23/03/2018

RESENHA: Amor em Manhattan - Sarah Morgan

Para Nova York, com amor #1
Autora: Sarah Morgan
Editora: Harlequin
Páginas: 384
Edição: 1
Ano: 2018
Um romance brilhante sobre três amigas que decidem abraçar a vida – e o amor – em Nova York. Calma, competente e organizada, Paige Walker adora um desafio. Depois de passar a infância em hospitais, ela quer mais do que tudo provar seu valor – e que lugar pode ser melhor para começar sua grande aventura do que Nova York? Mas quando ela perde seu emprego dos sonhos, Paige vai descobrir que o maior desafio será ser sua própria chefe! Só que abrir sua própria empresa de organização de eventos e concierge não é nada comparado a esconder sua paixonite por Jake Romano, o melhor amigo do seu irmão e o solteiro mais cobiçado de Manhattan. Mas quando Jake faz uma excelente proposta para a empresa de Paige, a química entre eles acaba se tornando incontrolável. Será que é possível convencer o homem que não confia em ninguém a apostar em um feliz para sempre? O primeiro livro da série para 'Nova York, com amor' traz um enredo empolgante e divertido, com personagens superando situações inusitadas em busca do seu final feliz.
Fiquei encantada por esse livro...

Paige estava com grandes expectativas, porque jurava que ganharia uma promoção em seu atual emprego, mas a realidade foi bem diferente, já que acabou sendo demitida junto com suas duas melhores amigas - Eva e Frankie. Nossa protagonista nasceu com sérias complicações no coração e teve sua infância e adolescência praticamente toda em um hospital, onde foi muito protegida pelos seus pais, por seu irmão Matt e até pelo melhor amigo dele, que também foi o primeiro amor dela, o Jack. Hoje já não tem que se preocupar com o coração, mas ainda há muita proteção dos pais e do irmão, e quando se vê desempregada sente como se tivesse falhado.
“– Ter medo é diferente de ser covarde. É humano.”
Durante a noite, no terraço do prédio, com suas amigas fica tentando arrumar uma solução, um novo emprego. Eis que Jack e Matt aparecem pra levantar os ânimos delas, então o Jack dá a ideia delas fazerem a sua própria empresa de organização de eventos e concierge. A principio fica receosa, mas depois adora a ideia e resolve investir nisso!

Mas ela em algum momento precisará da ajuda de Jack, melhor amigo do seu irmão, seu primeiro amor e o primeiro que partiu seu coração. Ela sempre foi apaixonada por ele, mas quando resolveu se declarar, ele a rejeitou. Apesar do nosso mocinho ser o solteiro mais cobiçado de Manhattan e um CEO poderoso, nem sempre foi assim... era pobre e a única mulher que havia dito que amava - sua mãe - abandonou quando criança, foi adotado então pela vizinha Maria que considera como a verdadeira mãe.
Devo admitir que não estava com grandes expectativas pela obra, só tinha gostado da sinopse e quando comecei a ler fiquei totalmente imersa na leitura. 

Amor em Manhattan tem uma trama agradável, leve, romântica, com personagens reais e com histórias de superação. Paige sempre foi muito protegida e mesmo estando bem e curada, ainda tem pessoas sempre achando que sabem o melhor pra ela, mas a mesma não se deixa abater e segue firme e forte, se impondo e fazendo as pessoas a sua volta a entenderem que ela pode tomar suas próprias decisões.
“– Você não tem que mudar o mundo inteiro – murmurou Paige –, apenas uma pequena parte e, às vezes, essas mudanças podem até ser pequenas, mas não sem importância. Sem as engrenagens a máquina não funciona.”
Paige e suas amigas seguem firme e forte na tentativa de solidificar a empresa delas, Gênio Urbano, mostrando ao leitor uma amizade de três mulheres completamente diferentes que se encaixam perfeitamente. Foi lindo de ver uma amizade tão sólida, real, sincera e bonita. É daquelas que chamam a atenção uma da outra quando tem que fazer, dá colo quando necessário e se amam independente das qualidades e defeitos.

A nossa protagonista é do tipo organizada, com um grande intelecto e com personagem de liderança; Eva é uma confeiteira incrível, super apaixonada pela vida e que sempre acredita no amor e a Frankie é o oposto, muito mais racional e que ama cuidar das plantas e do paisagismo dos locais. São personalidades diferentes que se complementam na nova empresa, mas principalmente na amizade.
“– Sou independente e me orgulho disso. Ganho meu próprio dinheiro e não preciso ficar dando satisfação a ninguém. Ser solteira é uma escolha, não uma doença.”
Jack e Matti tem uma amizade bonita também, senti falta de mais presença do irmão da Paige, mas em compensação temos muito o Jack e apesar da vontade de dar algumas sacudidas pra ele ver o que estava na frente dele, mas ao mesmo tempo você percebe a dor de ainda não ter superado o abandono da mãe. Mas nada que um amor verdadeiro, que ele negou por tempos, não faça mudar né?! Na verdade não digo mudar, mas entender melhor.
“[...], pois o amor, na sua opinião, era a maior loteria do mundo e o único risco que ele não estava disposto a assumir.”
Sem dúvidas esse foi um livro que me deixou feliz, alegre e totalmente apaixonada pela escrita da autora. É viciante, cativante e incrível. A trama de Amor em Manhattan é bem do tipo chick-lit, com alguns clichês bem colocados e escritos... os capítulos do livro são grandinhos, mas sinceramente? eu não senti muita diferença, porque nem percebia o passar das páginas. Não encontrei erros de digitação ou gramática, e o que falar sobre essa capa? acho-a linda demais!


26 comentários

  1. Oi, Kamilla.

    Imagino que a ideia da Paige e suas amigas de começarem o seu próprio negócio, virá juntamente com muitos desafios pelo caminho.

    Mas, o resultado final, mediante muito esforço, poderá mostrar sua capacidade e destreza para todos à sua volta.

    E pra tudo ficar tudo completo, o Jack tem que se entregar a essa paixão, sem medo.

    ResponderExcluir
  2. Uau, que legal...
    Vi muito esse livro no último mês, mas não senti nenhum interesse que nem sinopse eu tinha lido.
    Surpreendente perceber que é uma história interessante, me parece que a mocinha terá uma grande evolução.
    Gostei.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Kamilla
    Eu vi a divulgação desse livro mas não conhecia a sinopse, então já estou animada e com certeza já quero. Adoro livros assim, ainda mais porque me identifico com as personagens com a ideia de abrir a própria empresa, já que eu também tenho esse intuito. Tenho certeza que vou me divertir.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  5. Me surpreende a Harlequin publicar uma obra assim, acho que está focando em outro público agora e eu também adoraria a obra porque me lembrou as noivas da Nora Roberts e parece um romance bem levinho e gostoso de ler.

    ResponderExcluir
  6. Kamylla!
    Amo chick lits, são sempre livros bem descontraídos, que nos fazem rir e acompanhar um romance bem atrapalhadinho.
    Bom saber que a escrita da autora é fluente e de fácil leitura.
    “Não acredite em tudo que ouvires! Há mentiras que sempre serão ditas, e verdades que jamais serão pronunciadas...” (Eliane Azevedo)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  7. Oi Kamilla, eu amo um bom chick-li! A gente ri e torce pelo romance o tempo todo! Nunca li nada da autora, mas adorei o enredo e já gosto da Paige!

    Bjs, Mi

    https://www.facebook.com/groups/133125100688997/permalink/148562489145258/

    ResponderExcluir
  8. Oi Kamilla,
    Já vou começar elogiando a capa deste livro, pois este degradê em tons azuis a deixaram muito fofa. Se eu fosse me guiar só pela sinopse, talvez não fosse me interessar pela leitura do livro, mas após sua resenha fiquei com aquela leve curiosidade em conhecer a história de superação de Paige e, também de Jack. Paige tem todo o amor do mundo que uma pessoa poderia ter (tanto da família quanto dos amigos), mas para quem teve uma vida regada de cuidados, deve ser difícil conseguir a liberdade para realizar as coisas que deseja. No caso de Jack a situação é um pouco inversa, pois ele sente falta desse amor incondicional e o abandono da mãe biológica deve ser bem difícil de superar. O que vejo nessa história, são diferentes formas de se demonstrar um amor e tanto os laços familiares e de amizade tem papéis muito importantes na vida dos personagens.

    ResponderExcluir
  9. Olá Kamilla!
    Amei saber mais sobre esse livro. Confesso que não esperava muito da história, mas achei super interessante.
    Beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
  10. Oi, Kamilla!
    Eu estava meio que com um pé atrás com esse livro, mas pela sua resenha ele parece ser daqueles que me agradam e curam possíveis ressacas literárias.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  11. Já tinha visto o livro, mas não conhecia a premissa dele e devo confessar que me surpreendeu, assim como você nunca esperei muito dele. Mas pelo que vi em sua resenha é um livro que me deixaria com sorrisinho bobo no rosto. Dica anotada.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Desde que vi esse livro na lista de lançamentos da editora que fiquei interessada na leitura, já que tanto a capa quanto a sinopse me chamou a atenção. E agora ao ler sua resenha e perceber que a trama se trata de um romance encantador, envolvente, com personagens cativantes, e uma história me fez querer adquirir essa obra o mais rápido possível.

    VENHAM PARTICIPAR DO SORTEIO: kit da Tag Livros de fevereiro, O alforje, Bahiyyih Nakhjavani
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oiee ^^
    Essa capa é tão Jojo Moyes..haha' adorei! Eu ainda não conhecia esse livro, mas eu adoro romances românticos e fofos assim, e já fiquei um pouco "hmm" com esses dois...hehe' estou doida para ver como as coisas vão acontecer entre eles.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  14. Já vi muitas resenhas positivas sobre esse livro, e senti muita vontade de lê-lo. Adorei sua resenha, foi muito bem escrita. Parabéns.
    Beijos. Versos da Alma

    ResponderExcluir
  15. Eu já tinha ouvido falar muito respeito desse livro mas nunca me interessei muito nele essa capa é impossível não se lembrar dos livros da Jojo moyes Espero que a leitura seja tão boa quanto dessa autora

    ResponderExcluir
  16. Eu acho essa capa tão lindinha! Até o título tem jeitinho de chick-lit, né? Nao conhecia essa obra mas já fiquei encantada, Kami! Essa editora sempre arrasa nos livros e com esse não foi diferente. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  17. Essa capa está bem fofa e me lembrou um pouco os livros da Jojo Moyes. O livro parece ser super divertido, leve, romântico e doce. Gosto de realizar leituras assim depois de alguma mais complexa ou simplesmente quando estou precisando de algo para adoçar a vida. Gostei de conhecer mais sobre ele e sei que vai ser uma trilogia. Cada um contando a história de uma amiga. Tomara que você goste bastante dos outros também. O protagonista é meio que um clichê ambulante. Porém, acredito que ele tenha os seus encantos.

    ResponderExcluir
  18. A trama me parece bem interessante, não me importo com clichês, se a história for envolvente!! Sua empolgação pelo livro me deixou com vontade de acompanhar a história dessas três amigas. Gostei da indicação!
    Bjs,
    Cidália.

    ResponderExcluir
  19. Oi...
    Confesso que estou "namorando" esse livro há muito tempo. A primeira vez que eu vi achei a capa linda e amei a sinopse...
    Agora, com sua resenha cheguei a conclusão que preciso ler esse livro pra ontem hahahs
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Oie!

    Nossa guria, eu não aguento mais ver resenha dessa obra por ai, já li tantas, que bem dizer já sei a história de cor, eu achei linda a capa da obra, e a proposta da autora, mas irei passar a dica por enquanto e esperar para o fusue envolta dessa obra passar para quem sabe lê-la!

    Bjss

    ResponderExcluir
  21. Parece ser uma historia amorzinho, que conquista o leitor, confesso
    que não esperava muito dela, mas depois que li a resenha fiquei surpresa e interessada em ler. A personagem é determinada e nos mostra que podemos seguir em frente e enfrentar os desafios que aparecem.

    ResponderExcluir
  22. Oi Kamilla, este será uma das minhas próximas leituras e fiquei animada pelos comentários que você fez, principalmente por se tratar de personagens críveis e por perceber o amadurecimento da protagonista. Adoro enredos assim.
    Espero que a Harlequin publique todos os livros desta série aqui no Brasil.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bem?
    Confesso que minha curiosidade por esse livro foi totalmente baseada na capa, que eu achei muito fofa. Lendo a sinopse eu percebi que era um enredo bem clichê mesmo, mas fiquei com a impressão de ser uma leitura super gostosa.
    Pelo que vi da sua resenha, minha impressão estava correta e a autora conseguiu construir a história de um jeito que os clichês não incomodam. Além disso, gostei da descrição dos personagens e fiquei aliviada por saber que, mesmo os capítulos sendo grandes, a leitura flui bem e é rápida.
    Adorei sua resenha e fiquei ainda mais curiosa para ler a obra.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Oi!
    A historia e mesmo bem fofinha, e só ler a premissa que ela também me conquistou fazer ficar bem curiosa para ler mais, gosto muito de historia que trás essa amizade das amigas, ainda mais tendo seu próprio negocio, o romance parece aquele tipo que torcemos para dar certo e irie colocar esse livro na minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir
  25. Oi, Kami

    Ao contrário de você, nem a sinopse tinha me interessado quando vi o pessoal divulgando o livro no IG, mas depois que as resenhas começaram a sair eu fiquei super animada para fazer essa leitura! Chick-lit não é lá um gênero que curto muito, mas a parte da amizade entre elas me chamou muito a atenção. É ótimo quando temos uma amizade entre mulheres tão bonita e cheia de companheirismo assim!
    Eu não vou ler por agora, mas lerei em dado momento!

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Essa é uma das minhas leituras desse mês. Sou fã da escrita da Sarah Morgan desde os tempos dos livros de banca então já sei que vou me encantar com esse romance que parece ser bem amorzinho e divertido.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO