22/05/2020

RESENHA: Simon vs. a Agenda Homo Sapiens - Becky Albertalli

Simon vs. A Agenda Homo Sapiens
Autora: Becky Albertalli
Editora: Intrínseca
Páginas: 272
Ano: 2016
Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Tudo muda quando Martin, o bobão da escola, descobre uma troca de e-mails entre Simon e um garoto misterioso que se identifica como Blue e que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte.
Martin começa a chantageá-lo, e, se Simon não ceder, seu segredo cairá na boca de todos. Pior: sua relação com Blue poderá chegar ao fim, antes mesmo de começar.
Agora, o adolescente avesso a mudanças precisará encontrar uma forma de sair de sua zona de conforto e dar uma chance à felicidade ao lado do menino mais confuso e encantador que ele já conheceu.
Uma história que trata com naturalidade e bom humor de questões delicadas, explorando a difícil tarefa que é amadurecer e as mudanças e os dilemas pelos quais todos nós, adolescentes ou não, precisamos enfrentar para nos encontrarmos.
Falaram tão bem desse livro, que fui com expectativas demais...

Simon é um adolescente gay, mas tem receios de se assumir, sua família sempre faz um escândalo muito grande pra tudo e tem medo de seus amigos não o reconhecerem mais. A única pessoa que se sente livre pra conversar é o Blue, mas que nem o conhece pessoalmente... toda comunicação é por e-mail, eles se gostam e sabem que estudam na mesma escola, mas tem medo de mudar algo na relação, aqueles e-mails são só deles. Mas isso é ameaçado quando Martin, o engraçadão da turma, descobre a troca de e-mails e pede ao Simon que ajude a conquistar uma garota, caso isso não ocorresse, pode ser que as conversas vazassem.
“Comentário extra, você não acha que todo mundo devia ter que sair do armário? Por que o comum é ser hétero? Todo mundo devia ter que declarar o que é; devia ser uma coisa bem constrangedora, não importa se você é hétero, gay, bi ou sei lá o quê. Só uma ideia.”
Estava cheias de expectativas em relação ao livro, todo mundo falando maravilhas e ganhou até filme. Mas sinceramente? esperava mais.

O Simon está passando por uma fase de mudanças, então há conflitos internos e externos. O que é totalmente compreensível, mas há alguns momentos em que ele é demasiadamente mimado, acaba magoando algumas pessoas por ser egoísta e pensar apenas em si. Quando erraram com ele, fica chateado e pronto, nem oportunidade do outro falar, ele dá... mas quando foi ele que errou? Ficou naquela de não saber o que fez, que não merecia esse tratamento e em momento nenhum se colocou no lugar do outro, apenas pensando em si. Isso me irritou muito, esperava um comportamento mais maduro e amigo.

Apesar dele ter me irritado e eu querer dar umas sacudidas, as interações dele com o Blue me cativou profundamente. A troca de e-mails entre eles foi muito fofo, me peguei ansiando por ler mais e-mails deles... Há tiradas cômicas, mas também se abrem e falam de coisas pesadas e importantes. Eu tinha uma certa expectativa sobre quem seria o Blue, mas não foi... mas gostei muito.

Um dos maiores destaques pra mim foi a família do Simon, principalmente os pais que são escandalosos de forma mais querida e amorosa, já as irmãs são bem diferentes entre si, mas incríveis também. Outro destaque pra mim foram os amigos do nosso protagonista, mas dentre eles a Leah foi a que mais gostei e olha quem nem apareceu tanto quanto deveria. Em compensação estou bem animada, já que tem o livro dela - Leah Fora de Sintonia. E ah, o personagem que mais amei em todo livro: Bieber, o Golden Retriever da família do Simon (vontade de apertar!).
”– Só vou jogar uma veste de dementador por cima da roupa. Acho que você vai sobreviver.
– O que é um dementador?
Ah, não dá.
– Nora, você não é mais minha irmã.
– Então é alguma coisa de Harry Potter – deduz ela.”
Simon vs. a Agenda Homo Sapiens trás uma história bem fofinha, com personagens ótimos e narrativa que não te deixa largar o livro. Infelizmente o Simon estragou um pouco da beleza do livro por ser um menino bem mimado, mas ainda assim curti bastante o personagem e toda sua história. Vale muito a pena conferir!


7 comentários

  1. Olá Kamilla, tudo bem?
    Gostei bastante da sua resenha. Tenho muita curiosidade para conhecer essa história e, normalmente, quando um livro está muito em alta dou um prazo para baixar minhas expectativas, mas muitas vezes também acabo meio que desanimando.
    Gostei dos seus pontos. Ainda quero ler, me deu até um gás, mas sei para ir sem expectativa. O que vier é lucro.

    Beijo!!
    https://www.amorpelaspaginas.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ray!
      A melhor coisa é ler sem expectativas, porque ou o livro fica uma leitura ok ou maravilhosa. Expectativas gera decepção sempre! haha
      Beijos

      Excluir
  2. Olá, Kamilla!

    Eu vi este livro ontem nas Lojas Americanas e até pensei em comprar. Falam muito dele e sempre tive curiosidade a respeito. Parece ser uma história bem leve e divertida, né? Gosto de livros assim! Adorei a resenha!

    Beijos!
    Literatura Querida

    ResponderExcluir
  3. Olá! Esse livro vem passando pela minha lista já faz algum tempo, mas ainda não senti que chegou o momento de iniciar a leitura, acho que preciso mudar esse status o quanto antes (risos). Mas já sabendo que é melhor não criar expectativas, pelo jeito nosso protagonista vai me tirar do sério em alguns momentos. Espero também assistir ao filme e fazer aquela comparação básica!

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda não li este livro,mas pelo que andei lendo essa semana, vem vindo um novo livro por aí(que está com uma capa lindinha)
    Mas em contrapartida, eu vi o filme e adorei.rs
    Acho que tem coisas que nos filmes são mais gostosas, ao menos, eu acho que nesse caso, é assim.
    No filme, Simon não é tão mimado.
    Mesmo assim, pretendo muito ler esse e os demais livros sim!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  5. A família do Simon é incrível, né?
    Eu não gostei da Leah, achei ela bem ranzinza, então fui ler Leah fora de sintonia e amei! É um dos melhores da Becky. Leah permanece ranzinza, mas é interessante conhecer os motivos dela.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Particularmente eu não curti muito o livro, mais por causa do Simon mesmo. Ele não merece aquela família maravilhosa!
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir