16/01/2018

RESENHA: Depois dos Quinze - Bruna Vieira

Depois dos Quinze
Autora: Bruna Vieira
Editora: Gutenberg
Páginas: 200
Edição: 8
Ano: 2015
Neste livro você encontra histórias, desabafos e segredos de Bruna Vieira, garota de 18 anos, colunista da revista Capricho e dona do blog 'Depois dos Quinze', um dos mais influentes em moda, comportamento e internet para o público adolescente. Bruna apresenta aqui sua história em belíssimas crônicas que já conquistaram milhares de fãs, leitores e leitoras em sua coluna em suas redes sociais e em seu blog.
Oi Apreciadores, tudo bem com vocês?

Essa semana as coisas apertaram por aqui e eu optei por fazer uma leitura mais tranquila, sem grandes emoções e mais rapidinha também, por isso escolhi esse livrinho que estava na minha estante há um tempo. Eu acompanho o blog Depois dos Quinze desde que me entendo por gente e os textos da Bru marcaram demais a minha adolescência, principalmente por termos mais ou menos a mesma idade, sempre me identifiquei muito com tudo que ela escrevia. Já disse aqui em outras resenhas que não sou muito fã de contos, mas eles sempre são perfeitos quando busco leituras leves, porque sei que encontrarei o que procuro!
O livro conta a trajetória da vida da Bru, desde o seu complexo com o estrabismo, os romances de adolescência, os problemas na escola até a sua mudança para SP, o crescimento que isso trouxe, mas também a dor de ficar longe da família e se sentir sozinha em uma cidade completamente diferente do que você conheceu a vida toda. É impossível não se identificar com cada texto, cada situação, o livro como um todo é algo que é pra ser compartilhado, é saber que alguém viveu experiências bem parecidas com as suas, é saber que em algum lugar sempre vai ter alguém que possa te compreender porque viveu aquilo também.
Não importa quantos segredos foram revelados. Ninguém neste mundo sabe mais sobre você do que você mesmo. O que acontece lá fora nem importa tanto assim. A história muda cada vez que é contada, mas não quando é vivida. Lembre-se, as folhas que faltam ainda estão em branco, e só você tem a caneta que realmente funciona.
É possível ver muito também dos romances, sabe aqueles romances doces da nossa adolescência? Pois bem. Devo dizer que senti uma nostalgia, do frio na barriga, as borboletas no estômago, os textos no diário, as cartinhas apaixonadas, os flertes e todos aqueles sentimentos não identificados que rodeiam o nosso coração por semanas.
Olhando para dentro (e não para trás), vejo quanto o tempo passou. O quanto, mesmo se sentindo de alguma forma a mesma garota de sempre, tudo inevitavelmente se transformou. Os lugares, os amigos, os valores, os sonhos e até os maiores medos - aqueles que a gente guarda em segredo na alma. Eles mudaram.
Além disso, a diagramação do livro ficou incrível! A edição ficou muito bem feita, traduzindo de forma excepcional o jeitinho Bruna de ser, com as andorinhas da tatuagem dela espalhadas pelo livro, uma fonte fofa nos títulos de cada conto e algumas páginas com textos curtos extras impressos em papel de revista. Para completar, temos alguns trechos de frases de pessoas mundialmente reconhecidas e ao final do livro é possível encontrar uma playlist de músicas para podermos ouvir enquanto lemos, músicas essas que sou apaixonadíssima, além de um QR Code que nos leva para alguns extras.
[...] Aprendi a valorizar minha família. Cada vez que eu vou pra casa e volto pra São Paulo, sinto vontade de agradecer a Deus por tê-los colocado na minha vida. Cada vez que conheço mais o mundo e as pessoas que vivem nele, penso no quanto sou sortuda por ter um lugar para chamar de casa e pessoas simples e felizes para admirar. Referência é tudo.
Esse foi o primeiro livro que a Bru lançou e devo dizer que a escrita dela ainda é bem crua, mas já adianto que em outros livros dela já é possível ver uma evolução enorme e isso me faz muito feliz, porque sou muito fã do trabalho dessa menina e desejo todo o sucesso do mundo pra ela! E gente, não preciso nem dizer que essa capa ficou linda demais né? É isso pessoal, se vocês procuram um livro leve, para ler em uma tarde (ou duas) e que nos leve para um passado bem gostoso, esse é uma ótima pedida! Quem aí já leu? Gostaram? Me contem! Um xêro e até semana que vem!


21 comentários

  1. Oi, Hemelly.

    Todos que leram esse livro, independente da idade, com certeza se identificaram e relembraram de suas experiências também vividas, os sentimentos, as mudanças, anseios, o amor.

    E com certeza é um presente para os fãs dela, acompanhar a trajetória através dela das páginas do livro, sentir tudo aquilo que o livro passa.

    Enfim, acho que é uma leitura para passar o tempo, para descontrair.

    ResponderExcluir
  2. Eu ja tinha ouvido falar do blog mas não sabia que ela tinha publicado um livro, não acompanho o blod dela , mas depois vou dar uma passadinha por lá, o livro parece ser muito gostoso de se ler, e bem levinho mesmo, a capa está linda mesmo!! Ótimo para nos tirar daquela ressaca literária kkk ( na minha opiniao)

    ResponderExcluir
  3. Oi, Hemely!
    Menina, até outro dia eu nem sabia quem era Bruna Vieira e muito menos que ela tinha lançado um livro hahahahaha
    Pelo que você falou, ele é realmente pra quando tudo está corrido.. Não sei se leria por agora, mas também não descarto a possibilidade.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. Parece uma leitura bem interessante mesmo. Com bastante coisa pra se identificar. As coisas da adolescência, isso de se mudar pra um lugar longe da família....achei isso interessante porque passei por algo assim e sei como pode ser difícil. Acho que iria simpatizar fácil por essa parte. E o romance da juventude chama atenção porque quem não gosta né? De lembrar, da nostalgia que dá mesmo ao ver algo do tipo. Acho legal. Parece um romance simples e fofo de ler, bom pra quando bate a ressaca e a gente quer algo mais calminho pra acompanhar. É uma boa dica.

    ResponderExcluir
  5. O livro é muito fofo, gostoso para ler em uma tarde ou para ler depois de uma leitura dificil.
    É bem fofo mesmo, o livro inteiro, os textos são tão cheio de verdades e sentimentos, é bem fácil de se identificar com a Bru daquela época.
    Tambem amo o blog dela e admiro muito quem ela é, o que se tornou e aprendeu, confesso que aprendi muito com a Bru.

    https://garotaeraumavez.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu não li esse livro, na verdade nunca tinha o visto por aí.
    Mas não gosto de livros nessa essência e tal... Mas para quem curte o gênero deve gostar, ainda que a escrita da autora não tenha sido uma das melhores em suas obras.

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Hemely!
    Eu ainda não conhecia esse livro e também não conhecia a Bruna Vieira, má já gostei muito de saber que é um livro leve e gostoso de ler, e adoro livros de contos principalmente quando leio um livro cansativo e quero um livro mais curto!! A capa é lindíssima e gostaria muito de ler se tiver oportunidade!!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Hemely. Eu já tentei ler esse livro mas na época eu ainda não estava familiarizada com os contos e por isso desisti da leitura. Acho que talvez hoje eu pudesse gostar.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Hemely!
    Também não sou fã de contos, e além disso, não cheguei a conhecer o blog da Bruna, mais sei o sucesso que ele faz, e imagino que o livro deve ser bem fofo.
    Deve ser uma delícia acompanhar o que a Bru passou, e se lembrar do que nós mesmas vivemos nessa fase né? Pelas resenhas que eu li, percebi que a autora parecia estar escrevendo sobre a minha vida, rsrs. Gostaria de acompanhar mais a autora e conhecê-lá, espero que os livros dela façam o sucesso que ela merece!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Hemely.
    Não sou muito fã de contos, nem conhecia o blog da Bruna.
    Esse livro parece ser ótimo para os adolescentes que se identificarão com o que a narradora passou. Não é um livro que eu leria, no entanto.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li nem um livro da autora Bruna Vieira, achei legal a história deste livro, as vezes é bom ler uma história mais leve, e como gosto muito de livros de contos, sem dúvidas pretendo ler Depois dos Quinze.

    ResponderExcluir
  12. Parece ser um livro fofo, bem leve, para aliviar a tensão, eu diria. No momento não estou procurando livros assim, mas vou deixar anotado, para quando eu quiser uma coisa mais leve.

    ResponderExcluir
  13. Ainda não tive a oportunidade de ler nada da autora. Mas já tenho um de seus livros na estante. Bacana poder conferir a resenha deste livro, realmente parece ser uma leitura bastante agradável e leve. Com aquele gostinho de adolescência ♥

    ResponderExcluir
  14. Acho essa capa uma gracinha. Ainda não li nada da autora, mas minha filha já leu e gostou. Parece ser uma leitura leve e descontraída, é muito bom abordar esses assuntos que já aconteceram com a gente e ou vai acontecer, pra quem já aconteceu é bom relembrar e matar saudades ainda mais das borboletas no estômago rs.

    ResponderExcluir
  15. Hemely!
    Devo confessar que não conhecia a Bruna, nem o blog ou qualquer outra coisa relacionada a ela. Acredito que pelo fato de já ter passado da adolescência há muito tempo.O que não impede de poder ler um livro do gênero, ainda mais escrito por crônicas que é um estilo que gosto muito.Entendo sua euforia com a leitura, porque ela deve mesmo causar identificação com o público mais jovem através dos assuntos que aborda.
    Desejo uma semana produtiva e abençoada!
    “Bem aventurados os que mudam suas atitudes sem esperar um ano novo.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Gosto muito de livros que tem essa historia muito fofa e bem juvenil. Me encantou bastante, tem uma premissa muito boa e gostei bastante, irei coloca na lista de leitura e de compras.

    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  17. Achei interessante, mas por ser muito fofo acho que não iria me agradar.

    ResponderExcluir
  18. Antigamente eu até via mais coisas da Bruna, mas conforme foi passando o tempo fui parando de assistir. Lembro de algumas postagens do blog dela e realmente bate uma nostalgia. Acho a capa desse livro bem fofa, é bem doce e eu adoro essas ilustrações. Gostei dos quotes selecionados, são bem verdadeiros e trazem reflexões de uma forma leve. Imagino que seja um livro que o leitor pode concluir a leitura em pouco tempo mesmo. Não sei se vou ler algum dia, mas caso eu leia espero gostar tanto quanto você.

    ResponderExcluir
  19. Oii...dei esse livro de presente e ela adorou, acho que vou pedir emprestado heheheheh
    Adorei a resenha, de vez em quando faz muito bem uma leitura mais leve e tranquila.
    bjos

    ResponderExcluir
  20. Oi Hemely,
    Também não sou muito fã de contos e por isso nunca me interessei por este livro. Para ser honesta, não acompanho a Bruna Vieira e só fui tomar conhecimento de seu blog com os lançamentos das suas obras. Acho importante, quando se é jovem, ter contato com pessoas que tenham algo em comum com você, que passe pelas mesmas inseguranças, experiências e anseios e Depois dos quinze faz bem esse papel, pois para aqueles que não tem com quem conversar ou tem vergonha, ler um livro onde possa se identificar pode ser muito bom e de grande ajuda. A diagramação das obras da autora são sempre impecáveis com cores e ilustrações de encher os olhos. Ainda não tenho certeza se lerei este livro, mas gostei da indicação.

    ResponderExcluir
  21. O que mais gostei desse livro foi que ele realmente me fez lembrar muitos momentos da minha adolescência tanto em relação os amores quando as amizades e as dúvidas que sempre bate nessa fase da vida

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO