13/03/2018

RESENHA: Sonhos de Avalon - Bianca Briones

Sonhos de Avalon #1
Autora: Bianca Briones
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 424
Edição: 1
Ano: 2017
Quem nunca sonhou em viver na Idade Média com Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda? E se todas as versões já retratadas fossem uma tentativa de Merlin, poderoso feiticeiro do rei, de mudar o destino? O primeiro volume de Sonhos de Avalon traz a história de Melissa, uma jovem do século XXI, predestinada a voltar à Idade Média para se casar com Arthur e salvar a Britânia e a magia. Porém, quando sentimentos são envolvidos os resultados podem ser imprevisíveis. Dividida entre a responsabilidade que lhe foi dada e a voz de seu coração, Melissa terá que tomar uma decisão que mudará sua vida e a de todos que a cercam.
Oi Apreciadores, tudo bem com vocês?

Nessa semana eu finalmente consegui terminar de ler esse livro que, confesso, enrolei bastante pra chegar no final. Se eu soubesse o que me aguardava com toda certeza teria terminado antes! Quando fiquei sabendo desse lançamento da Bianca Briones, li a sinopse e fiquei bem empolgada, já aviso de início que eu não sou uma grande conhecedora da história do Rei Arthur, sei somente o básico, então vou falar minhas impressões para vocês, mas não tenho tanto conhecimento para comparar a releitura com o mito original. Vamos lá?
A história começa nos apresentando alguns dos principais personagens, sendo que existem dois mundos paralelos, a Idade Média, com Camelot e Avalon, e no século atual, Quatro Estações. Em Camelot temos a presença do Rei Arthur e sua irmã, a princesa Morgana, além dos cavaleiros Lancelot, Galahad, dentre outros. Em Quatro Estações temos Melissa e o seu pai, Benjamin, além de seus dois melhores amigos, Marcos e Paula.

Já nos primeiros capítulos é possível perceber que algo grande está para acontecer, tanto Melissa quanto Morgana estão tendo muitos sonhos e visões da vida uma da outra e elas se sentem como se se conhecessem, mesmo com isso nunca tendo acontecido. Morgana sabe que uma troca está para acontecer, por mais que não se lembre de nada, ela acredita que isso já aconteceu antes. Melissa fica admirada com o quão tudo parece real, mas se recusa a acreditar que seja algo além de sonhos com algo que seu irmão, Gabriel, era fascinado.
- Ela parece ter voltado ao normal agora. [...]É como se, mais uma vez, tudo acontecesse ao mesmo tempo. A magia parece estar se escondendo, os saxões cada vez mais invadem nossas terras, Morgana com esses problemas, e Roma anunciando que retirará seu apoio se eu não concordar em tornar toda a Britânia cristã.
Além disso, temos o cenário em que um Rei Arthur sente que precisa encontrar logo aquela com a qual a profecia se concretizará para que a Britânia possa ser unificada e a magia possa ser finalmente salva. Com essa pressão extra e com cada dia trazendo mais guerras e mais pessoas que são contra a presença da magia e acreditam que só possa existir um só Deus, ele sabe que precisa agir o quanto antes.

Somado a esse cenário, temos Lancelot, o melhor e mais fiel cavaleiro e amigo do Rei Arthur. Eles são considerados como irmãos e um seria capaz de morrer para salvar a vida do outro, se fosse preciso. Porém Lancelot guarda uma mágoa muito grande: um amor vivido intensamente que acabou de forma trágica. Em meio à tudo isso, ele acaba por descobrir que há muito mais para acontecer do que ele jamais pudera imaginar e que o ódio que ele nutria pelo feiticeiro Merlin só poderia se intensificar ainda mais.
Como escolher a quem se devia honrar quando um sentimento tão pleno estava envolvido? Como apagar um amor que crescia, mesmo quando se fugia dele? Como prosseguir entre lealdade e paixão sem ultrapassar os limites da traição? Que base tinham para fazer a escolha correta? Como poderiam agir corretamente quando qualquer decisão os partia de algum modo? Que caminho seguir quando o destino fazia escolher entre trair um irmão ou trair seu próprio coração?
Esse livro traz personagens incríveis, duas protagonistas fortes e que sabem muito bem aquilo que querem e o que devem fazer para conseguir realizar, além de terem a perfeita noção do quanto não precisam ser submissas aos desejos dos homens com os quais convivem. Melissa me conquistou de imediato, me identifiquei muito com a sua personalidade. Depois, temos dois grandes personagens, aliás, três: Arthur, Lancelot e Galahad. Eu poderia citar aqui também o cavaleiro Tristan, que me conquistou com todo o coração. Mas vamos focar nos três, Arthur e Lancelot tem uma irmandade admirável, são duas pessoas completamente diferentes, mas que se apoiam de uma forma linda de se ver, e isso fica muito nítido na história. Quanto à Galahad, não sei nem o que dizer, ele se sacrifica de tal forma durante toda a história que é impossível não amá-lo, pelo seu caráter, sua lealdade, seu carinho com os outros. E, por fim, temos Merlin, um feiticeiro ardiloso que faz tudo o que for necessário para conseguir que a profecia seja cumprida, é impossível não odiá-lo por tudo o que ele fez e faz, o seu egocentrismo e tudo mais, porém dá pra perceber que ele abdicou de algumas coisas também. A história contém personagens principais e secundários muito bem construídos e é impossível não se identificar, de uma forma ou de outra, com cada um deles.
[...] Quando você ama, tudo em que acredita muda de perspectiva. A vida se separa em duas: antes e depois da pessoa. Certas coisas perdem o sentido, e outras se tornam primordiais. Como eu soube que estava apaixonado? Ela olhava para mim e, juro, era como se todo o ar fosse sugado para longe. O mundo deixava de existir e tudo o que eu via era ela. Quando ela sorria, o ar retornava. Percebi que finalmente havia encontrado o meu lugar. A minha vida era ela, e ela era a minha vida. É impossível definir de outro modo.
Por fim, a capa é incrível, apesar de eu já ter comentado com vocês o quanto não gosto de pessoas na capa, achei que foi muito bem feita e mostra exatamente o que encontraremos no decorrer do livro. Quanto à diagramação, confesso que não foi muito boa, visualmente é tudo muito lindo, mas o excesso de páginas pretas com fonte branca é extremamente cansativo (temos uma em cada começo de capítulo, porém são muitos capítulos). Outra coisa que me incomodou bastante é que, além do número excessivo de capítulos, os que mostram o que está acontecendo com Morgana são em um número tão inferior que me causou impaciência, pois eu necessitava saber o que estava acontecendo com ela e não tinha respostas. Além disso, até mais ou menos cerca de 80% do livro eu vivi momentos estilo montanha russa, em uma hora a história tem aquele plot twist inacreditável e logo depois tudo fica morno e dá vontade de largar o livro pra lá. Mas garanto pra vocês que o plot twist final é SENSACIONAL. Eu juro que não esperava, mas quando liguei alguns pontos, fiquei tão chocada que não estou me aguentando de vontade de ler o segundo livro!

É isso pessoal, o livro realmente é muito cheio de detalhes e personagens, indico muito para aqueles que amam esse estilo de leitura, cheio de grandes revelações e uma releitura bem criativa! Um xêro e até semana que vem!


9 comentários

  1. Oi, Hemely.

    É curioso essa ligação entre a Melissa e a Morgana através de sonhos, com as duas vivendo em épocas diferentes. Eu imagino que isso, de alguma forma, altera a vida delas.

    ResponderExcluir
  2. Primeira vez que leio uma resenha sobre esse livro e, preciso confessar que conseguiu despertar meu interesse.
    Já li outros livros da Bianca e me apaixonei pela escrita e pela história.
    Tinha um certo receio em relação a esse, mas agora percebo que é uma história bem empolgante.
    Espero conseguir ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Interessante uma releitura do Rei Arthur fiquei curiosa em saber como ficou. Achei misterioso esses sonhos entre as protagonistas, gostei por elas serem personagens de fibra, tirando Merlin kk parece que todos conquistam o leitor.

    ResponderExcluir
  4. Oiii Hemely, tudo bem? Resenha linda e bem completa, amei! Já vi muita gente comentando sobre esse livro, e só elogios. A premissa me encheu de interesse e acho que iria curtir sim, então anotei a dica. Essas partes mais monótonas provavelmente vão me incomodar também, mas a gente releva um pouco hahha.

    BEIJOOS
    Gaby

    https://umaleitoravoraz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Hemely!
    Desde que comecei a ler fantasia, sou atraída por qualquer história que envolva o Rei Arthur e mesmo Morgana sendo uma feiticeira e vindo para nosso século, trocando de lugar com Melissa, acredito que valaha a pena apreciar essa leitura.
    Coincidência ou não, meu exemplar e já quero ler.
    “Os lírios não bastam. As leis não nascem das flores. Meu nome é luta, e escreve-se na história.” (Luciana Maria Tico-tico)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  6. Confesso que a ligação entre Melissa e Morgana me chamou atenção e eu fiquei bem surpresa em ver que altura sair da área de romances e resolveu publicar um livro de fantasia não sei muito bem o que esperar a respeito disso

    ResponderExcluir
  7. Oi Hemely,
    A idade média, ao meu ver, é uma das melhores épocas para criar uma história, pois pode ser encaixada em diversos gêneros da literatura. Conheço pouco da história de Rei Arthur e de versões diferentes, mas deu para perceber que Bianca Briones fez sua pesquisa, pois o pouco que conheço esta presente de alguma forma em seu reconto. Misturar histórias passadas com o presente é bem interessante, mas o autor tem que saber dosar a narrativa para que haja um bom desenvolvimento e se a história da Morgana não tem tanto destaque, talvez, neste ponto, a autora tenha deixado a desejar. Tirando isso, Sonhos de Avalon me parece uma boa leitura e, além da linda capa que me chamou atenção, tem uma premissa que me deixou bem curiosa pelo desenrolar dessa história.

    ResponderExcluir
  8. Também não conheço muito sobre o Rei Arthur. Diferente de você eu não achei a capa tão interessante, me lembra muito aqueles livros de fantasias com vários nomes estranhos e um universo muito louco. Só que o livro não é bem isso, né? É uma releitura de algo que já existe. O livro parece interessante e todos os personagens parecem bem construídos e importantes para a história. O livro realmente parece ter muitos detalhes. Acho até que ficaria meio confusa lendo. Acho que teria que fazer algumas anotações. Não conheço a escrita da Bianca, tenho uma colega que não gostou, mas aí vai de cada um, né? Até porque o que ela leu era um romance e talvez ela estivesse com expectativas demais.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Quero muito ler esse livro, tinha visto que ele estava dentro dos livros que a autora ia lançar esse ano e logo me interessou, mas não sabia para quando era o lançamento, também não conheço direito a historia do Rei Arthur, mas gosto muito de todas as releituras sobre essa historia que leio, achei interessante como a autora trás a historia para os tempos atuais mantendo uma ligação com a historia original, estou muito curiosa e esse livro está na minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO