07/03/2018

TOP 4 CAPAS: Jardim de Inverno

Oi leitores, tudo bem com vocês? Hoje é dia do top 4 capas e dessa vez eu resolvi escolher um livro bem intenso, com uma história que me fez chorar muito. Jardim de Inverno da autora Kristin Hannah é um drama familiar que vai ter arrebatar... 
Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa. No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas.
A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história.
Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família… E mudará tudo o que elas pensam que são.
“Difícil não rir um tanto e chorar ainda mais com a história de mãe e filhas que se descobrem no último momento.”
– Publishers Weekly
A história que sua mãe conta é como nenhuma outra já ouvida por elas antes — uma história de amor cativante e misteriosa que dura mais de sessenta anos e parte da Leningrad congelada e devastada pela guerra até o Alasca, nos dias atuais. A obessão de Nina por esconder a verdade as levará a uma inesperada jornada ao passado de sua mãe, onde descobrirão um segredo tão chocante, que abala a estrutura da família e muda quem elas acreditam ser.
Jardim de Inverno de Kristin Hannah foi publicado no Brasil pela Editora Novo Conceito em 2013. A obra possui uma média de 4,6 avaliações no Skoob e 4,14 no GoodReads.

CAPAS GRINGAS
ARGENTINA: Essa capa é bonita, eu gosto do destaque lá trás e da neve. Ela é bem simples, mas tem características que lembram a história.

HOLANDA: Não sei se sou bem capaz de opinar sobre essa capa, apesar de não achá-la feia e até gostei do destaque em vermelho... mas não lembra a hist´r

POLÔNIA: Essa sem dúvidas foi a capa que menos gostei, os rostos das modelos não ficaram bons, as flores jogadas nesse fundo amarelo ficou muito estranho. 

GRÉCIA: Eu gosto muito dessa capa, entre as já citadas é a mais bonita. Gosto do fundo, das cores e claro da neve. Não curto muito a fonte do título, mas não são muitas fontes que combinam com o grego né? :p
~~~
Creio que a minha capa favorita ficou clara, né? A da Grécia me ganhou, apesar de gostar bastante da nacional.
E vocês, qual capa gostaram mais?
~~~
Me deem sua sugestão de qual livro querem ver no próximo top 4 capas :)
Beijos


14 comentários

  1. Eu amo esse livro! Chorei muito nas duas vezes que li.
    Kamilla, tinha que ter uma opção de voto "Prefiro a nacional". Eu amo a nacional; as três mulheres caminhando lembram bem as personagens. E o fundo também, até a borboleta ficou lindo.
    Eu achei a capa da Argentina bonita, mas não me lembra a história. A da Holanda traz uma mulher aparentemente feliz, leve... E a história não é bem assim, né?
    Desnecessários as modelos na capa da Polônia, e achei a capa da Grécia meio luxuosa.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ludy!
      O intuito do top 4 é justamente fazer uma "batalha de capas" entre as gringas. Na maioria das vezes, se colocar a opção pela capa nacional, nunca a gringa ganharia. hahaha
      Mas obrigada pela sugestão.
      Beijos

      Excluir
    2. Hahaha verdade; nesse quesito, nós temos as melhores capas, na maioria das vezes.

      Excluir
  2. Que lindas essas capas! Nossa, amei essa da Grécia. E novo me fez lembrar que tenho livro dela faltando pra ler. Parece uma história linda pelo que vi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma história linda mesmo, vale super a pena!
      Beijos

      Excluir
  3. Oi, Kamilla.

    Sem sombras de dúvidas a capa brasileira é a melhor.

    A da Argentina não é feia, mas não é tão bonita. Gostei um pouco.

    Achei a da Grécia espetacular!

    Morro de vontade de ler os livros da Kristin, parecem daqueles tipos de livros bem tocantes e emocionantes!

    ResponderExcluir
  4. Oi Kamilla,
    Normalmente eu gosto sempre da capa nacional, mais nesse caso a da Holanda também se destaca e muito, senti que ela tem uma conexão com a história que parece linda. Amei ela, e claro que a nacional não deixa a desejar..
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Eu li o livro é bem emocionante, só achei o começo arrastado, mas depois melhora e muito. Acho a nacional linda, entre as gringas também gostei mais da Grécia fiquei bem bonita. A da Argentina também ficou bonita.

    ResponderExcluir
  7. Oi Kamilla,
    Kristin Hannah é uma autora que ainda não conheço escrita, mas a qual tenho muita curiosidade. As sinopses de seus livros são marcantes e intensas e fico imaginando o quão envolventes devem ser suas histórias. Além da capa nacional, de cara a capa gringa que mais me chamou atenção foi a da Grécia, pois todos os elementos e cores usados formaram um conjunto bem harmonioso. O que é bem diferente do que acontece na capa da Polônia, onde parece não ter tido nenhum cuidado ou dedicação na hora de fazer a montagem.

    ResponderExcluir
  8. Kamilla!
    Gosto da nossa capa nacional, mas sem dúvida a mais bonita e que retrata bem o enredo do livro, com certeza é a da Grécia.
    Já li esse livro e ele é ótimo!
    Bom final de semana!
    “Os lírios não bastam. As leis não nascem das flores. Meu nome é luta, e escreve-se na história.” (Luciana Maria Tico-tico)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro esse livro é simplesmente um dos mais bonitos que eu já li da autora mas a capa da edição da Argentina é simplesmente a mais bonita

    ResponderExcluir
  10. Não conheço ainda a escrita da Kristin Hannah, mas posso dizer que já ouvi muitas críticas positivas. Esse é um dos livros, senão o mais, que eu tenho curiosidade de conhecer da autora. Gostei mais da capa nacional mesmo. A da Argentina e da Grécia são bonitas até, mas não achei melhores que a daqui. Essa da Holanda eu gostei, a expressão da moça está serena. E essa da Polônia não está muito legal não.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Ainda não li esse livro, mas vejo muitos comentários positivos e muitas pessoas indicando os livros da Kristin Hannah,gostei muito das capas não achei nenhuma delas feias, só abordam uma perspectiva cada uma, como não li o livro não sei se tem muita a ver com a historia, mas gostei bastante da capa da Argentina e da Holanda !!

    ResponderExcluir