13/02/2018

RESENHA: Felizes Para Sempre - Kiera Cass

A Seleção (Contos)
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 464
Edição: 1
Ano: 2015
Esta coletânea traz os contos A rainha, O príncipe, O guarda e A favorita ilustrados e com introduções inéditas de Kiera Cass. Conheça o príncipe Maxon antes de ele se apaixonar por America, e a rainha Amberly antes de ser escolhida por Clarkson. Veja a Seleção através dos olhos de um guarda que perdeu seu primeiro amor e de uma Selecionada que se apaixonou pelo garoto errado.
Você encontrará, ainda, cenas inéditas da série narradas pelos pontos de vista de Celeste e Lucy, um texto contando o que aconteceu com as outras Selecionadas depois do fim da competição e um trecho exclusivo de A sereia, o novo romance de Kiera Cass. Este é um livro essencial para os fãs de A Seleção, que poderão se aprofundar mais nesse universo tão apaixonante.
ESSA RESENHA PODE CONTER SPOILERS

Oi Leitores, tudo bem com vocês?

Eu amei tanto a trilogia de A Seleção que não conseguiria não ler esse livro! Felizes Para Sempre traz uma série de contos que foram escritos diante da visão dos próprios personagens que vivenciaram aquilo e para um fã da trilogia ele é mais do que um presente! Esse livro traz os seguintes contos: A Rainha, O Príncipe, O Guarda, A Favorita, Cenas de Celeste, A Criada, Depois de A Escolha e Por Onde Elas Andam?.

A Rainha é um dos meus contos favoritos, trazendo a história de quem, para mim, é uma das personagens mais incríveis e que foi pouco exaltada durante os livros, a Rainha Amberly. Nesse conto é possível entender de onde ela vem, o porque de, apesar de ser uma Quatro, ela ter características como a humildade que parecem ser advindas de castas ainda menores, o porque de ela ter se casado com alguém como o Rei Clarkson e consequentemente toda a história sobre a sua seleção. É um conto que me deixou fascinada e ao mesmo tempo triste, a rainha é uma mulher tão boa e tão cheia de compaixão dentro de si que ninguém teria sido feita de forma melhor para se casar com Clarkson, mas ao mesmo tempo são essas características que me deixam triste, porque no fim, como eu suspeitava, o relacionamento deles acontecia de forma que ela sempre fosse submissa. Porém eu fui capaz de entender, de certa forma, o porque do rei Clarkson ser e agir da forma que agia e isso foi muito bom.
Naquela noite, ao me acomodar na cama, prometi duas coisas a mim mesma. Primeira: se Clarkson se preocupava tanto comigo, eu ia parar de me fazer de vítima. Dali para a frente, seria uma competidora. Segunda: eu jamais daria a Clarkson Schreave um motivo para ficar irritado daquele jeito de novo. Seu mundo parecia um furacão. Eu seria o seu centro.
Em O Príncipe podemos rever várias das cenas dos dois primeiros livros sob o olhar de Maxon, desde os primeiros minutos antes do sorteio das Selecionadas até as cenas que fizeram com que ele e America se apaixonassem e formassem esse casal que a gente tanto ama. É possível ver o quanto Maxon é diferente do próprio pai, mas ao mesmo tempo o quanto as coisas que ele dizia e fazia machucavam o príncipe. Maxon me provou o quanto ele e America foram feitos um para o outro e o quanto o amor dele por ela era real (e sua insegurança também).
Enquanto caminhava até o fim do corredor, fui interrompido por vários "e se?" que me atormentavam. E se eu não conseguisse amar nenhuma das garotas? E se nenhuma delas me amasse? E se minha alma gêmea não tivesse sido escolhida para participar, em favor de uma garota mais útil de sua província?
O Guarda foi um dos contos que mais me deixou triste. Aspen é um cara maravilhoso que teve a chance de melhorar e muito a sua condição e as condições da sua família, mas é cego de amor por America. Me doeu demais, mas demais mesmo, entender o quanto ele era devoto à Meri, o quanto, se fosse preciso, ele daria a sua vida e o seu mundo pra que os dois ficassem juntos, confesso que por vezes foi bem cansativo saber que a paixão que ele nutria por ela era mais forte ainda do que imaginei. Além disso, traz o começo do melhor ship que você respeita sob a visão do Aspen!
Doía só de pensar. Pelo que eu lutaria no mundo senão por ela?
A Favorita foi outro conto que entrou pra lista dos favoritos e dos mais aguardados também. Saber mais sobre a história da Marlee, sobre como foi o desenrolar das coisas durante e depois dos acontecimentos de A Elite foi muito, muito, muito bom mesmo. Fora que acabei por amar ainda mais a amizade dela com a Meri! Se eu já era apaixonada por essa personagem, Kiera conseguiu me fazer querer ser melhor amiga dela depois desse conto!
Nesse momento tomei consciência de quanto a amava, e de quanto ela devia me amar. Se America sentiu metade da preocupação que eu tive com ela, era mais do que suficiente.
Em Cenas de Celeste acompanhamos algumas cenas especiais e que me fizeram, novamente, ver ela com outros olhos. Além disso, é possível conferir uma cena em específico que me fez muito feliz: o natal que elas passaram juntas em A Escolha.
O amor não estava em jogo. Eu podia me acostumar com isso. Mas como eu poderia me tornar mais preciosa para Maxon do que alguém que ele amava de verdade? Eu tinha muitas das qualidades valorizadas. Só precisava fazer com que ele enxergasse. Tinha que mostrar a ele que podia ser rainha. 
A Criada traz alguns extras sobre a história de Lucy e detalha muito bem como foi o começo do namoro dela, algo que em A Escolha nós ficamos tipo "oi?" e Kiera nos trouxe esse conto de presente para que pudéssemos entender melhor a situação como um todo. Esse conto só me fez me apaixonar mais ainda pela personagem, pela sua personalidade, seus valores e a forma como ela evoluiu durante os livros.
- Todo dia você diz ou faz alguma coisa que me desafia e me transforma. Você acha que anda, Lucy? Pois eu acho que você voa. Você se vê de uniforme? Eu vejo você numa capa. Você é uma heroína da natureza mais discreta e autêntica.
Depois de A Escolha traz alguns detalhes a mais sobre os anos seguintes ao casamento real com um presentinho bem gostoso para os fãs. E em Por Onde Elas Andam? conseguimos ver como foi o futuro do restante das garotas que pertenceram à Elite, eu gostei bastante de ver o que aconteceu com elas, porém algumas coisas achei que foram meio forçadas, talvez pela forma resumida com que a Kiera decidiu contar o que aconteceu.
Por fim, ele traz um capítulo extra sobre outro livro da autora (A Sereia) que eu já estou doida para ler também! Acredito que alguns de vocês já devem saber, mas além de Felizes Para Sempre, existe um outro livro de contos que foi publicado em 2014 e que se chama Contos da Seleção, eu li ele também, mas preferi trazer pra vocês somente o Felizes Para Sempre, pois traz alguns contos que para mim foram mais importantes, além do fato de o primeiro só possuir O Príncipe e O Guarda. Porém Contos da Seleção possui alguns extras bem, bem legais mesmo para os fãs. Além de possuir a árvore genealógica de Aspen, America e Maxon, tem uma entrevista super especial com a Kiera Cass e uma playlist montada para cada um dos três primeiros livros, quem tiver a oportunidade deveria conferir!! Um xêro e até semana que vem!


11 comentários

  1. Eu gostei muito desse livro.
    Foi muito prazeroso poder conhecer melhor as histórias dos personagens secundários. Amei e me emocionei com a favorita. E achei muito legal as cenas das outras selecionadas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, adorei que a editora publicou esses contos, que não só presenteiam o leitor com novas perspectivas da trilogia, mas também dão mais enfoque a personagens muito queridos, como a rainha. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Hemely,
    Já li os contos de O Príncipe e O Guarda naquele primeiro livro que lançaram (antes desse) e amei ter um pouco mais do Maxon. Essas coletâneas para quem gosta muito da trilogia é maravilhosa, pois permite ao leitor ter um pouco mais dos personagens e matar a saudade, principalmente se a leitura dos livros já foi realizada há algum tempo. Em Felizes para sempre o conto que mais anseio para ler é o de A Rainha, pois assim como você, senti falta de saber mais sobre ela durante a leitura da trilogia, sobre como foi sua seleção e a relação com o Rei. Sinto que a rainha Amberly é que dá inicio a toda essa saga e compreende-la é essencial para a história.

    ResponderExcluir
  4. Hemely!
    Não li nenhum dos livros da série, mas parecem uma distopia muito boa.
    Bom ver esse livro de contos pelos protagonistas de toda a série, deve ser uma delícia poder relembrar cada uma das personagens.
    Um feriado de alegria e moderação e desejo uma ótima semana!
    “Ninguém é assim tão velho que não acredite que poderá viver por mais um ano.” (Cícero)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  5. Eu tinha até começado a ler o post, mas fiquei com medo de spoiler. Adoro a série da Seleção e atualmente estou no quarto livro, mas, infelizmente nunca li nenhum dos livros de contos, só O príncipe.

    Um beijo, Aninha
    https://thatisrealme.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Hemely.
    Eu li alguns contos da Seleção, como O Príncipe e O Guarda.
    Fiquei com vontade de ler A Rainha, A Favorita, Cenas de Celeste, A Criada, Depois de A Escolha. É uma forma de matar um pouco das saudades desses personagens queridos e saber um pouco mais sobre eles.
    Eu adoro a Marlee! Ela é uma fofa! A Celeste não é de toda ruim. Seu conto deve mostrar um outro lado dela.
    Ansiosa para ler todos esses contos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. eu amo demais essa trilogia e estou doida para ler esse livro, gostei muito que tem um contro sobre a Rainha Amberly que eu amava tanto, esse conto sobre o Aspen deve ser muito doloroso e geente quem não ama marlee ?? super queria ser melhor amiga dela !! com certeza esse é um livro para matar saudades e um enorme presente para aqueles que amam o universo que a autora criou. Eu li a sereia e amei muuito o livro, apesar de ter achado que ela poderia ter focado mais em outras coisas.

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li a trilogia, fiquei curiosa com esse conto A Rainha parece ser muito bom, os outros também, mas acho que teria que ler a trilogia primeiro. É muito bom saber mais sobre os personagens e as vezes os contos contêm detalhes que não teve no livro.

    ResponderExcluir
  9. Eu li a trilogia original mas ainda nao li essa antologia. Eu vou ter que reler a serie pra me lembrar denovo da historia pois so me restam fragmentos de lembrança

    ResponderExcluir
  10. Oiee!
    Como nunca tive interesse sobre essa série não conheço praticamente nada dos livros, então não tenho muito o que falar.
    Só que continuo sem a menor intenção de ler, eles me passam a impressão de que são livros bem de adolescentes, sei lá, não pretendo ler.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Não sabia que esse livro era de contos, via a capa e achava que fosse somente um romance de época normal. Mas gosto da autora, e também gosto de contos. É claro que vou ler esse livro também .

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO