02/03/2018

RESENHA: O Príncipe Corvo - Elizabeth Hoyt

Trilogia dos Príncipes #1
Autora: Elizabeth Hoyt
Editora: Record
Páginas: 350
Edição: 1
Ano: 2017
Anna Wren está tendo um dia difícil. Depois de quase ser atropelada por um cavaleiro arrogante, ela volta para casa e descobre que as finanças da família, que não iam bem desde a morte do marido, estão em situação difícil.
Em que ela deve fazer o inimaginável...
O conde de Swartingham não sabe o que fazer depois que dois secretários vão embora na calada da noite. Edward de Raaf precisa de alguém que consiga lidar com seu mau humor e comportamento rude.
E encontrar um emprego.
Quando Anna começa a trabalhar para o conde, parece que ambos resolveram seus problemas. Então ela descobre que ele planeja visitar o mais famoso bordel em Londres para atender a suas necessidades “masculinas”. Ora! Anna fica furiosa — e decide satisfazer seus desejos femininos… com o conde como seu desavisado amante.
Estou completamente apaixonada por esse casal!

Anna Wren é uma mulher viúva que mora com sua sogra e uma criada, que na verdade elas tinham levado pra casa pra ajudá-la. Elas estão vivendo em uma situação precária, o dinheiro está pouco. Então a Anna decide arrumar um emprego, tenta em vários lugares, mas já no final do dia quando retornava pra sua casa, encontra o Sr. Hopple que trabalha para o Conde de Swartingham e estava em busca de um secretário, já que o último havia pedido pra sair em pouco menos de um mês. Nossa protagonista viu ali uma oportunidade de emprego e a agarrou.
“Nosso interior é mais importante que nossa casca.”
O Edward, conhecido como Conde de Swartingham, é um homem bem complicado e deixa seus criados com medo do seu jeito durão e mal humorado - também é viúvo. A Anna fica no posto de secretária, antes mesmo do Conde saber, já que ele teve que viajar, quando volta fica surpreso ao saber que sua secretária é uma mulher, mas apesar da surpresa, ele não acha isso algo demais ou desmerece o trabalho da Anna.
Esperava gostar bastante do livro, já que amo romances de época, mas não sabia que iria amar ao ponto de devorar a obra em poucos dias (e olha que eu estava lendo outro ao mesmo tempo). A narrativa fluí muito fácil, os personagens são incríveis e cativantes.
“Nosso interior é mais importante que nossa casca.”
Bom, falando um pouco mais sobre a trama, a Anna trabalha como secretária do Edward e logo os dois começam a sentir uma atração e desejo, só que nenhum dos dois cedem, a Anna acha errado já que é uma viúva e o nosso mocinho está noivo, e sabe que como a Anna é uma mulher respeitável, mas que não consegue ter filhos (ela foi casada por anos e não conseguiu) não poderia ter relacionamento com ela.

Em um dia mexendo na mesa do Conde, a nossa protagonista encontra algo sobre Grotto de Aphrodite, que é um bordel e lá também algumas mulheres "respeitáveis" poderiam ir de máscara pra deitar com quem quisesse, a principio ela achou isso um absurdo afinal porque os homens tinham o direito de ir pra cama com quem quisesse pra sanar um desejo carnal e as mulheres não? Mas depois, ao saber que o Edward iria para Londres, com ajuda de algumas novas amigas ela resolve ir também e tentar se deitar com seu amor. O nosso mocinho vai pelo motivo contrário da Anna, vai ao bordel justamente pra parar de pensar nela, em seu corpo e como a quer. E lá, eles se encontram, mas o conde não faz a mínima ideia de que em é a mulher mascarada. O que será que acontece quando ele descobre? será que ele descobre? Só lendo pra saber, querido leitor.
“Ora, um homem pode visitar uma cortesã regularmente, todos os dias da semana até, e ainda ser perfeitamente respeitável. Mas a pobre garota que se envolver no mesmo ato é considerada suja.”
O Príncipe Corvo é um romance de época com algumas cenas hots, logo não indico para todos, mas gostei dessas cenas porque a autora conseguiu construir um vínculo entre eles e você fica suspirando pelo casal. Nossos protagonistas são maduros e inteligentes, um fato que gostei na construção deles é o respeito e admiração que surge entre eles. Além disso adorei algumas cenas que a nossa protagonista se sente no direito sobre o seu corpo, apesar de ter vivido a vida inteira de acordo com o que era estabelecido na sociedade, não deixou de lado os seus desejos quando estes surgiram. E ajudou algumas pessoas que pra sociedade não valiam a pena, entendam: A Anna ajudou uma prostituta que estava super mal na rua e as pessoas diziam que não era pra ajudar e jogá-la em qualquer lugar. 

O relacionamento entre Anna e o Edward é gradual, nós vamos acompanhando os desejos surgindo, a admiração, o respeito e o amor. Há umas cenas de discussões e desentendimentos, mas até estas nos deixam suspirando, exceto a última porque é bem tensa e nos deixa bem aflitos com o que vai acontecer. Antes mesmo do relacionamento se tornar real, já havia pessoas querendo se meter onde não deve, mas isso só dá um gostinho a mais na leitura, e um pouquinho de ódio também para alguns personagens. Falando em personagens, adorei a construção de todos, destaco a sogra da Anna que se tornou uma verdadeira mãe pra nossa protagonista.
“– A senhora já percebeu que, depois de provar certos doces, pavê de framboesa é o meu problema, é impossível não pensar, não querer, não desejar comer outro bocado?” 
Além da história destes dois personagens incríveis, vamos acompanhando também a cada início de capítulo passagens da fábula O Príncipe Corvo, que é bem curtinha, mas que trás uma mensagem bem bacana.

Sobre os detalhes: A capa está maravilhosa e a parte de trás é incrível também com as iniciais dos protagonistas. Não encontrei erros.

Comentário final: Esse livro é incrível, um dos melhores romances de época que já li. A narrativa é viciante e os personagens são cativantes. Super indico a leitura!


11 comentários

  1. Oi, Kamilla.

    Com certeza o fato da Anna ter tomado a frente para atender as "necessidades" do Edward, só podia desencadear um romance.

    Amo um bom romance erótico!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Kamilla.
    Eu gostei muito desse livro mas achei a narrativa da autora um pouco fraca, por isso não dei 5 estrelas pra ele. Gostei muito dos personagens ainda mais de Edward por ser um mocinho tão desconstruído a respeito dos outros personagens de romances de época. Eu gosto mais do segundo volume, foi meu favorito e imagino que você irá gostar.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  3. Quero muito ler esse livro deve ser tudo de bom rs. Gostei da personalidade da personagem, quis ir ao bordel e foi é bem decidida e quer os mesmos direitos que os homens. Parece ser uma leitura gostosa e divertida de se acompanhar.

    ResponderExcluir
  4. Ainda não comecei a ler a série, mas já li algumas resenhas negativas a respeito desse terceiro livro, em relação em ser menos envolvente que os demais. Mas que bom que você gostou, me dá esperanças para iniciar a série sem ter tanto medo de me decepcionar no final. Adoro romances de época!

    ResponderExcluir
  5. Kamilla!
    Já gostei porque é um romance de época.
    A capa está linda!
    A varíola arrasou muitas famílias na época e deixou muitas sequelas.
    O Conde Eduward tem vários motivos para ter seu humor alterado, temos de entendê-lo.
    Ana parece uma protagonista forte, que não se entrega as ‘dores’ e sofrimento e vai em busca de resolver seus problemas.
    Bom ver que o livro apesar do que é esperado, traz muitas novidades.
    Adoro quando os livros trazem esse lado mais aprimorado sobre a personalidade das personagens.
    O bom de ler um romance é justamente o prazer que ele nos dá.

    Desejo um mês mais que abençoado, carregadinho de luz e paz e um final de semana esplendoroso!
    “Acredite, existem pessoas que não procuram beleza, mas sim coração.” (Cazuza)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Kamilla!
    Eu amei esse livro também. Achei a fábula também bem construída.
    Sou apaixonada demais por essa capa...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da Folia Literária 2018: cinco kits, cinco sortudos.

    ResponderExcluir
  7. Oi Kamilla,
    Acredito que ser uma viúva com problemas financeiros em uma época onde a mulher não era valorizada e considerada para empregos deveria ser bem complicado. Anna acha uma saída para seus problemas, mas sinto que na verdade ela vai arranjar mais deles ao lado do conde. Acho que Edward é o típico personagem carrancudo, mas que acaba demonstrando compaixão e bom coração ao longo da trama ou conforme vamos entendo sua história. A edição do livro está linda e remete muito a livros antigos (o que combina perfeitamente com o gênero). Inicialmente, não tinha tanta curiosidade na leitura deste livro, mas com tantos cometários positivos, darei uma chance sim e espero ser surpreendida.

    ResponderExcluir
  8. Oi Kamilla!
    Já li várias resenhas da trilogia, mas só agora comecei a demonstrar interesse nos livros, estou com medo das cenas sensuais serem exageradas, é bom saber que elas são na medida e agradam o leitor. Quero dar uma chance para a leitura, também amo romances de época!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu queria muito ler esse livro e acabei comprando o primeiro exemplar só que eu tava com muito medo porque eu não gosto muito de livros cenas muito hot mas acabei de me preocupando tanto assim nesse livro já que elas eram bem medianas mas eu acabei me enojando com algumas cenas tal como a cena do segundo livro que o mocinho força a mocinha a fazer sexo com ele quando ele está sujo de sangue

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li nenhum romance de época e sei o quanto eles tem sido queridos por aqui. Estão conquistando cada vez mais leitores. Já me falaram e acho que comentei até aqui que você sabe que os protagonistas vão ficar juntos, não existe aquela reviravolta triste (pelo menos até hoje não vi nenhuma resenha comentando isso sobre nenhum) e que você na verdade que é ver o desenrolar do casal. O livro parece ser divertido, mas não chamou tanto a minha atenção. Acho que algumas atitudes iriam me fazer querer gritar com eles. Ainda mais por eles serem adultos. Tudo bem, eu sei que se passa há anos atrás. Porém, como eu ainda não li nenhum eu quero escolher bem por qual começar.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Tenho que ler esse livro, já tinha visto esse livro antes, mas não sei porque ainda não tinha parado para ver sobre o que era a historia, adoro os romances de época e esse já pela resenha me conquistou muito, os personagens parecem do tipo que torcemos para dar certo, e a historia parece ser do tipo que nos surpreende, já estou torcendo por eles !!

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO