RESENHA: A Parte Que Falta Encontra o Grande O - Shel Silverstein

A Parte Que Falta Encontra o Grande O
Autor: Shel Silverstein
Editora: Companhia das Letrinhas
Páginas: 120
Edição: 1
Ano: 2018
Na continuação do clássico A parte que falta, Shel Silverstein reflete com sua poesia singela e emocionante sobre amor-próprio e completude. Um livro infantil para todas as idades. A parte que falta está em busca de alguém para completar. Após ser abandonada pelo ser circular, ela aguarda um par perfeito em que possa se encaixar. Ela quer conhecer o mundo, e precisa de alguém que a faça rolar. Mas muitos seres não sabem nada sobre encaixe, outros já têm partes demais e alguns não sabem nada de nada. A parte que falta até encontra um encaixe perfeito, mas sua jornada juntos dura muito pouco. Até que ela se depara com o Grande O, um ser completo, que rola sozinho, e que pode dar a ela um ensinamento que mudará seu modo de enxergar a vida.
Nesta história, leitores de todas as idades vão refletir junto com a parte que falta sobre como podemos nos transformar e descobrir como evoluir nosso amor-próprio. Afinal, será que não podemos todos rolar por nós mesmos em nossas jornadas?
Um livro tão simples, mas com uma mensagem tão incrível...

No começo do ano a youtuber Jout Jout soltou um vídeo onde lia a história de A Parte Que Falta, onde conhecemos um livro infantil, mas de uma grandeza. Se quiserem assistir, clique aqui. Esse ano a Companhia das Letrinhas publicou a sequência da obra, mas que fique claro que não há necessidade de ler o outro livro.
Em A Parte Que Falta Encontra o Grande O temos a busca da A Parte Que Falta por algo onde ela se encaixe perfeitamente. Só que encontrar o encaixe não é tão fácil quanto parece, alguns até encaixavam, mas não era suficiente... alguns eram delicados demais, tinham partes faltando ou até mesmo tinha parte demais. Foram muitas tentativas, até que A Parte Que Falta encontrou o Grande O

O Grande O é um ser completo, redondinho e sem nenhuma parte faltando... e até questiona se A Parte Que Falta não poderia rolar sozinha, mas ela estava certa que não, afinal ela é a parte que falta, logo não pode rolar sozinha. Eis que o Grande O questiona se ela já tentou alguma vez... Será que ela pode? consegue? será que nós conseguimos?

O principal objetivo nessa obra é te fazer questionar: Você realmente precisa se encaixar a algo ou alguém pra se sentir completo? será que talvez você sozinho não é capaz de se sentir completo? Apesar de parecer bobo, mas não é... O livro só tem 120 páginas, com pouco texto e uma ilustração simples e delicada. No entanto a cada página virada vamos nos dando conta da grandeza da obra, com várias reflexões válidas e necessárias para todos nós.

O primeiro contato com o primeiro livro foi através da Jout Jout (ela lê o primeiro livro na íntegra) e fiquei totalmente tocada, quando recebi esse, corri pra ler e não me decepcionei. Talvez eu tenha ficado com os olhos marejados? talvez... sem dúvidas foi uma leitura incrível, que indico que todos o façam!
“Ai de mim limitar este livro a uma interpretação, mas se você me permite um aviso amigo: talvez você saia daqui não só entendendo que jamais seremos totalmente preenchidos, mas que também jamais conseguiremos totalmente preencher. Nos resta rolar.” Jout Jout
Leia Mais ›

Especial Sextante 20 anos: Ciclo de Palestras

Oi apreciadores, como estão? Venho passar uma notícia quentinha e bem bacana para o pessoal de São Paulo.
A Editora Sextante está completando 20 anos de existência, com a missão de ajudar os leitores na busca da felicidade e da realização pessoal, resolveram comemorar esse aniversário com o leitor através de um Ciclo de Palestras com vários autores incríveis. O evento acontecerá no Teatro Gazeta em São Paulo nos dias 26 e  27, e cada palestra será cobrado um valor de R$ 20  (inteira) e R$ 10 (meia).
Confiram a programação:
26/05
No sábado, das 11hs às 12h30 acontecerá a palestra Você é Insubstituível com o Augusto Cury.

Também no sábado, no período da tarde das 15 às 17h30 serão quatro autores que estarão palestrando. Bruna Lombardi e Sri Prem Baba palestrarão sobre Propósito e as Escolhas para Ser Feliz, já os autores Diana Garbin, Sophie Deram e Daniel Barros falarão sobre Como Ser Feliz Com Seu Corpo.
~~~
27/05
No domingo, 27/05, os autores Cristiane Correa e Bernardinho estarão das 11hs às 12h30 falando sobre Liderança e Empreendedorismo.


Finalizando com o Ciclo de Palestras, no horário das 14hs às 16h30 os autores Cristiane Correa e Gustavo Cerbasi darão palestra sobre Carreira e Vida Financeira. Já os autores Vladimir Netto, Deltan Dallagnol e Fernando Gabeira falarão sobre Corrupção e Eleições.
Compre seu ingresso!

Para maiores informações acessem: www.sextante20anos.com.br~~~
Espero que tenham gostado!
E já adianto, parece que os ingressos de algumas palestras estão se esgotando, então se tem interesse, corram pra comprar o ingresso pra não perder uma chance tão legal!
Beijos
Leia Mais ›

TOP 4: Desejados de Não-Ficção

Oi leitores, tudo bem? O top 4 de hoje é sobre livros que não costumo ler, mas quero muito me aventurar mais e sair da minha zona de conforto. Irei citar os quatro livros de não-ficção que estou bem curiosa pra ler! 

4. CORAGEM - ROSE McGOWAN
Há um tempinho eu li algumas resenhas sobre o livro Coragem da atriz Rose McGowan e fiquei super curiosa. E cá entre nós, eu adoro essa capa.
~~~
3. OS HOMENS EXPLICAM TUDO PARA MIM - REBECCA SOLNIT
Eu havia visto algo sobre esse livro algumas vezes, mas só comecei a ter vontade de ler após um comentário da youtuber Maíra, do Nunca te pedi nada, na plataforma. Fiquei super curiosa, porque é uma assunto bem relevante e atual. 
~~~
2. ALUCINADAMENTE FELIZ - JENNY LAWSON
Eu morro de vontade de ler essa obra desde que a Intrínseca anunciou o lançamento, há um tempão atrás. Sei que a autora fala sobre depressão e outras crises da sua própria vida. Espero ter oportunidade de ler em breve.
~~~
1. MULHERES - CAROL ROSSETTI
Esse é outro livro que desde o lançamento estou morrendo de curiosidade pra ler e ter a obra em mãos. Já vi algumas imagens no facebook e fiquei encantada, Mulheres fala sobre amor próprio, empoderamento, respeito e tantas outras coisas bacanas.
~~~
Gostaram dos meus desejados? Tem algum livro de não-ficção que querem ler? Me contem!
Beijos
Leia Mais ›

Novidades Literárias #157 - Quem é Você, Alasca? será adaptado; Novo livro de Anna Todd e mais...

QUEM É VOCÊ, ALASCA? FINALMENTE GANHARÁ ADAPTAÇÃO
O livro Quem é Você, Alasca? finalmente ganhará adaptação, mas infelizmente não será para as telonas. A obra virará uma série com 8 episódios, mas ainda não há maiores informações de quando estará disponível ou quem será o elenco.
Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".
~~~#~~~
HARLEQUIN ANUNCIA QUE NÃO VENDERÃO LIVROS DE BOLSOS EM BANCAS
A Editora Harlequin anunciou em suas redes sociais que os famosos Romances de Banca já não serão mais vendidos em bancas, isso mesmo. Segundo eles, os livros estarão disponíveis em e-book e em livrarias. Leiam a nota oficial:
~~~#~~~
CAPA DO NOVO LIVRO DE ANNA TODD
A Editora V&R divulgou a capa nacional do novo livro de Anna Todd, a obra foi titulada de As Garotas Spring. A previsão de lançamento é para maio, lembrando que a autora virá ao Brasil no segundo semestre.
Em uma família aparentemente perfeita de Nova Orleans, nos Estados Unidos, vivem quatro garotas: Meg, Jo, Beth e Amy. Por mais que cada uma delas tenha características diferentes e bem definidas, o fato de serem filhas de um pai militar, combatente no Iraque, e de uma mãe desgastada por suas responsabilidades familiares, tornam seus medos muito semelhantes.
"As Garotas Spring" é uma história poderosa sobre amor, família, aceitação e como descobrir sua prórpia identidade.
Com muito romance e drama, Anna Todd, autora best-seller do New York Times revisita o clássico de Louisa May Alcott, "Mulherzinhas", com uma linguagem moderna para os leitores do século 21.
~~~#~~~
NOVO LIVRO DE IRIS FIGUEIREDO PELA ED. SEGUINTE
A autora nacional Iris Figueiredo anunciou seu mais novo livro Céu Sem Estrelas que será publicado pela Editora Seguinte durante a Flipop (Festival de Literatura pop) que acontece entre os dias 29 de Junho até o dia 01 de Julho. Mas para a alegria dos fãs a partir do dia 22 de Junho a obra já estará disponível nas livrarias de todo Brasil.
Um romance sensível e envolvente sobre autoestima, família e saúde mental.
Cecília acabou de completar dezoito anos, mas sua vida está longe de entrar nos trilhos. Depois de perder seu primeiro emprego e de ter uma briga terrível com a mãe, a garota decide ir passar uns tempos na casa da melhor amiga, Iasmin. Lá, se aproxima de Bernardo, o irmão mais velho de Iasmin, e logo os dois começam um relacionamento.
Apesar de estar encantado por Cecília, Bernardo esconde seus próprios traumas e ressentimentos, e terá de descobrir se finalmente está pronto para se comprometer. Cecília, por sua vez, precisará lidar com uma série de inseguranças em relação ao corpo — e com a instabilidade de sua própria mente.
~~~#~~~
EDITORA PARALELA PUBLICARÁ 'ELE', ROMANCE HOMOAFETIVO DE ELLE KENNEDY E SABRINA BOWEN
A Editora Paralela publicará ELE - Quando Ryan conheceu James que é um romance homoafetivo, primeiro de um a dualogia, escrito pelas autoras Elle Kennedy e Sabrina Bowen. A previsão de lançamento é para junho.
Eles não jogam no mesmo time… ou jogam?
Das autoras best-sellers Sarina Bowen e Elle Kennedy, Ele é um romance erótico gay apaixonante.
James Canning nunca descobriu como perdeu seu melhor e mais próximo amigo. Quatro anos atrás, seu tatuado, destemido e impulsivo companheiro desde a infância simplesmente cortou contato. O que aconteceu na última noite daquele acampamento de verão, quando tinham apenas 18 anos, não muda uma verdade simples: Jamie sente saudade de Wes.
O maior arrependimento de Ryan Wesley é ter convencido seu amigo extremamente hétero a participar de uma aposta que testou os limites da amizade deles. Agora, prestes a se enfrentarem nos times de hóquei da faculdade, ele finalmente terá a oportunidade de se desculpar. Mas, só de olhar para o seu antigo crush, Wes percebe que ainda não conseguiu superar sua paixão adolescente. Jamie esperou bastante tempo pelas respostas sobre o que aconteceu com seu relacionamento com Wes, mas, ao se reencontrarem, surgem ainda mais dúvidas.

Uma noite de sexo pode estragar uma amizade? Essa e outras questões sobre si mesmos vão ter que ser respondidas quando Wesley e Jamie se veem como treinadores no mesmo acampamento de hóquei.
~~~
Gostaram das novidades de hoje? :)
Beijos
Leia Mais ›

RESENHA: A Mulher na Janela - A. J. Finn

A Mulher Na Janela
Autor: A. J. Finn
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Edição: 1
Ano: 2018
Anna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e... espionando os vizinhos. Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir. Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle? Neste thriller diabolicamente viciante, ninguém – e nada – é o que parece. "A Mulher Na Janela" é um suspense psicológico engenhoso e comovente que remete ao melhor de Hitchcock.
Fui fisgada pelo livro já nas primeiras páginas...

Anna Fox era uma psicologa infantil, que após um trauma foi diagnosticada com agorafobia. Que é um transtorno adquirido gerado por um grande trauma, onde a pessoa tem medo de sair de casa, que é um lugar onde acha que está seguro. Essa fobia está fortemente ligada a depressão, ansiedade e crises de pânico.

Nossa protagonista sofreu um grande trauma, e agora segue reclusa há mais de dez meses em sua casa, vivendo a base de seus remédios controlados, conversando com seu ex-marido Ed e sua filha Olivia de vez em quando (já não moram mais com ela), bebendo seu amado vinho (mesmo sabendo que não pode misturar com os remédios) e se entretendo através de jogos de xadrez online, participando do site Àgora pra ajudar outras pessoas como a mesmo fobia e espionando o que acontece na sua vizinhança com a ajuda de sua câmera.

Tudo segue da mesma forma, nessa rotina monótona da vida da nossa protagonista... até que uma nova família se muda para o bairro. Os Russels, de três integrantes: pai, mãe e um filho adolescente. 
Certo dia após tomar muito vinho, misturá-lo com seus remédios controlados vê a Jane Russel (a mãe) ser assassinada. Ela tenta ajudar, mas será mesmo que ela viu? Será que a Jane foi realmente assassinada? Ou será que era só alucinações? Os remédios controlados por si só podem causar alucinações, misturados com álcool só tende a piorar. Ela acredita no que viu, mas ninguém mais acredita...

A Mulher na Janela me fisgou desde a primeira página, não teve uma história arrebatadora que me deixou morrendo de curiosidade, mas foi o suficiente pra não me deixar largar a obra. Pra alguns o início da obra foi mais lento, porque vamos conhecendo sobre a fobia, a rotina e até algumas lembranças do que aconteceu pra deixá-la traumatizada e nem querer sair de casa. No entanto pra mim foi bacana conhecer mais sobre a personagem, entendê-la pra daí sim começar o suspense todo.
“Bisbilhotar é como fotografar a natureza: a gente não interfere no que está vendo.”
O livro todo é narrado em primeira pessoa pela própria Anna, então todos os ocorridos que se passam é pela visão dela, deixando o leitor ávido e curioso pra saber se a verdade da cabeça da protagonista é mesmo real ou são só alucinações. A. J. Finn brincou muito comigo durante a leitura, me fazendo acreditar, duvidar e me surpreender.

A obra sem dúvidas é daquelas que te prende, te deixa cheias de dúvidas e te dando várias direções em que acreditar, mas será que são verdadeiras? Essas dúvidas permeiam o livro quase inteiro, e sinceramente é uma das coisas que mais gosto nos thrillers psicológicos. A Mulher na Janela tem algumas reviravoltas nos deixando aflitos a cada momento que se passa, a revelação final foi surpreendente, mas não foi de me deixar alucinada/chocada ou com o coração aflito - como eu esperava. O que mais me chamou a atenção, além do suspense sobre o suposto assassinato, foi o fato do autor abordar depressão e o transtorno agorafobia (que nem sabia da existência). 
“Uma doida aos olhos dos vizinhos. Uma piada aos olhos da polícia. Um caso especial aos olhos dos médicos. Um caso perdido aos olhos do terapeuta. Uma encarcerada. Longe de ser uma heroína de cinema. Longe de ser uma detetive.
Encarcerada em casa. Afastada da vida.”
Anna é uma personagem que gostei de conhecer, apesar de algumas vezes querer dá um puxão de orelha por algumas atitudes, mas ao mesmo tempo sei que tudo é resultado de um trauma forte e que quando descobri me abalou, e admito que isso mexeu comigo bem mais do que o suposto assassinato. 

Sem dúvidas é uma obra incrível, com uma narrativa fluída e instigante, com várias reviravoltas e revelações. Não foi o melhor livro do gênero pra mim, mas ainda sim foi uma leitura incrível. Super recomendo!
“– Não é paranoia se está realmente acontecendo.”
Leia Mais ›

TOP 4 CAPAS: A Mulher na Janela

Oi gente! O top 4 capas da semana é de um livro que vem sendo bastante comentado no mundo literário: A Mulher na Janela, que é um thriller fascinante. Já estou lendo e simplesmente imersa na leitura! E como me bateu uma curiosidade de conferir as capas da obra, resolvi procurá-las compartilhá-las com vocês!
SOBRE A OBRA: Anna Fox mora sozinha na bela casa que um dia abrigou sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e... espionando os vizinhos. Quando os Russells – pai, mãe e o filho adolescente – se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo – e seus segredos chocantes – começar a ruir. Mas será que o que testemunhou aconteceu mesmo? O que é realidade? O que é imaginação? Existe realmente alguém em perigo? E quem está no controle? Neste thriller diabolicamente viciante, ninguém – e nada – é o que parece. "A Mulher Na Janela" é um suspense psicológico engenhoso e comovente que remete ao melhor de Hitchcock.

A Mulher na Janela do autor A. J. Finn foi publicado no Brasil esse ano, 2018, pela Editora Arqueiro e possui 352 páginas.

CAPAS GRINGAS
AUSTRÁLIA: Eu gosto dessa capa, porque algo nos tijolos/fachadas me lembram bastante a descrição feita no livro. Porém, essas escadas não me ganharam em nada, foram desnecessárias.

BULGÁRIA: Não sei muito bem o que achar dessa capa, por um lado gosto bastante da ideia. A Mulher na Janela olhando tudo, o quebra-cabeças onde vai ter que juntar as peças para o desfecho e o sangue. Mas não sei se tudo isso junto ornou, eu gostei, mas ainda estou em dúvidas. XD

SÉRVIA: Entre as capas citadas hoje, essa é a que menos gosto. A Janela, obviamente, te a ver com a trama, mas essa ficou bem estranha e nem parece tanto uma janela assim. E tem branco demais, cadê o ar sombrio/misterioso do livro?

REPÚBLICA CHECA: Essa capa realmente remete a história, a Anna atrás da sua janela só olhando o que está acontecendo na vizinhança. Simples, mas gostei.
~~~
Devo admitir que gostei de três, mas entre elas creio que gostei mais da Austrália (se não fosse essas escadas, seria bem melhor). 
E aí, qual é a capa gringa que mais gostou?
~~~

Espero que tenham gostado do top 4 capas de hoje, se quiserem deixar sugestões de livros que querem ver nessa coluna, é só deixar o nome da obra nos comentários :)
Beijos
Leia Mais ›

PAGINAÇÃO