Extraordinário, mas tenho a maior vontade.
    Bom domingo!
    “A melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  11. Essa historia parece ser muito linda, passar ensinamentos e nos deixar pensando sobre eles, apesar de triste também e quero muito ler e assistir o filme. Gostei que o personagem tem seus amigos apesar das outras pessoas, terem seu preconceito contra ele, ainda existe pessoas de bom coração.

    ResponderExcluir
  12. Eu to doida pra ler esse livro! Já tem um bom tempo, por sinal. Queria ler antes de ver o filme, mas não sei se vou aguentar kk
    Você é mais um que diz que este é um dos livros favoritos da vida, fico feliz com isso, pois sei que a chance de eu gostar vai ser muito grande, pelo que foi expresso na resenha.

    ResponderExcluir
  13. Oi Kamilla.
    Extraordinário é um dos meus livros favoritos! Sempre o recomendo para outras pessoas.
    É uma história tão linda, com uma mensagem tão bonita. Todos deveriam ler e ser mais gentis uns com os outros.
    Uma das coisas que mais gostei nesse livro foi ver a dinâmica da família e dos amigos do Auggie, seus pontos de vistas, momentos de superação e sacrifícios feitos por eles.
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. O que falar desse livo tão amorzinho? Não lembro exatamente quando li sei que foi em 2013 por aí, mas fiquei tocada com a história e encantada com o Auggie. Apesar de tratar do bullying o livro não é pesado e se arrasta de maneira triste, o protagonista é incrível e doce e não só ele, mas sua família também, assim como os amigos que ele faz. Sou chorona assim como você e só de ler a resenha já fiquei com os olhos lacrimejando, espero reler um dia e gostar tanto quanto dá primeira vez, como aconteceu com você. E o filme? Ah, que adaptação incrível, tem um lugar super especial no meu coraçãozinho.

    ResponderExcluir
  15. Vi o trailer do filme e ja vi que é de chorar. Como choro atoa, evito filmes e livros muito emocionantes. Mas a história é linda e a repercussão esta sendo grande. Isso é muito bom.

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Eu ganhei esse livro de presente do meu namorado porque eu desejava muito ele e quando vi o trailer do filme e estou mas que desejando ler ele logo para assistir, sei que a trama e muito envolvente, então estou preparando meu psicológico antes de ler..

    Meu Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO