Novidades Literárias #136 - Novo livro da série A Rainha Vermelha, Segundo filme da franquia Animais Fantásticos e mais...

EDITORA VALENTINA PUBLICARÁ OUTRO LIVRO DE SOFIA SILVA
A autora portuguesa que recentemente veio ao Brasil para o lançamento do livro Sorrisos Quebrados divulgou em suas redes sociais que lançará novos livros.
A série Quebrados contará com quatro livros independentes, sendo Sorrisos Quebrados o primeiro. Segundo Sofia a única coisa em comum entre as histórias dos livros terão é o ambiente, que se passarão na clínica. O segundo livro da série será publicado no Brasil pela Valentina em 2018 titulado de Corações Quebrados, em Portugal será publicado pela Editora Presença.
~~~
NOVO LIVRO DE SARAH J. MASS NO UNIVERSO DE CORTE DE ESPINHOS E ROSA
A autora anunciou em seu instagram anunciou a super novidade, deixando os fãs da série eufóricos! O livro foi titulado em inglês A Court of Frost and Starlight, e acontece alguns meses após os eventos dos livros anteriores.  Feyre e Rhys narram algumas partes da obra! O lançamento está previsto para maio de 2018 lá fora, aqui ainda não temos previsão.
Feyre, Rhys, e seu círculo fechado de amigos ainda estão ocupados reconstruindo o Tribunal Noturno e o mundo além. Mas o Solstício de Inverno está finalmente perto, e com isso, um descanso merecido. No entanto, mesmo a atmosfera festiva não pode impedir que as sombras do passado se aproximem. Enquanto Feyre enfrenta seu primeiro solstício de inverno, ela descobre que aqueles mais queridos dela têm mais feridas do que antecipava — cicatrizes que terão impacto de longo alcance sobre o futuro das pessoas que ama.
~~~
SEGUNDO FILME DA FRANQUIA ANIMAIS FANTÁSTICOS TEM O NOME REVELADO 

O segundo filme da franquia Animais Fantásticos teve seu nome revelado na última semana: The Crimes of Grindelwald. Ainda não foi revelado o nome nacional que será adotado, mas espera-se que seja “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”. A previsão de estreia do longa é para novembro de 2018.
~~~

CAPA DO ÚLTIMO LIVRO DA SÉRIE A RAINHA VERMELHA
O site Entertainment divulgou com exclusividade a capa do último livro da série titulado War Storm (Tempestade de guerra, em tradução livre) da autora Victoria Aveyard.

O lançamento está previsto para maio de 2018, no Brasil a editora responsável - Seguinte - anunciou que farão o possível para fazer o lançamento simultâneo, mas ainda não confirmaram nada. 

E aí, estão ansiosos?

~~~

RAPIDINHAS
UMA DOBRA NO TEMPO: A HarperCollins irá publicar o livro da autora Madeline L'Engle em comemoração ao quinquagésimo aniversário da publicação da obra com uma edição especial em capa dura! O lançamento da obra foi agora em novembro.

EXTRAORDINÁRIAS - Mulheres que revolucionaram o Brasil: A Editora Seguinte irá lançar um super livro com mulheres brasileiras incríveis, como por exemplo Pagu, Maria da Penha e Dandara. O lançamento da obra ocorreu no dia  17/11.

BOX CLUBE DOS CANALHAS: A série queridinha por muitos da autora Sarah MacLean irá ganhar um box lindo, a notícia foi dada pela própria editora Gutenberg. O lançamento está previsto para final de novembro, mas já se encontra em pré-venda.
~~~
Gostaram das novidades? Me contem qual foi a sua favorita :)
Beijos
Leia Mais ›

RESENHA: Névoa - Kathryn James

Mist - Livro #01
Autora: Kathryn James
Editora: Farol Literário
Páginas: 336
Edição: 1
Ano: 2013
Gwen, uma garota de 15 anos, marca sua festa de aniversário no meio da mata. Sua irmã Nell sabe dos perigos de fazer uma festa na floresta, mas Nell não consegue impedir a irmã. Gwen é levada pela névoa da floresta. Somente Nell sabe quem está por trás do sequestro de sua irmã – o garoto que ela imaginava ser seu amigo, o belo e misterioso Evan River. Evan não é um garoto comum – ele tem um segredo que fará com que Nell questione tudo o que ela sempre ouviu de sua avó: que as histórias sobre as meninas perdidas fossem apenas contos de fadas. Evan vive à margem do mundo de Nell, raramente vislumbrado, incompreendido e temido. Um confronto entre os dois mundos está prestes a começar.

Já tinha esse livro há anos, mas só vim ler agora e admito que a leitura foi bem bacana.

Nell é uma pré-adolescente que é calada, não gosta muito de aparecer, porém que tem uma irmã que é o oposto disso. Sabe aquelas patricinhas, que é considerada a rainha abelha e tem suas seguidoras? É a Gwen, a irmã mais velha da Nell. Elas moram próximo a um bosque, onde há uma névoa, que envolve histórias que meninas desapareceram por ali, por isso os pais sempre pedem para que os seus filhos não fiquem por lá... Porém a Gwen, que está completando 15 anos, pouco se importa com isso e leva todos os seus amiguinhos/seguidores para o bosque, a Nell vai junto porque quer ficar de olho na irmã. E em determinado momento a Gwen some. E é aí que a aventura da Nell em busca da irmã em um outro mundo.

“Cuidado com os Elfos, minhas crianças. Não sejam iludidos por eles. São belos como a luz das estrelas, ferozes como lobos e frios como gelo.”
Nossa protagonista descobre que há mais pessoas do que humanos, há também os Elfos, que foram impedidos de ficar entre os humanos. Eles não são más, mas estão se sentindo lesados já que eles também faziam parte do mundo, mas que foram excluídos e não tem direito a praticamente nada mais. Um dos Elfos, o mais poderoso daquele lugar, resolve sequestrar uma das netas de uma Observadora (digamos que ela é uma policial cujo propósito é deixar os elfos presos e quietos) para que possa se vingar e é aí que a Nell tem que seguir firme e forte se quiser ver a irmã bem de novo, porque se a Gwen passar muito tempo lá, quando voltar pra terra já vai estar com mais de 100 anos.

Lembro que na época em que eu procurei saber sobre a obra, havia super me despertado o interesse, mas hoje não foi tão maravilhoso quanto pensei que fosse. No começo demorei um pouco pra tomar gosto pela leitura, mas depois me vi envolvida pra saber como seria o desfecho da história. A Nell começou uma amizade com um dos elfos, Evan, mas eles não poderia ter essa amizade por conta dessa rixa de elfos contra os humanos. Na verdade de alguns humanos contra alguns elfos.
“–De qualquer forma, você é tão corajosa quanto um garoto elfo.
– Eu não sou um garoto.
– É tão boa quanto.
Ela balançou uma cabeça. 
– Errado. Sou tão boa quanto uma garota.”
O livro é bem curtinho, apesar de ter mais de 300 páginas, o livro é menor e a fonte é grandinha, o que torna mais rápida a leitura. Gostei bastante da construção da Nell, ela é uma personagem que a gente consegue captar o amadurecimento dela ao longo da trama, no início da história ela parecia uma coitadinha, ela mesmo se visualizava querendo ser mais, mas optava por ficar quieta e bastou acontecer algumas coisas pra ela tomar mais frente, ganhar mais confiança em si mesma. O mais bonito da história é que ela deixou todos os seus medos e anseios de lado pra salvar a sua irmã, que é bem detestável. No final até que fiquei menos chateada com ela, mas sabe aquela típica patricinha que quer ser o centro das atenções de tudo e todos? Então, até dos pais ela quer mais atenção. Achei a personagem bem chatinha e insuportável. Já a Nell nunca foi desse jeito, mas se mostrou bem valente quando foi necessário. 

Outro personagem que me encantou foi o Evan, que é um elfo, que apesar de ter 13/14 anos se mostrou muito maduro, um líder sabe? Que se preocupa verdadeiramente com os outros, um personagem cativante e fofo. Vale a pena conhecê-lo também. Os pais da Nell e Gwen apareceram pouco, mas não gostei muito deles, me pareceu superficial demais. 
Névoa é um livro voltado para um público mais jovem, com fantasia e que trás até bastante reflexões em vários sentidos. Não há romance e sinceramente não senti muita falta, afinal os protagonista são crianças, apesar que lá para o final deixa no ar se pode acontecer algo entre um determinado casal ou não. Esse livro tem um final fechadinho, então pode ir sem medo de chegar naqueles finais que te deixa fulo da vida por não saber o que acontece. Porém, não foi atrativo o suficiente pra mim pra continuar a ler a dualaogia (há quem diga que haverá o terceiro livro, mas não há confirmação). 

Sobre os detalhes: A capa é linda, sem dúvidas é um dos maiores motivos para querermos adquiri-lo, não é? A fonte é grande e agradável de ler, assim como o espaçamento. Não encontrei erros. 

Comentário final: Esse livro é bem gostosinho para passar um tempo, não há grandes emoções ou um clímax que te deixa sem ar, mas sem dúvidas é um livro bem agradável e bacana de se ler. A leitura fluí e quando você se dá conta o livro já terminou. Indico para quem gosta de fantasia, mistérios e magia.
Leia Mais ›

TAG: Ler é um presente

Oi leitores, tudo bem com vocês? Hoje eu vim responder a tag Ler é Um Presente que foi criada no blog Uma Pedra No Caminho, mas eu vi no blog Leitora Encantada. A tag consiste em responder algumas perguntinhas relacionadas ao ganhar presentes. Vamos respondê-las? 

1. “É só uma lembrancinha…”

Um livro curto ou com menos de 100 páginas que tenha te encantado.
Sem dúvidas um livro que me encantou foi O Pequeno Príncipe, que é um livro infantil e bem curtinho, mas que trás grandes mensagens. Super indico!

2.”Não precisava!”

Um livro que você amou ganhar de presente ou qual tipo de livro você mais gosta de ganhar.

Sem dúvidas foi Animais Fantásticos, é lindo demais esse livro!

3. A embalagem perfeita
Uma capa sensacional.
A última capa que me conquistou foi O Príncipe Corvo, que é simples, mas é tão linda! 

4. Presente dos deuses
Um livro que mudou sua vida.
Um livro que mudou muito a minha visão sobre algumas coisa foram Extraordinário, que é meu amorzinho da vida! Se ainda não leram, super indico.

5. Surpresa!
Um livro que você começou a ler sem muitas expectativas e te conquistou.
Eu não estava esperando nada de O Acordo, peguei pra ler porque a Editora disponibilizou gratuitamente na Amazon, comprei e resolvi tentar ler em e-book e devorei esse livor. É muito bom!


6. “É a sua cara!

Uma narrativa ou personagem com os quais você se identifique.
Sempre digo que me identifico muito com a Sofia de Perdida, ela é desastrada e acaba sendo engraçada. Prazer, eu.


7. Presente de grego

Um livro que não era nada do que você pensava e te decepcionou.
Eu li muitos comentários sobre esse livro - Bela Maldade - como um Thriller psicológico incrível, quando li achei que poderia ser melhor trabalhado. Foi bem decepcionante.


8. “mais afortunado é dar do que receber…”

Um livro especial que você deu de presente ou daria.
Sem dúvidas daria o livro O Duque e Eu de presente, porque é um livro muito amorzinho. Admito que pensei em Extraordinário, mas como já havia citado não quis repetir. rs


9. “Pode trocar, se precisar!”

Um livro que você começou a ler, mas teve de parar: não deu para continuar!
Eu tentei de verdade ler Diários do Vampiro, mas a leitura estava chata e arrastada e acabei abandonando.

10. Ainda na wishlist…
Aproveite o momento para dar aquela dica do que quer ganhar!
Eu tenho vários livros entre os desejados (são mais de 100 no total), mas os que estão no top do momento é O Príncipe Serpente, Esposa Perfeita e O Ódio Que Você Semeia. Se quiserem me presentear, tô aceitando! :)
~~~
Gostaram da tag? E quais são as suas respostas? Me contem!
Beijão
Leia Mais ›

RESENHA: Princesa Das Águas - Paula Pimenta

Princesa Das Águas
Autora: Paula Pimenta
Editora: Galera Record
Páginas: 368
Edição: 1
Ano: 2016
Uma releitura da história da Pequena Sereia, com a marca de Paula Pimenta, uma das mais importantes autoras brasileiras da atualidade Arielle Botrel é uma nadadora famosa, prestes a viver o maior desafio de sua vida: participar das Olimpíadas pela primeira vez. Porém, ao contrário do que todos pensam, ela não possui tudo que deseja. Por ser a filha caçula de uma grande família, a garota é muito protegida e, apesar das medalhas e dos troféus, sonha com uma vida diferente, onde possa ser livre. Até que um dia um acidente faz tudo mudar. Arielle é apresentada a um mundo diferente... E nele existe alguém que vira sua vida de cabeça para baixo. Porém, para conquistá-lo, ela terá que abrir mão de sua voz. Será que Arielle vai conseguir conquistar esse príncipe sem palavras? E se no coração dele já existir outra princesa?
Oi Apreciadores, tudo bem com vocês?

Nessa semana eu finalmente decidi ler esse livro amorzinho que foi lançado na Bienal do ano passado. A Paula Pimenta é uma das autoras brasileiras que eu mais admiro e que, apesar de a sua escrita ser voltada para o público infanto-juvenil, sempre me encanta e me traz leituras gostosas. Depois de Cinderela Pop e Princesa Adormecida, Princesa Das Águas traz mais uma releitura dos contos de fada, trazendo dessa vez a história da Pequena Sereia através da personagem Arielle.
Arielle Botrel é filha de dois grandes ícones: Teófilo Botrel, conhecido como o "Rei das águas" nos anos 1980, e Serena Shell, uma cantora famosa que acabou por falecer durante o parto de Arielle. Ela é a filha caçula e tem mais outras cinco irmãs que decidiram seguir os passos da mãe e formaram a banda Mermaid Sisters, porém Arielle, com medo de magoar o pai com o seu canto, toma um caminho diferente e segue os passos dele, se tornando uma das melhores nadadoras brasileiras e uma das mais novas também, com apenas 16 anos já ganha medalhas e bate recordes mundiais. Apesar de tudo isso, ela sentia que não tinha vida, principalmente agora, que as olimpíadas estavam cada dia mais próximas e os treinos se tornavam sempre mais intensos, mas tudo o que ela queria era poder sair, conhecer novas pessoas, quem sabe um amor. 
- Você não estaria tão nervosa assim se não fosse nada... Nem com essas bochechas coradas de embaraço e muito menos com aquela carinha sonhadora que vimos quando entramos aqui no seu quarto. Você pode não querer admitir nem para si mesma, irmãzinha, mas às vezes o nosso coração resolve tomar as rédeas da nossa vida e só nos resta aceitar... Se isso aí que eu estou vendo nos seus olhos não for paixão, e das grandes, então não sei o que é... 
Assim, em uma tentativa de ter uma vida fora das piscinas, Arielle saía escondida do seu pai e do seu treinador, Sebastião, e foi em uma dessas escapadas, na festa de confraternização das equipes durante a seletiva final para as olimpíadas, na Suíça, que ela conheceu Érico, um tenista mundialmente famoso e que despertava muitos corações diante da sua beleza. O que Arielle não esperava era que acontecesse um acidente naquele mesmo dia e que os dois fossem se conhecer de uma forma tão inusitada e mais, que ele não se lembraria dela no dia seguinte, mas sim do seu canto. Proibida pelo seu técnico de contar para Érico que ela foi a menina que salvou a vida dele, Arielle se dispõe a conhecê-lo como se aquilo tudo não tivesse acontecido, mas vai precisar enfrentar vários obstáculos e descobrir que nem todo mundo que tenta nos ajudar quer o nosso bem. 
- Não, Arielle, não está nada bem. [...] Sabe o que é ter um sonho que não depende de você? Ou melhor, pode imaginar como é passar anos pensando que você compartilha esse sonho com uma pessoa, depositar todas as suas esperanças nela, e quando finalmente aquele desejo está prestes a se realizar, tudo inesperadamente sai dos eixos e você percebe que durante o tempo todo esteve sozinho? 
Assim como em todos os livros que li da Paula, a leitura foi extremamente fluida, não parei enquanto não terminei e li em questão de dois dias. A construção dos personagens e a caracterização deles foi muito boa, extremamente semelhante ao conto de fadas original, inclusive os vilões da história e até mesmo os personagens secundários. A capa ficou incrível, lembrando uma aquarela e criando uma harmonia maravilhosa entre as cores do desenho e da escrita dos títulos. Assim como nos outros livros, a divisão entre os capítulos foi feita de forma precisa e os desenhos ficaram fofos, além de, como sempre, ter as melhores músicas citadas durante a narrativa. 
Você sabe qual é a sua lembrança mais antiga? Aquela passagem da sua vida que continua lá, independentemente de quantos dias você já viveu? Eu sei. Nunca me esqueci da primeira vez que entrei em uma piscina. Eu devia ter no máximo 2 anos, mas ainda me lembro da sensação da água gelada circundando meus pés e em seguida meu corpo inteiro. Meu pai estava me carregando e de repente me soltou. E então era só eu e a piscina. Aquela imensidão azul que me acolheu desde o primeiro instante. Meu habitat natural. 
Por fim, gostaria apenas de ressaltar que, assim como o primeiro e o segundo livro, ele não possui uma ligação direta com os outros, não é necessário ler os outros dois antes para chegar nele, o que temos são referências, personagens que aparecem vez ou outra e que foram parte das histórias anteriores, mas que não são necessários para que compreendamos o conteúdo geral. Acho que foi possível perceber o quanto fiquei apaixonada nesse livro né? Ele é daqueles livros bem relax para ler quando não queremos nada pesado, que casou muito bem com a minha vibe dos últimos dias e me fez um bem danado. É isso, alguém aí já leu? Gostam da escrita da Paula? Um xêro e até semana que vem!
Leia Mais ›

Novidades Literárias #135 - Jogo de Harry Potter; Trailer de Fala sério, mãe! e Cinquenta tons de liberdade...

HARRY POTTER GANHARÁ JOGO PARECIDO COM POKEMON GO
A Niantic, desenvolvedora do Pokemon Go, que é um jogo do tipo de realidade aumentada divulgou em seu site oficial que lançará o jogo de Harry Potter também com realidade aumentada!

Os jogadores aprenderão feitiços, vai ter lutas lendárias e poderá até se juntar com outros grupos para derrubar os inimigos! O projeto é uma iniciativa da Niantic em parceria com a Warner, Interactive Entertainment e a equipe de desenvolvimento do WB Games San Francisco. O jogo já possui nome e será: Harry Potter: Wizards Unite, mas ainda não tem data de lançamento.
~~~
TRAILER: FALA SÉRIO, MÃE!
O filme é adaptação do livro homônimo de Thalita Rebouças e está previsto para estrear nas telonas no dia 28 de dezembro deste ano.
~~~
TRAILER DE CINQUENTA TONS DE LIBERDADE
O terceiro filme da franquia Cinquenta Tons, inspirados nos livros homônimos da autora E.L. James chegará nas telonas em fevereiro de 2018, mas a pré-venda dos ingressos começará em janeiro!
~~~
GALERA RECORD PUBLICARÁ SPIN-OFF DE MARA DYER

O selo jovem do Grupo Editorial Record divulgou em suas redes sociais que comprou os direitos de publicação do spin-off da série Mara Dyer. A nova série titulada Shaw Confessions, cujo primeiro livro é o The Becoming of Noah Shaw e será narrada pela protagonista que acompanha Mara na trilogia. O lançamento está previsto para 2018.
No primeiro livro das Confissões Shaw, Spin-off do Best-seller Mara Dyer,
Noah Shaw não acha que ele precisa da herança de seu pai.
Ele faz.
Noah acredita que há algo sobre os suicídios em suas visões.
Há sim.
Noah está convencido de que conhece a verdadeira Mara Dyer.
Ele não.
Todos achavam que o pesadelo terminou com as memórias de Mara Dyer, mas foi apenas o começo. À medida que os velhos esqueletos são descobertos, as alianças serão testadas, os corações serão quebrados e ninguém será deixado sem proteção.
Deixe as confissões começarem.
A sinopse não é oficial, eu traduzi no google! :)
~~~
Espero que tenham gostado das novidades!
Beijos
Leia Mais ›

RESENHA: Fortaleza Impossível - Jason Rekulak

Fortaleza Impossível
Autora: Jason Rekulak
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Edição: 1
Ano: 2017
Um trio de garotos esquisitos e uma nerd brilhante que esconde um grande segredo. Um inesperado romance que nasce em meio a computadores e disquetes. Um ousado e perigoso assalto para roubar a edição de maio de 1987 da revista Playboy, com imagens escandalosas de uma famosa apresentadora de TV. Todos esses elementos se unem para compor Fortaleza Impossível, um romance que fará você rir, se emocionar e recordar a maravilhosa sensação de se apaixonar por algo – ou alguém – pela primeira vez.

Oi Leitores, tudo bem com vocês?

Confesso que ouvi tantos comentários e de tantas formas possíveis sobre esse livro que não consegui resistir, quando tive a chance de tê-lo nas minhas mãos a decisão de colocá-lo como prioridade foi imediata! Devo dizer que foi uma leitura muito gostosa e que foi exatamente aquilo que eu imaginei dele, principalmente por ter lido comentários anteriores eu já havia me preparado para possíveis decepções ou surpresas.
A história se passa no ano de 1987, em uma pequena cidade localizada em Nova Jersey onde Alf, Clark e Billy realizavam suas aventuras de meninos. Billy e sua mãe moravam sozinhos e, como ela trabalhava no turno da noite, ele ficava sozinho em casa com os amigos todos os dias, regados à pizzas, milk-shake, TV, jogos e muita conversa, coisas que adolescentes de 14 anos entendem muito bem. Porém, um certo dia, Alf chegou da loja de Zelinsky com uma novidade que mudaria a vida dos três para sempre: Vanna White, a apresentadora da Roda da Fortuna, teve suas fotos publicadas na Playboy.

Desde então, a única coisa que passava na mente deles era como conseguir um exemplar da revista, já que ela só era vendida para maiores de idade. Eles começaram com um plano bem simples: ficarem parados na porta da loja até passar alguém que tivesse idade suficiente para comprar e que se dispusesse a ajudar um trio de adolescentes. Porém o plano falhou e então entrou em ação o Plano B: ir até a loja, vestidos como empresários e fingirem que são maiores de idade, e é aí que entra em cena Mary Zelinsky que, depois de alguns minutos de conversa, conta para Billy que irá acontecer o Concurso Anual dos Jovens Programadores e que ele deveria se inscrever. Billy era fissurado em programação e seu grande sonho era viver da criação de jogos e nunca havia conhecido ninguém que entendesse o mundo que ele sonhava da forma com a qual vira que Mary compreendia, então, apesar de um Plano B que falhou, ele queria voltar naquela loja e continuar conversando com ela.
Apesar de ele e Clark serem meus melhores amigos, eu não tinha contado aos dois que meu plano secreto, quando crescesse, era criar videogames e viver disso. Eu queria ser o próximo Mark Cerny, o brilhante projetista de jogos contratado pela Atari quando tinha apenas 17 anos. Queria trabalhar com visionários como Fletcher Mulligan, o lendário fundador da Digital Artists, e ter minha própria empresa de software. Tudo isso parecia loucura quando dito em voz alta - como declarar que você ia ser astronauta ou presidente dos Estados Unidos. Quando os adultos perguntavam o que queria ser quando crescesse, eu apenas dava de ombros e murmurava: "Não sei."
Depois de várias tentativas e nenhum sucesso, os meninos decidiram chamar uma pessoa para ajudar na operação: Tyler Bell, um garoto que era três anos mais velho que eles e que tinha fama de bad boy na escola. E é aí que eles decidem realizar um assalto na loja de Zelinsky para obter o modelo da Playboy, porém há um ponto crucial para que tudo dê certo: descobrir a senha do alarme da loja. Sendo assim, Billy se oferece para se aproximar de Mary para conseguir a senha, porém, na verdade, ele queria uma desculpa para fazer amizade e ao mesmo tempo obter ajuda dela para se inscrever no concurso com o seu jogo: Fortaleza Impossível. Desde ponto em diante, Billy descobre que a vida dele nunca mais será a mesma, tanto no jogo, quanto no amor. 
Senti como se Mary tivesse de algum modo lido a minha mente. Perdi a conta das vezes em que sonhei acordado, momentos antes de cair no sono, com aquele mesmo cenário.
- Você é maluca - falei. - Onde arranja essas idéias engraçadas?
- Isso vai acontecer, Will. - Ela me olhou com certeza absoluta, irradiando uma confiança que jamais conheci em mais ninguém. - Só quero que me prometa que um dia vai me deixar visitar a mansão. Tem que prometer que nunca se esquecerá de mim.
Fortaleza Impossível foi um livro gostoso de ler e que me trouxe tantos pensamentos diferentes, coisas que sequer haviam se passado pela minha cabeça, como o fato de que há 30 anos atrás fazer jogos com desempenho bom era algo extremamente difícil e demandava um gasto excessivo para se obter os computadores mais atuais. Além disso, poucos eram aqueles que conheciam e sabiam ensinar linguagens de programação, o que tornava tudo ainda mais complicado para aqueles que, como Billy e Mary, tinham o dom e queriam sempre aprender mais e mais. 

A leitura desse livro foi extremamente fluida, tão logo já me vi terminando ele e querendo saber mais da história do que motivou o autor a escrevê-lo! A capa foi feita com muito cuidado e com um design impressionante e cheio de detalhes e a cada vez que eu lia sobre o jogo no livro me pegava imaginando algo semelhante ao que podemos ver na capa e isso foi incrível. Além disso, todos os capítulos começam com um código de programação que foi feito de forma muito minuciosa e tornou os intervalos da história divertidos. 

A história em si possui poucas falhas, uma delas é o famigerado bullying envolvendo racismo, gordofobia, dentre outras coisas e que é tão comum na idade deles (não estou dizendo que é certo, só estou dizendo que é comum!). Além disso, devemos colocar em questão o fato de que estarmos falando de cerca de 30 anos atrás, onde a palavra bullying ainda nem existia e os tabus não eram colocados de forma escancarada como tem-se visto cada vez mais atualmente, então não sei dizer ao certo o quanto isso me incomodou durante a história, mas incomodou de certa forma sim. Pontas soltas praticamente inexistem, mas confesso que eu gostaria de um pouco mais do final, achei ele meio morno diante das expectativas que criei, acredito que eu esperava ver algo a mais do futuro de Billy.

Por fim, é um livro que eu indico para quem gosta de um romance gostoso e com uma boa dose de humor e coisas idiotas que adolescentes fazem e que sabem que vão se arrepender depois. Uma coisa bem legal é que o jogo realmente foi desenvolvido e está disponível para que possamos jogar, além disso o autor te desafia a bater o record dele hahaha Quem tiver interesse em conhecer pode clicar aqui. Um xêro e até semana que vem!
Leia Mais ›

PAGINAÇÃO