26/04/2019

Assistindo & Apreciando #22 - Felicidade Por Um Fio

Felicidade Por Um Fio
Original Netflix
Estreia mundial: 21/09/2018
Duração: 98 minutos
Classificação: 12 anos
TRAMA
Violet Jones (Sanaa Lathan) tem uma vida aparentemente impecável até que um acidente ao arrumar o cabelo faz com que as coisas em sua vida se desenrolem e ela começa a perceber que estava vivendo a vida que pensava que deveria viver, não a única que realmente queria. Violet começa a descartar algumas coisas que realmente não precisava, começando pelo cabelo perfeitamente endireitado e tenta encontrar um verdadeiro significado para a sua vida.
~~~
Violet Jones é uma mulher que tem tudo o que sempre quis, um emprego dos sonhos, um namorado maravilhoso e aparentemente sua vida está perfeita. Mas após alguns acontecimentos ela começa a repensar tudo e começa a perceber que ela estava vivendo, o trabalho e o que ele representava, o namorado e como ela estava levando a vida. Será que ela estava satisfeita com sua vida?
Muito do que a personagem carrega desde criança é a distorção do que é ser feliz, plena. É ensinado que ela tem de ser perfeita, mas como ela foge dos padrões: mulher negra e com cabelo crespo, teria que se moldar pra caber dentro disso. Por isso desde muito jovem tinha de passar horas alisando o cabelo, moldando como fala e se porta e tudo isso ela levou pra sua vida adulta, mas após começar a refletir sobre sua vida, percebeu que não estava vivendo como queria... 
Felicidade Por Um Fio mostra uma mulher que reencontra sua força, seu poder, sua feminilidade através da desconstrução de tudo que ela aprendeu com a mãe e com uma sociedade escrota. Ela acaba passando por várias transições no cabelo, seguindo o que está passando no momento. Foi bem legal acompanhar a desconstrução e o encontro de uma nova jornada.

É um filme real, sabe?! Que mostra como a questão do cabelo pode afetar a feminilidade de uma mulher, de como os padrões impostos pela sociedade conseguem deixar uma mulher infeliz consigo mesma e muitas nem percebem. A mãe da protagonista foi a que mais impôs esses padrões pra filha e deixa o telespectador bem revoltado, mas sinceramente, não julgo... se analisarmos como a sociedade é cruel pra tudo que foge do padrão, ela só fez pra proteger a filha.
Na nova jornada da Violet ela acaba conhecendo novas pessoas e uma delas é a pequena Zoe, uma criança super empoderada, que ama seu cabelo. Personagens infantis inteligente sempre conquista a gente, né?! O pai dela tem papel importante nessa jornada, mas isso eu deixo pra vocês acompanharem.
ELENCO
O longa foi protagonizado por Sanaa Lathan, não lembro de ter assistido nenhum filme com ela, mas amei esse e quero ver mais. Essa mulher é incrível! Já tinha visto a Lynn Whitfield (mãe da protagonista) atuando e ela é sensacional, mas quem mais me conquistou foi a atriz mirim Daria Johns. Todas as mulheres desse elenco merecem um prêmio, são incríveis.

CONCLUSÃO
Felicidade Por Um Fio é um filme clichê, bem comédia romântica, com cenas leves, mas é mais que isso. É uma trama que aborda: o autoconhecimento, amor próprio e desconstrução de padrões. Cheguei a me emocionar em algumas cenas (mas isso não é parâmetro, sou chorona com tudo).

Um adendo: O filme aborda muito o tema de transição capilar, mas não tem o foco todo nisso, no entanto trás uma visão bem real sobre como é esse processo (há alguns vídeos de cacheadas falando sobre o filme e como se reconheceram em várias cenas).
~~~
Super recomendo o filme :)
Beijos


8 comentários

  1. Gracinha de filme!!!Acabei vendo ele já tem um bom tempo e por mais clichê que seja(amo), foi muito gostoso ver um longa que não só aborda a transição capilar, mas vai bem além disso.
    Traz amor próprio, romance leve e descontraído e uma bela e verdadeira lição de moral.
    Tudo ali, encaixadinho!
    Super recomendo!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Achei muito interessante a abordagem desse filme. Falar sobre cabelo com mulher é falar de tudo. A gente sempre quer mudar. Mas essa pressão que muitas mulheres sofrem (inclusive eu), de que o cabelo liso é melhor, mais bonito, é muito forte. Eu aboli alisamento e só uso meu cabelo cacheado mesmo.
    Apesar de ser clichê quero muito conferir esse filme.

    ResponderExcluir
  3. Eu espero assistir esse filme porque me parece genial e necessário.
    Amei a indicação!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Kamilla
    Apenas dei uma olhada quando a Netflix deixou como sugestão.
    Mas não imaginei que o filme seria sobre esse assunto, claro que vou assistir.
    Tenho cabelo cacheado e sempre tive orgulho dele, nunca alisei e nem quero. Amo meu cachos.
    A sociedade precisa para com esses padrões ridículos, nos últimos 2 anos vejo muitas pessoas passar pela transição e voltar ter cachos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Kamilla!
    Gosto de filmes de comédia e o assunto é bem interessante, porque também tenho cabelo cacheado e sofri muito preconceito na infância.
    Hoje é tudo mais liberal.
    Valeu a dica.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Oi Kamilla,
    Eu assisti a este filme e adorei, pois consegui em muitos momentos me ver na protagonista. As questões envolvendo padrões é algo que atinge toda a população, mais especificamente, a população feminina e isso independe de cor ou status social. Mas em algumas culturas isso vem com uma bagagem bem maior e Felicidade por um fio mostra como a mulher negra tem muito com o que lidar para conseguir viver na sociedade. Ver a mãe de Violet impondo para ela como ela deve aparentar para ser considerada perfeita me deu muita raiva e senti isso como se fosse eu no lugar. Mas o filme consegue passar bem a mensagem e mostra uma mulher se descobrindo e, o mais importante, percebendo que a perfeição está em ser você mesmo. Infelizmente é uma história que não será bem vista por todos, pois muitos não irão entender a verdadeira mensagem.

    ResponderExcluir
  7. Quero assistir é um tema bem real, esse dos cabelos, tem tempos que estão na chapinha e em outros nos cachos. Deve ser gostoso acompanhar esse crescimento da personagem de estar cansada dos padrões e resolver ser quem ela é, sem saber da opinião dos outros. A Zoe parece ser tudo de bom.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Minha amiga acabou me recomendando o filme, pois ela assistiu e amou, e o motivo dela ter assistido foi justamente, estar passando pela transição capilar, acho muito válido, esses filmes que mesmo água com açúcar e bem amorzinhos trazem também temas bem importantes que precisam ser abordados, quero muito conferir em breve.

    ResponderExcluir