09/05/2018

TOP 4 CAPAS: A Mulher na Janela

Oi gente! O top 4 capas da semana é de um livro que vem sendo bastante comentado no mundo literário: A Mulher na Janela, que é um thriller fascinante. Já estou lendo e simplesmente imersa na leitura! E como me bateu uma curiosidade de conferir as capas da obra, resolvi procurá-las compartilhá-las com vocês!
SOBRE A OBRA: Anna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e... espionando os vizinhos. Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir. Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle? Neste thriller diabolicamente viciante, ninguém – e nada – é o que parece. "A Mulher Na Janela" é um suspense psicológico engenhoso e comovente que remete ao melhor de Hitchcock.

A Mulher na Janela do autor A. J. Finn foi publicado no Brasil esse ano, 2018, pela Editora Arqueiro e possui 352 páginas.

CAPAS GRINGAS
AUSTRÁLIA: Eu gosto dessa capa, porque algo nos tijolos/fachadas me lembram bastante a descrição feita no livro. Porém, essas escadas não me ganharam em nada, foram desnecessárias.

BULGÁRIA: Não sei muito bem o que achar dessa capa, por um lado gosto bastante da ideia. A Mulher na Janela olhando tudo, o quebra-cabeças onde vai ter que juntar as peças para o desfecho e o sangue. Mas não sei se tudo isso junto ornou, eu gostei, mas ainda estou em dúvidas. XD

SÉRVIA: Entre as capas citadas hoje, essa é a que menos gosto. A Janela, obviamente, te a ver com a trama, mas essa ficou bem estranha e nem parece tanto uma janela assim. E tem branco demais, cadê o ar sombrio/misterioso do livro?

REPÚBLICA CHECA: Essa capa realmente remete a história, a Anna atrás da sua janela só olhando o que está acontecendo na vizinhança. Simples, mas gostei.
~~~
Devo admitir que gostei de três, mas entre elas creio que gostei mais da Austrália (se não fosse essas escadas, seria bem melhor). 
E aí, qual é a capa gringa que mais gostou?
~~~

Espero que tenham gostado do top 4 capas de hoje, se quiserem deixar sugestões de livros que querem ver nessa coluna, é só deixar o nome da obra nos comentários :)
Beijos


19 comentários

  1. Todas tem sua beleza, mas vou confessar que amei a da Bulgária..rs
    Amo quebra-cabeças e por tudo que já li sobre o livro, faz todo o sentido a capa.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Kamilla.

    Seria legal fazer o top 4 com as capas das versões do livro "Corte de Espinhos e Rosas".

    De todas as capas, a da Austrália é com certeza a melhor. Perfeita! 👏

    A da Bulgária é estranha.

    ResponderExcluir
  3. Oi Kamilla,
    Estou ansiosa para ler esse livro...
    Como sempre, a capa Brasileira se destaca mto pela beleza, mas, tendo que escolheram a da Bulgária está bem diferente e bem representativa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Como sempre eu prefiro a capa nacional haha...
    Mas entre as 4 selecionadas, a que eu mais gostei foi a da Bulgária. Achei lindo o quebra-cabeça em forma de casa e com a janela ali no meio. Ficou perfeita para um thriller.
    A capa da Austrália não me chama atenção. A da Sérvia está muito simples (lê-se: sem graça). E a da República Checa também é bonita, mas aquele olhar me incomoda.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Kamilla,
    Quando vi o lançamento desse livro já corri adicionar na lista de desejados, pois essa premissa me fisgou na hora. Adoro thrillers psicológicos, e pelo que li nas resenhas, A Mulher na Janela, é uma leitura fascinante.
    Fiquei bem dividida entre a capa da Austrália e da Bulgária, mas acabei escolhendo a última. Adoro quebra-cabeça, e como ainda não li o livro, eu acho que a capa combina muito bem com a proposta do enredo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Minha cabeça já ta confusa com um filme que assisti que no final não é nada daquilo que eu imaginava, aí você vem com esse livro que parece muuito bom!! hahaha, vou ficar maluca!
    Mas enfim, realmente a sinopse deixa a gente bem curioso, ainda mais pra saber se é tudo verdade mesmo ou não. Gostei bastante da Bulgária ;)
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Bastante ansioso pra fazer essa leitura. De todas, só não gostei mesmo foi a da Sérvia. Entre as preferidas se destaca a da República Checa. A do Brasil ficou bastante criativa e diferente.

    ResponderExcluir
  8. Oi Kamilla,
    Esse é thriller que mais quero ler, pois os comentários sobre a obra tem sido os melhores. Sobre as capas nenhuma me chamou tanta atenção, pois todas precisavam de um pouco mais de dedicação, mas escolho a da Austrália também. O uso da fachada do prédio fez diferença, mas talvez pudessem tem usado um outro lado ou uma casa.
    Vou confessar aqui que a capa nacional está muito melhor do que as gringas.

    ResponderExcluir
  9. Tirando a da Sérvia, gostei das outras, mas fico com a da Republica Checa gostei desse olhar da mulher rs. Tenho muita vontade de ler esse livro esta sendo muito comentado. Gostaria de ver as capas do livro A mulher na cabine 10.

    ResponderExcluir
  10. Kamilla!
    Achei todas as capas bem interessante e votei na que achei mais bonita e expressa o conteúdo do livro.
    Desejo um ótimo final de semana e um feliz dia da mães abençoado!
    “Moral é o que te faz sentir bem depois de tê-lo feito, e imoral o que te faz sentir mal.” (Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO – 4 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  11. Olá, adorei as capas da Austrália e da Bulgária, ambas possuem uma aura sombria e de suspense tudo a ver com a trama de A Mulher na Janela, que por sinal é um dos mais desejados por mim este ano. Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Olá Kamilla,
    Não sou fã desse gênero então não presto muita atenção nas capas.
    Eu não gostei de nenhuma das capas desse livro, mas se tivesse que escolher, provavelmente seria a da Bulgária.

    ResponderExcluir
  13. Oi Kamilla.
    Adoro thrillers psicológicos e quero muito ler A mulher na janela.
    Gosto bastante da capa nacional, mas a da República Tcheca também é bonita e parece combinar com a história.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá! Doida pra ler esse livro curto muito um thrillers psicológicos, gostei de duas das capas a da Austrália e a da República Checa.

    ResponderExcluir
  15. An-nyong-se-ha-yo!
    A da Bulgária tá um chuchuzinho, me remete até a um filme. A melhor!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  16. Eu adorei a capa deste livro, mas confesso que por mim a da Republica Tcheca e da Bulgária chamaram muito mais a minha atenção.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  17. A da Bulgária foi minha preferida, ainda não li esse livro mas creio que tem tudo a ver com a história essa janela e as peças de um quebra cabeça. A da república checa me deixou com medo até, acho que combina para um thriller. Mas a nacional ta linda demais e pra mim fica atras só da Bulgária,

    ResponderExcluir
  18. Olá, Kamilla!
    Eu amei a capa brasileira, mas gostei das capas Bulgária e República Tcheca.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Oi, Kamilla!!
    Eu gostei muito da capa nacional e das gringas achei bem legal a da Austrália e da República Tcheca.
    Bjos

    ResponderExcluir

PAGINAÇÃO