23/02/2018

RESENHA: A Rebelde do Deserto - Alwyn Hamilton

A Rebelde do Deserto #1
Autora: Alwyn Hamilton
Editora: Seguinte
Páginas: 283
Edição: 1
Ano: 2016
O deserto de Miraji é governado por mortais, mas criaturas míticas rondam as áreas mais selvagens e remotas, e há boatos de que, em algum lugar, os djinnis ainda praticam magia. De toda maneira, para os humanos o deserto é um lugar impiedoso, principalmente se você é pobre, órfão ou mulher.
Amani Al’Hiza é as três coisas. Apesar de ser uma atiradora talentosa, dona de uma mira perfeita, ela não consegue escapar da Vila da Poeira, uma cidadezinha isolada que lhe oferece como futuro um casamento forçado e a vida submissa que virá depois dele.
Para Amani, ir embora dali é mais do que um desejo — é uma necessidade. Mas ela nunca imaginou que fugiria galopando num cavalo mágico com o exército do sultão na sua cola, nem que um forasteiro misterioso seria responsável por lhe revelar o deserto que ela achava que conhecia e uma força que ela nem imaginava possuir.

Gostei bastante do livro, mas acho que fui com expectativas demais!

A Rebelde do Deserto conta a história da Amani, que é uma adolescente que quer sair a todo custo da Vila da Poeira, uma cidade isolada e onde não é querida por praticamente ninguém, já que seus pais estão mortos (a mãe colocou fogo na casa, e seu marido estava dentro - ele morreu, e por isso ela foi assassinada). Por conta disso a nossa protagonista ficou com os seus tios, a história se passa no deserto e segue o esquema que o homem pode ter várias mulher e estas tem que ser submissas a ele. O tio da Amani acha que seria uma boa ter mais uma esposa, e quem seria? sim, a sua própria sobrinha. Eis aí mais um outro motivo pra ela querer sair da Vila da Poeira.

Amani nunca foi aquele tipo de mocinha submissa, por isso ela se veste de menino e vai para uma disputa de tiros, porque sim nossa protagonista é boa de gatilho. Lá ela fica conhecida como Bandido de Olhos Azuis (os olhos dela são bem característicos e mais tarde na trama nós vamos saber o porquê) e acaba competindo com um forasteiro misterioso. Mas tudo acaba se complicando, há tiros pra todos os lados, pessoas gritando, um verdadeiro tumulto. Amani consegue sair com a ajuda do Forasteiro, mas sem nenhum dinheiro, já que gastou com a inscrição da disputa. 

Quando o exercito aparece na pequena vila, a procura de um forasteiro, ela acaba reencontrando aquele que conheceu durante a disputa, que se chama Jin, e o ajuda. Mas no final das contas é ele quem a ajuda a sair da Vila da Poeira.

Eu tinha muita curiosidade pelo livro e as expectativas estavam bem altas, porque vi muita gente falando super bem sobre a obra. E gostei bastante, mas ao terminar o livro percebi que era muito bom, mas que faltava alguma coisa, sabe?! E não sei o que é. 

A Rebelde do Deserto é um livro com uma narrativa fluída e que encanta o leitor, e nos colocam dentro, vivenciando toda a história bem de perto. Em pouco tempo você já estava apegada a história, a luta, e a alguns personagens. Bom, depois que o Jin e a Amani fogem juntos (não tem nada de romance, a principio) acontece muita coisa, muitas reviravoltas e muitas confusões. O nosso forasteiro não é um simples forasteiro e tem uma luta, que mais tarde vamos sendo apresentados e querendo lutar juntos!
“E as pessoas creem em verdades diferentes. Quando tudo mundo parece ter tanta certeza, é difícil acreditar que alguém esteja certo.”
O mais sensacional desse livro é que a autora foi inserindo tudo bem gradativamente, você vai conhecendo a Amani, depois um pouco das histórias e crenças, pra depois você de fato começar e vivenciar as peculiaridades da história. A obra nos apresenta criaturas mágicas, inseridas em um contexto histórico do Deserto de Miraji e a autora conseguiu apresentar ao leitor sem deixar nada confuso ou que não se encaixe. O público alvo da obra é o Jovem Adulto (Young Adult), mas sinceramente indico pra todos que gostam de viajar e se apaixonar por boas histórias.

Falando agora nos personagens, a autora foi bem feliz nas construção deles! Alwyn Hamilton soube criar uma ótima protagonista, Amani é forte e determinada, tem seus momentos de receios e apreensões, afinal precisa-se de humanidade no personagem, mas o que mais me encantou foi que ela luta contra o machismo e a opressão. Houve um momento onde a nossa protagonista ajudou muita gente, mas estava disfarçada de homem e quando descobriram que na verdade era mulher, mudaram completamente o que achavam, pouco se importando que ela havia os salvado, simplesmente acharam que ela não era boa o suficiente. Mas não é só a Amani que é incrível, o Jin foi um ótimo personagem, além dele cito a Shazad que já apareceu quase no final e eu simplesmente me encantei por ela!
“A realidade era mais louca e aterrorizante e intoxicante, e mais incerta, do que eu imaginara. E eu poderia fazer parte daquilo. Se quisesse. Estava ficando tarde demais para pular fora daquela história, ou para arrancá-la de dentro de mim”
Eu estou bem curiosa pela sequência da obra, quero muito saber como será tudo. O que vai acontecer, como os personagens vão agir e a luta como é que anda. Sem dúvidas A Rebelde do Deserto é um livro bem bacana, apesar de ser mais fantasia, também aborda temas importantes como o machismo, os motivos da luta, disputa políticas e até onde as pessoas vão pelo poder. E antes que perguntem, há um romance sim, mas não é o foco da trama.

Sobre os detalhes: A capa é maravilhosa, os capítulos são curtos e a cada início deles há um detalhe. A diagramação e o espaçamento estão ótimos. Não encontrei erros.

Comentário final: Eu super indico essa obra, apesar de não ter virado um favorito e eu ter morrido de amores, é uma obra que você não consegue largar. Particularmente eu adorei e super recomendo que façam a leitura!


12 comentários

  1. Essa trilogia tá na minha mira rsrs e agora que vão lançar o terceiro espero adquirir e ler ;) Eu gosto de histórias que se passam no deserto, a duologia de A Fúria e Aurora me agradou muito e vou com altas expectativas pra essa história, mas sabendo que as histórias parecem tomar rumos diferentes, pelo que li na resenha a autora desse livro foi mais pelo caminho da aventura do que do romance, e mesmo eu gostando de romance, a história parece funcionar bem e fiquei curiosa ;) <3

    ResponderExcluir
  2. eu ja tinha ouvido flr desse livro, mas n sabia muito bem do que se tratava, e achei ele bem interessante!! gostei mt q a protagonista é forte e os personagens são bem construidos! gostei mt dos temas q são tratados no livro, parece ser uma ótima história gostei muito que o romance n seja o foco a trama, apesar de amar, acho que n ficaria bom se focasse no romance!

    ResponderExcluir
  3. Oiee!
    Já conhecia esse livro mas não tinha lido nada sobre ele, porque de cara já não me interessou.
    E agora lendo a resenha tive a certeza de que ele não é pra mim, pouco me interessou na premissa, então não pretendo ler.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi Kamilla,
    Quero muito ler este livro, pois a autora propõe uma fantasia focada na cultura árabe com um cenário e personagens bem diferentes dos que estou acostumada a ler nos livros. Pelo que li em sua resenha, o livro não trará só elementos fantásticos, mas sim, uma combinação de ficção e realidade. A protagonista passará por situações que toda mulher poderia passar em algum momento da vida, independente de sua nacionalidade ou cultura. E como também estou com as expectativas bem alta para esse livro, estou com medo de me decepcionar um pouco, mas nada acredito que, ainda assim, a trama vale muito a pena. E tenho que parabenizar a editora, pois esta edição está linda!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Kamilla.
    Quero muito ler essa trilogia.
    Depois da sua resenha, vou baixar um pouco as minhas expectativas. Como você, vi vários comentários sobre a história, o quanto ela é fantástica.
    É bom saber que é sim uma boa história, com bons personagens, mas que talvez falte algo.
    Ainda não li nada que se passasse nesse universo do Mil e uma noite e espero gostar.
    Também acho essa capa incrível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Kamilla!
    Bem paia a gente ir com muita expectativa, mas se decepcionar um cadinho. Eu tenho medo de ler esse livro por causa disso. Mas que bom que você curtiu mesmo assim.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da Folia Literária 2018: cinco kits, cinco sortudos.

    ResponderExcluir
  7. Já faz um tempinho que quero ler esse livro. É interessante saber mais sobre o deserto, achei estranho o tio poder casar com a sobrinha. Essa personagem é muito danada e guerreira, a leitura parece ser bem atraente e que nos deixa envolvidos pelos acontecimentos.

    ResponderExcluir
  8. Olá, livros com críticas políticas e que fazem um apelo por igualdade sempre terão espaço na minha estante. Rebelde do Deserto, além de contar com esses atributos, possui uma trama rica, bem construída e com uma protagonista destemida. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Kamilla!
    Ver uma protagonista obstinada como Amani dá a maior vontade de ler o livro, quebrou todas as regras para ir em busca do que queria, não se deixou entregar.
    E ver que o livro tem vários estilos reunidos e é eletrizante, tenho a maior curiosidade por fazer a leitura.
    Um maravilhoso final de semana!
    “Acredite que você pode, assim você já está no meio do caminho.” (Theodore Roosevelt)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  10. Nossa, esse livro parece muito bom. E a personagem e como a autora consegue fazer a gente se jogar na trama, gostei muito disso. Parece explicar bem as coisas e a gente lê muito por ser envolvente. Estou doida pra acompanhar essas histórias.

    ResponderExcluir
  11. O livro parece ser ótimo eu sempre quis dizer ele mas eu só tinha me atraído pela capa não tinha procurado ler sobre a sinopse e confesso que eu fiquei um pouquinho decepcionada quando eu vi que não teria romance entre os protagonistas acho que isso me iludiu um pouquinho

    ResponderExcluir
  12. Estou louca para ler este livro. Só esperando te-lo em minhas mãos.

    http://garotaeraumavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO