27/06/2018

TOP 4 CAPAS: Mar da Tranquilidade

Oi leitores, como estão? O Top 4 capas está no ar \o/
O livro escolhido foi uma sugestão de alguém de vocês (desculpem, não lembro quem, só anotei o nome do livro). Mar da Tranquilidade é uma obra que eu quero muito ler e vocês? Já leram? 
Nastya Kashnikov foi privada daquilo que mais amava e perdeu sua voz e a própria identidade. Agora, dois anos e meio depois, ela se muda para outra cidade, determinada a manter seu passado em segredo e a não deixar ninguém se aproximar.
Mas seus planos vão por água abaixo quando encontra um garoto que parece tão antissocial quanto ela. É como se Josh Bennett tivesse um campo de força ao seu redor. Ninguém se aproxima dele, e isso faz com que Nastya fique intrigada, inexplicavelmente atraída por ele.
A história de Josh não é segredo para ninguém. Todas as pessoas que ele amou foram arrancadas prematuramente de sua vida. Agora, aos 17 anos, não restou ninguém. Quando o seu nome é sinônimo de morte, é natural que todos o deixem em paz. Todos menos seu melhor amigo e Nastya, que aos poucos vai se introduzindo em todos os aspectos de sua vida.
À medida que a inegável atração entre os dois fica mais forte, Josh começa a questionar se algum dia descobrirá os segredos que Nastya esconde – ou se é isso mesmo que ele quer.
Eleito um dos melhores livros de 2013 pelo School Library Journal, Mar da Tranquilidade é uma história rica e intensa, construída de forma magistral. Seus personagens parecem saltar do papel e, assim como na vida, ninguém é o que aparenta à primeira vista. Um livro bonito e poético sobre companheirismo, amizade e o milagre das segundas chances.
 Mar de Tranquilidade da autora Katja Millay foi publicado pela Editora Arqueiro em 2014. 

CAPAS GRINGAS
BULGÁRIA: Acho essa capa bem bonita, creio que tem algo a ver com o que a protagonista foi privada. Achei ela simples e gostei bastante.

ITÁLIA: Eu gostei dessa capa, mas não pra livros. Eu não curto muito capas com modelos, apesar de ter ficado bonita, não me ganhou.

RUSSIA: Essa capa parece um pôster de filme da sessão da tarde, não curti em nada essa capa. 

TURQUIA: Eu gosto dessa capa, apesar de ter modelos, mas já esconde os rostos. A estrada deve ter algo a ver, né? Na capa nacional também aparece.
~~~
Entre as capas gringas a minha favorita é a da Bulgária, ficando a da Turquia em segundo.
Qual é a capa gringa que mais gostou?
~~~
Espero que tenham gostado :) E deixem suas sugestões, ein?!
Beijos


21 comentários

  1. Oi, Kamilla.

    Ainda não o li.

    Gostei da capa da Búlgaria, mas ainda assim, prefiro a nacional. Acho que a da Turquia ficou um pouco superficial.

    ResponderExcluir
  2. Sou doida para ler este livro,mas vou confessar que não tinha nem sonhado com as capas "gringas".rs Adorei todas, mas a Turquia foi minha preferida!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Aaah, esse é um dos meus livros favoritos e eu recomendo demais, Kamilla!
    Sou apaixonada por essa capa, é uma das minhas favoritas, então será difícil gostar das outras.
    A capa da Rússia e da Turquia não tem nada a ver com a história e também não gostei da composição.
    A da Itália é bonita, mas também não curto capas com pessoas na frente.
    E a da Bulgária tem tudo a ver com a história, mas... não consigo pensar em outra capa para esse livro que não seja a nacional.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. a nossa é bem mais bonita! eu achei melhorzinha a búlgara!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Kamilla,
    Fui eu quem deu a sugestão de trazer o top 4 de capas desse livro ;)
    Mar da Tranquilidade é um dos meus livros preferidos da vida, amo demais essa história.
    Adoro a capa nacional, mas a da Bulgária é a campeã com toda a certeza, esse piano tem tudo a ver com a protagonista.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Kamilla,
    Também quero muito ler essa obra, pois já vi críticas muito boas sobre a história. Pelo contexto do enredo acredito que uma capa com elementos mais indiretos ou até abstratos combinam melhor. Essas capas com pessoas poderiam ser de qualquer romance e da forma que foram usadas não transmitem a seriedade da trama. Por isso a capa que mais gostei foi a da Bulgária (mais que a Nacional até).

    ResponderExcluir
  7. Quero muito fazer essa leitura.
    A capa nacional na minha opinião foi a a melhor de todas mas a da Bulgária também é bem bonita, mas ainda assim fico com a nacional.

    ResponderExcluir
  8. Oi Kamilla,
    Pela primeira vez me encantei com todas as capas, cada uma tem sua beleza, apesar de achar que a nacional ficou bem diferente de todas elas.
    Pra mim a da Bulgária ganhou de longe, ela está linda, enigmática, simplesmente amei.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Kamilla
    Ainda não li esse livro, lendo a sinopse me interessei.
    A capa nacional é linda e gostei das capas da Bulgária e Turquia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Morri de rir quando você falou da capa da Rússia!! Tem mesmo haver com filme de sessão da tarde, achei engraçado kkk Já votei na minha favorita!
    Eu ainda não li o livro mas parece ser muito bom!

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não li esse livro não.
    Acho que pra mim a capa mais bonita mesmo é a da Turquia, achei um amorzinho esses dois personagens ai e esse coração tapando o rosto. Mas a da Bulgária também é maravilhosa!

    ResponderExcluir
  12. Ia votar em nenhuma, mas pensei melhor e a capa da Bulgária foi a que mais me chamou a atenção.Também fico com um pé atrás com capas que tenham modelos na frente, tem que ser muito bom pra eu achar legal sabe? Essa nacional eu acho interessante, soube brincar com as imagens ;) Prefiro a nacional mesmo! Beijos

    ResponderExcluir
  13. Na moral, a capa nacional é a melhor de todas!!! As outras estão clichês demais.

    ResponderExcluir
  14. Quero muito ler esse livro, já faz algum tempo. Gosto mais da Nacional acho linda, mas de todas as gringas a que achei melhor foi a da Bulgária, as outras não gostei, poderiam ter dado uma melhorada rs.

    ResponderExcluir
  15. Kamilla!
    Desde o lançamento que quero ler o livro, acho o enredo fantástico e essa nossa capa é um show, sem sombra de dúvidas a mais bonita entre todas as outras, m as não tem como votar nela, né?
    Bom final de semana!
    “Não sei o que fazer do que vivi, tenho medo dessa desorganização profunda. “ (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  16. Oi, Kamilla!!
    Infelizmente não li esse livro ainda. E entre as capas a que mais gostei foi a da Bulgária e da Turquia pois achei que pode ter algo relacionado com a história.
    Bjos

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia o livro, mas gostei da capa nacional. Tirando ela, achei a capa da Bulgária incrível, não sei se realmente remete ao enredo, mas é linda.

    Evandro

    ResponderExcluir
  18. Eu adoro esse livro e a capa da Bulgari realmente é que chama mais atenção ela é simples discreta e eu adorei assim

    ResponderExcluir
  19. Sinceramente não gostei das capas gringas, dessa vez não achei tão chamativas como das outras pesquisas que vejo. Mas a història do livro é muito boa.

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Gosto muito da capa nacional desse livro, ainda mais pelo deseja que ela cria, pois acaba nos chamado para parar e olhar com atenção, mas essa capa da Bulgari está maravilhosa, ela logo impacta o leitor, não sei se tem haver com a historia, mas é uma capa que poria ser utilizadas em outro livros nacional também que ficaria maravilhosa !!

    ResponderExcluir
  21. Que legal ver Mar da Tranquilidade aqui, preciso ser sincera e dizer que eu não lembro se foi eu que pedi ou não. Sei que fiquei animada de vê-lo aqui porque foi uma leitura super especial que eu realizei ano passado. Super recomendo o livro. A primeira capa, a da Bulgária, realmente tem muito haver com a história. A da Turquia é bonita, mas não acho que combine com a história. Preciso dizer que gosto da capa do Brasil, acho essa ambiguidade dela bem legal, além de combinar com o título. Achei a da Itália linda e a da Rússia bem esquisita, parece pôster mesmo.

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO